Doença Da Mama Fibrocística - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doença Da Mama Fibrocística

Os especialistas falam sobre a Doença Da Mama Fibrocística

A doença fibrocística da mama é um termo utilizado para caracterizar alterações benignas da mama. Essas alterações podem resultar das oscilações dos hormônios femininos durante o ciclo menstrual e menopausa. Podem ser representados pela presença de cistos, nódulos e / ou dor mamária. Os sintomas são variáveis, necessitando de tratamento conforme o grau de desconforto da mulher.
Wellington Martins de Souza
Wellington Martins de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Mastologista

|

Goiânia

Tem perguntas sobre Doença Da Mama Fibrocística?

Nossos especialistas responderam 4 perguntas sobre Doença Da Mama Fibrocística.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá. Podem ser várias coisas. Normalmente esta queixa se relaciona com um quadro não patológico chamado alteração funcional (ou fibrocística) benigno mamário. Mulheres com essa caraterística tem mamas bastante irregulares e com níveis variáveis de dor. Após uma avaliação especializada e afastadas doenças, um mastologista pode aliviar bastante seus sintomas de dor com medicação...

  • 37
  • 33
  • 58
Dr. André Girardi Vieira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Mastologista

Taubaté

É só no contacto com a paciente que se poderá orientar sobre as indicações e contra indicações de um medicamento.

  • 445
  • 59
  • 4921
Dr. Dr.José Marcos

Ginecologista

Curitiba

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. A avaliação clínica do seu médico através do exame físico é fundamental para o diagnóstico e tratamento. Você fuma ou tem diabetes? Essas patologias podem favorecer o desenvolvimento de infecções mamárias. Já foi coletado material para cultura? Algumas doenças granulomatosas podem provocar lesões na mama semelhantes a infecção. Quantos anos você tem? Você já fez exames de imagem como mamografia, ultrassom ou ressonância? Em alguns casos a neoplasia maligna da mama precisa ser descartada. Nesses 6 meses de tratamento alguma biópsia foi realizada? Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Agende um mastologista. Discuta o seu diagnóstico e tratamento.

  • 7998
  • 3002
  • 7912
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Olá. Obrigado por escrever. Existe um lado muito bom nessa sua dor, que é a quase certeza de que não se trata de câncer de mama. Realmente, nas fases iniciais, o câncer de mama não dói. Com mamografia e ultra-som normais, e conseqüente ausência de nódulo ou cisto mamário, sobra-nos pouca coisa com que nos preocupar. Tirando dores musculares e fibromialgia, tirando alguma infecção localizada, tirando amamentação (tudo improvável), sobra a AFBM, ou Alteração Funcional Benigna da Mama, antigamente chamada de displasia mamária. A AFBM tem como sintoma mais comum, a dor no seio. Pode ser uni ou bilateral. Pode vir acompanhada de uma série de sinais e outros sintomas, e pode ser totalmente invisível à mamografia e ao US. O tratamento é complexo, multifatorial, podendo ter bom resultado ou não, dependendo da pessoa. Atualmente existem métodos novos e revolucionários de amenizar esse incômodo, mas parece que a mudança de hábitos de vida é essencial. Converse com seu médico.

  • 231
  • 41
  • 580
Francisco Batista de Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Especialista em Medicina Estética, Ginecologista

Belo Horizonte

Marcar consulta

Ver as 4 perguntas sobre Doença Da Mama Fibrocística