Desenvolvi uma aversão a qualquer tipo de comida ou bebida, até às que...

É importante descartar hipóteses orgânicas. Nesse sentido a consulta com um nutrólogo pode ser importante. No seu caso, é fundamental também buscar um acompanhamento psicológico para avaliar suas questões emocionais com essa nova relação com a comida.

Hoje em dia parece que quase tudo o que comemos ou faz mal ou engorda e para piorar ainda existem pessoas que fazem terrorismo conosco na hora que vamos nos alimentar dizendo-nos o que faz bem ou não ou ainda contando casos terríveis que sempre acabam mal. Então o ato de comer e beber perde o sentido de prazer e é apenas visto como uma necessidade. Precisaria entender como foi esse processo que você descreve, para entender melhor se existem causas psicológicas possíveis por trás dessa aversão ou não. Em todo caso, seria bom você procurar também uma nutricionista que possa ajuda-lo nesse processo de voltar a lidar com a comida e bebida de modo mais prazeroso.

Acredito que possa ser sim um distúrbio. Primeiramente indico uma psicóloga e até mesmo, uma psiquiatra. Mas quem irá lhe direcionar melhor, será a terapeuta. Juntamente com ela faríamos um trabalho para melhorar seu processo de desinteresse pelos alimentos. Eu trabalharia na parte de educação nutricional juntamente com esses profissionais especializados. Sugiro que não fique lendo posts de profissionais que fazem terrorismo alimentar, isso só piora o quadro.

A pessoa que desenvolve a anorexia tem uma relação frágil com sua imagem corporal, porém essas ações se baseiam na rejeição dos alimentos que lhe parecem persecutórios e destruidores. Pacientes com essa característica tem não só problemas em alimentação, mas todo um conjunto de falhas que levaram a isso, como relação com os pais e sexualidade. A relação com o peso corporal não é presente em muitos casos, mas certamente a ligação com relações parentais é presente. Procure um bom psicólogo, de preferência psicanalista.

Você pode buscar por orientação médica para avaliar se há algo orgânico e, em paralelo buscar por psicóloga/psicanalista para dizer desta situação e como se sente.

No seu caso, o melhor caminho é fazer acompanhamento psicológico e nutricional... A deficiência de alguns nutrientes está associada a perda de paladar e falta de apetite, além disso, um bom nutricionista lhe daria uma prescrição adequada para "reintrodução alimentar" necessária... E o psicólogo lhe ajudaria a trabalhar essa questão da falta de interesse pela alimentação...

Att,
Roberta Santiago

Podem existir várias questões para você ter desenvolvido essa aversão à comida e bebida. Sugiro procurar um nutricionista e psicologo. O tratamento multidisciplinar neste caso é fundamental. Abraços

Esses casos podem ser causados por fatores físicos e emocionais. Por isso recomendo o acompanhamento conjunto de médicos e psicólogo. Um nutricionista também será útil no processo de readaptação alimentar.

Olá ! Bem. Seria interessante vc procurar primeiro um psicólogo para entender melhor seu quadro e identificar se é um transtorno alimentar e entender qual sua relação com a comida. Fique bem ! Grande abraço.

Olá, pode ser causa orgânica e psicológico. O mais provável é que seja psicológico.
Faça uma consulta para examinar seus pensamentos.
Beijos.

Boa tarde amigo, seria indicado o mais breve possível uma escuta da sua historia de vida. O seu quadro tem muito a ver com a sua imagem corporal como fala minha colega acima. Possivelmente sua auto-estima formou-se a partir de valores estéticos. Existem fixações oriundas de um dos estágios de desenvolvimento psicossexuais. Portanto cuide-se, há sempre estratégias que devemos recorrer para obtermos novamente o desejo de viver. Sucesso e um abraço!

Pode ter causa física, psicológica ou ambas, dependendo do caso. Procure um psicanalista para lhe ajudar no encaminhamento dessa questão.

Olá! O ato de comer e beber além de ser necessário para saciar a fome e a sede e nutrir o organismo, está relacionado a momentos sociais e familiares (encontro com amigos, paqueras, namoros, refeições com a família, etc.). Sentir aversão por comer e beber pode estar relacionado a estes momentos. Se faz necessário entender que tipo de relação você construiu ou vem construindo com a comida e a bebida. Indico, portanto, que procure um/a psicólogo/a para ajudá-lo a compreender porque e para quê desenvolveu esta aversão e possa voltar a ter vontade de comer e sentir prazer nesses momentos. Espero tê-lo ajudado. Um abraço!

Acredito que seja um fator emocional. Aconselho a procurar um especialista. Mas de qualquer forma, esse fator emocional vai ter como consequência danos físicos como anemias, deficiências de vitaminas, minerais, enfim vai gerar uma cascata de problemas por isso o ideal seria um acompanhamento psicológico e nutricional, um complementando o outro! Se cuida! :)

Após um período de exclusão de alimentos podemos ter as preferências alimentares alteradas, fique tranquilo.
Seria bom passar com um nutricionista para te auxiliar nesta nova fase e encontrar preparações que te satisfaçam e caso necessário ela te encaminhe a um psicólogo.

Ola! O fato de vc estar satisfeito com o seu corpo "superficialmente" não significa que vc tem uma relação satisfatória e positiva. Existem processos emocionais que estão além do que podemos perceber a nível da consciência. É válido investir em uma psicoterapia e identificar conflitos, situações, bloqueios que podem estar relacionados com esse movimento do alimerntar-se. Possivelmente existem situações primárias (infância, amamentação) vinculados com o seu presente.a tendência é negarnos o que não entendemos e sabemos! Abraço

Visto que você não declarou nenhum desconforto orgânico, o mais indicado é que procure por psicoterapia o quanto antes, pois questões importantes podem ficar comprometidas pela falta da ingestão de alimentos e líquidos. A inapetência pode ser um sinal de que o meio ou situações estejam desagradáveis para você. Uma investigação mais profunda sobre como tem sido sua maneira de ver o mundo pode ser de grande ajuda, pois haverá a possibilidade de ressignificar e você pode voltar a sentir "gosto" pela vida.

Ter aversão a alguns tipos de alimentos é até normal,porém quando essa aversão começa a ser todos os alimentos, deixando você sem vontade de comer nada pode ser um distúrbio ou algum transtorno alimentar que é necessário um profissional que possa trabalhar o por que desse seu desinteresse pelos alimentos. E esse profissional é um psicologo.

É importante descartar a causa fisiológica, para isto, deve-se requisitar exames bioquímpios hormonais específicos de tiróide, progesterona, estradiol, testosterona, dhea, cortisol, dentre outros. Todos estão interligados com o sistema metabólico e são dependentes de algumas vitaminas e minerais e interfere no sistema parasimpático, que age na concentração de saliva e enzimas digestivas e no peristaltismo do sistema digestório. Descartado essa hipótese é importante o auxílio psicológico. Boa sorte.

Ver as 21 perguntas sobre Distúrbios alimentares

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Distúrbios alimentares?

Nossos especialistas responderam 21 perguntas sobre Distúrbios alimentares.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.