Olá, eu sofro muito de impulsividade, as vezes sinto que sou um pouco...

Boa tarde, conhecer a si e seus limites é um passo importante que deve aprender para lidar com suas emoções. Um processo terapêutico é o primeiro caminho para o autoconhecimento e, se necessário, outros encaminhamentos poderão ser realizados pelo psicólogo responsável.
Se permita a se conhecer e novos pontos de vistas surgirão. Um abraço.

O seu interesse em querer produzir um relacionamento conjugal de melhor qualidade é um fator muito positivo pois, não há crescimento emocional sem a consciência da necessidade de mudança. Você esta na direção certa e nessa caminhada deve incluir o exercício da mente, que chamamos de psicoterapia. Depressão, implulsividade e outros sintomas são inerentes à vida humana e o importante é ajustar de forma saudável essas manifestações. Procure um bom profissional, conheça melhor o seu mundo íntimo e sucesso!

Olá,
Você pergunta se há como aprender a lidar com o relacionamento, mas percebe que na sua descrição você fala de suas dificuldades que estão promovendo o problema no relacionamento. Então, faz-se necessário que busque melhor entender essas suas dificuldades que penso possam também estar influenciando seus relacionamentos como um todo e não apenas o afetivo.
Pense com carinho buscar ajuda para lidar primeiro consigo mesmo de forma mais plena e consciente. Ok!

Boa tarde!

A impulsividade é a necessidade de ter tudo para já, o comportamento impulsivo é como se fosse uma questão de vida ou morte para que o sujeito. O sujeito simplesmente não consegue adiar a realização do seu desejo.

Já a depressão é sensação de que nada vale a pena ou impotência diante da vida. Ambos os comportamentos juntos indicam uma forte carência e a expectativa de que ela possa ser resolvida pelo outro.

É importante que você entenda, dentro da sua individualidade, da sua história; o que este relacionamento significa para você? O que você espera da pessoa que está com você?

Ressalto, que as observações acima não são bases para uma compreensão clínica do seu caso especifico (para isso seria necessário atendimento clínico), por isso, talvez, isso não se enquadre a você, individualmente. Apenas, é um caminho para pensar a questão.
Atenciosamente!

Olá.

A psicoterapia individual é o espaço adequado para trabalhar sua impulsividade e sua depressão. Possivelmente suas questões individuais estão interferindo em sua relação com seu parceiro. No entanto, um relacionamento envolve duas pessoas e, com certeza, seu parceiro também participa da construção dos conflitos vivenciados por vocês. Nesse caso, para se trabalhar a dinâmica relacional de vocês, a terapia de casal é a mais indicada.

Olá, sim, a psicoterapia poderá ajudá-la. Como a impulsividade está interferindo muito no relacionamento, o ideal é fazer, primeiramente, algumas sessões de terapia de casal, para proteger a relação e, em paralelo, ou intercaladamente, uma terapia individual, para ajudá-la a compreender as causas dessa impulsividade, que normalmente estão relacionadas com diversas necessidades emocionais não atendidas, tanto na sua história de vida individual (relacionamentos com pais, família, amigos íntimos e vida social), como nos seus relacionamentos afetivos anteriores e no atual. Fique tranquila, pois nesses casos a psicoterapia tem ajudado muitas pessoas a lidarem com essas diferentes emoções. Com um bom profissional, sua vida pessoal e seu relacionamento poderão ter uma melhora significativa. Não deixe de procurar ajuda. Abraços e boa sorte!

Certos complexos surgem depois de experiências dolorosas ou desagradáveis na vida do indivíduo. São experiências pessoais de natureza emocional que deixam feridas psíquicas duradouras atrás de si. Uma experiência desagradável é capaz de sufocar qualidades preciosas de uma pessoa. isto dá origem a complexos inconsciente de natureza pessoal que por possuírem autônomia, irompem de forma impulsiva, interferindo negativamente nas relações humanas. A investigação da estruturas desses complexos com a ajuda das psicanálises é de fundamental importância para a sua resolução.

São várias questões: a ansiedade, a tendência à depressão e a dificuldade de relacionamento. Antes de qualquer conduta, há que se estudar o diagnóstico. Certificar-se de que há realmente o transtorno misto ansioso/depressivo, para intervir da melhor forma para o ajustamento. Se esta for uma das razões da turbulência em seu relacionamento, podemos esperar que haja uma melhor compreensão do outro após você conseguir entender-se e controlar seus comportamentos e necessidades. A psicoterapia individual e/ou de casal é uma das formas de buscarmos esse equilíbrio.
Grande abraço

Boa tarde!
Com certeza você poderá ter ajuda com a Psicoterapia, especialmente lidar com os fatores desencadeadores da impulsividade e que possivelmente são causa dos conflitos no relacionamento. Os conflitos "corroem " os relacionamentos sejam de casais ou outros, é preciso antes de tudo aprender a lidar com os comportamentos que os provocam e para isso é preciso olhar-se e conhecer-se....a terapia será de muita ajuda para você. Experimente!

Olá! A psicoterapia vai te ajudar a trabalhar sua impulsividade. Você poderá desenvolver um maior conhecimento sobre você, bem como a forma como se relaciona. Isso afetará diretamente o seu relacionamento que tende a ficar mais funcional. Vários aspectos da sua vida vão melhorar. Não deixe de procurar um psicólogo. Boa sorte! Abraço!

Olá!!! Sim, existe ajuda para seus questionamentos... Oriento a psicoterapia individual ( a priore). Fazer terapia é um investimento em si ... Assim, poderá desenvolver seu autoconhecimento, bem como a forma com que conduz seus relacionamentos, em todos os aspectos, ou seja, todas os tipos de relações. Caso necessário apos avaliação o psicólogo irá realizar demais orientações e encaminhamentos.
Procure um bom profissional e sucesso na sua jornada!
Onde há saúde emocional, há paz.
Att, Danielle

Ver as 33 perguntas sobre Dificuldades no relacionamento

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Dificuldades no relacionamento?

Nossos especialistas responderam 33 perguntas sobre Dificuldades no relacionamento.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.