Diverticulite - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Diverticulite

Informação sobre Diverticulite

Diverticulite é a inflamação dos divertículos, prolongamento anormal da parede do intestino em um pequeno saco e estão geralmente na parte final do intestino grosso. Os sintomas assemelham-se a apendicite (dor abdominal, febre, arrepios ...), mas localiza-se no abdômen inferior esquerdo. O uso de antibióticos, sob prescrição médica, é o tratamento mais adequado para diverticulite que não chegou a perfurar o intestino causando peritonite (inflamação do peritônio) e, portanto, requerendo uma cirurgia de emergência.

Possui uma dúvida concreta sobre Diverticulite? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Diverticulite

A doença diverticular é muito comum em pacientes acima dos 50 anos, e a maior parte das vezes é assintomática. Cada vez mais vemos jovens com tal doença, diagnosticados muitas vezes com crises agudas, sendo necessária a internação hospitalar. O tratamento cirúrgico é reservado para casos selecionados, para pacientes com crises recorrentes ou crises graves. O acompanhamento e orientação nutricional são fundamentais para o tratamento. Atualmente temos algumas formas de realizar a operação. A mais difundida é a laparoscópica, com baixa taxa de complicação. A cirurgia robótica vem sendo utilizada para casos selecionados, com resultado semelhantes, porém com maior ergonomia para a equipe.
Dr. Tiago Riuji Ijichi
Dr. Tiago Riuji Ijichi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

São Paulo

Algumas pessoas apresentam pequenas bolsas ou saculações que se desenvolvem na parede do intestino grosso, sendo mais comum nos cólons sigmóide e descendente, ambos à esquerda do abdome. Essas bolsas são chamadas divertículos. Cerca de 10% dos adultos com mais de 40 anos tem divertículos no intestino, e isso torna-se mais comum à medida que as pessoas envelhecem - quase metade de todas as pessoas com mais de 60 anos os tem. A maioria das pessoas que tem divertículos no intestino não apresenta sintomas, e frequentemente sua presença é um achado incidental, detectada em testes solicitados para outra doença.
Dr. Felipe Guerrero Prieto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral, Coloproctologista

|

São Paulo

Diverticulite é a inflamação/infecção de divertículos localizados no intestino grosso. O tratamento depende de sua gravidade, devendo ser clínico para os casos mais leves e podendo ser indicado o tratamento cirúrgico nos casos graves ou que se repetem com frequência. Pacientes que têm divertículos, mas que não estão em crise, devem realizar acompanhamento médico regular e adotar uma dieta rica em fibras, frutas e líquidos, diminuindo assim o risco de desencadear a inflamação.
Dr. Daniel Kruglensky

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

São Paulo

Trata-se de uma inflamação aguda do intestino grosso. A mesma acontece quando um divertículo - pequenas dilatações na parede do intestino - inflama e leva a infecção. Pode ser leve, quando somente antibióticos podem tratar, ou grave, quando há necessidade de cirurgia para retirada do segmento do intestino doente. Requer acompanhamento de um especialista na área após o primeiro episódio.
Dr. Diogo Stinguel Thomazini
Dr. Diogo Stinguel Thomazini Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

Vila Velha

Diverticulite é a inflamação de pequenas estruturas (divertículos), parecidas com “dedos de luvas”, localizadas na parede do intestino grosso. Esse processo inflamatório ocorre com maior frequência no cólon esquerdo esigmóide, onde os divertículos tendem a ser mais numerosos. Alguns fatores que contribuem para essa condição são a falta de fibras na alimentação e a ingestão excessiva de carboidratos refinados e proteínas. Nos quadros de diverticulite leve, o tratamento consiste em uso de antibióticos orais e adoção de dieta mais leve. Em casos mais graves o recorrete - em que pode haver perfuração, formação de abscesso e outras complicações - pode ser necessária a cirurgia.
Dr. Jorge Vasquez del Aguila
Dr. Jorge Vasquez del Aguila Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

Belo Horizonte

Ver mais

Tem perguntas sobre Diverticulite?

Nossos especialistas responderam 39 perguntas sobre Diverticulite.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sugiro marcação de consulta com gastro ou proctologista para acompanhamento e orientações sobre o quadro e dieta.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 30
  • 3
  • 39
Dr. Diego Latini Maioli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Esse é um caso muito específico. É recomendado que procure o médico que fez seu tratamento da diverticulite para que em comum acordo com seu neurologista decidam pelo melhor tratamento.

  • 23
  • 11
  • 35
Dr. Antonio Gondim

Cirurgião geral, Coloproctologista

Campina Grande

prezado cliente, bom dia. Geralmente após uma cirurgia de diverticulite, assim como qualquer cirurgia abdominal, a dieta recomendada é uma dieta leve. Assim, não se justifica um ganho de peso após o procedimento. Mas, para responder com mais precisão a sua pergunta, é fundamental conhecer os detalhes da sua cirurgia e do pós operatório imediato. Por exemplo, houve alguma complicação durante ou após o procedimento? houve necessidade de utilizar alguma medicação após a cirurgia? Como foi a sua dieta após o procedimento? Quanto tempo ficou em repouso após a cirurgia? Tem alguma doença associada? Assim, com mais informações podemos entender melhor o que poderia ter acontecido. marque uma consulta com o seu médico e bom feriado. Saúde!

  • 92
  • 93
  • 78
Dr. Thiago Limoli Bueno Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista, Médico clínico geral

São Paulo

Marcar consulta

A tomografia é importante para afastar quadros agudos de coleções intra-abdominais por diverticulite aguda ou obstruções tumorais, no entanto para analisar inflamações, úlceras dentro das alças intestinais é importante a realização de exames endoscópicos ( colonoscopia e endoscopia). Sinais de alarme são febre, dor abdominal que não melhora com analgésicos comuns como buscopan e dipirona, sangramento ou muco nas fezes, procure avaliação médica.

  • 127
  • 33
  • 61
Dra. Danielle Menezes Cesconetto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Cirurgiã oncológica

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 39 perguntas sobre Diverticulite