Doenças Da Coluna Vertebral - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Da Coluna Vertebral

Informação sobre Doenças Da Coluna Vertebral

O que é?

A coluna vertebral é o órgão que distingue os animais vertebrados dos invertebrados. Possui de 32 a 34 vértebras (quase sempre 33) ligadas por articulações. Suas enfermidades podem ser divididas nos seguintes grupos: doenças degenerativas, inflamatórias, lesões, deformações, espondilolistese e tumores. Doenças degenerativas: provocadas pelo processo do envelhecimento afetam os discos vertebrais, as próprias vértebras, suas articulações e ligamentos. São elas: osteocondrose (espondilose); espondilartrose; doenças dos discos vertebrais, cervicais e lombares; estenose do canal espinal, cervical, lombar ou degenerativa. Doenças inflamatórias: resultam de processos inflamatórios na coluna que acarretam, de forma frequente, alterações estruturais. São elas: espondilodiscite infecciosa; artrite reumática e espondilite anquilosante (doença de Bechterew). Lesões: acidentes como fraturas ou deslocamentos, que alteram a estrutura óssea e são capazes de desestabilizar a coluna vertebral causando danos à medula. Deformações: modificações do formato natural. A escoliose é uma delas. Espondilolistese: deslizamento das vértebras. Tumores: crescimento descontrolado de células que pode gerar tumores benignos ou malignos.

Qual é a causa?

As dores na coluna podem ser causadas por uma série de fatores. Incidentes em quase todos os órgãos podem gerar essa situação. As causas mais comuns desses problemas são traumas, malformações congênitas, postura inadequada, fibromialgia, degeneração por envelhecimento, inflamações, alterações metabólicas, tumores e até mesmo motivações de ordem psíquica. É possível, no entanto, listar alguns fatores de riscos para o surgimento dessas dores: obesidade, tensão emocional, ansiedade, depressão, esforço excessivo e repetição de movimentos devido à atividade profissional são alguns deles. Quais os sintomas? A dor é o principal sintoma das doenças na coluna. Ela pode ser localizada em uma área ou mesmo irradiada não apenas pela coluna, mas por outras partes do corpo.

Como fazer o diagnóstico?

O médico precisa fazer uma atenta entrevista com o paciente para tentar localizar o ponto gerador da dor. O conhecimento do histórico clínico também ajuda. Mas raramente o exame físico é suficiente para confirmar um diagnóstico. Vários exames laboratoriais e de imagens estão disponíveis. Raios-X, tomografia computadorizada e a ressonância magnética são alguns dos exames mais utilizados.

Qual o tratamento?

O tratamento varia muito de acordo com o tipo de problema, a localização e a intensidade da dor. Os problemas degenerativos não apresentam muitas opções além do acompanhamento. Dores relacionadas à postura podem ser corrigidas com fisioterapia. Medicamentos podem ser utilizados assim como, em alguns casos, o procedimento cirúrgico.

Possui uma dúvida concreta sobre Doenças Da Coluna Vertebral? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Doenças Da Coluna Vertebral

Dor lombar A dor lombar é uma das queixas mais comuns na prática médica, junto com a dor de cabeça. Trata-se de uma dor na região mais baixa das costas. Há muitas causas para dores nessa região, como obesidade, má postura, lesões musculares, patologias renais e doenças da coluna vertebral. Estas últimas, que englobam as hérnias de disco, as fraturas ou, em casos mais raros, os tumores, podem ter indicação cirúrgica.
Dr. Felipe Gonçalves de Carvalho
Dr. Felipe Gonçalves de Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

Rio de Janeiro

As principais doenças da coluna vertebral são: - Hérnias de disco, - espondilose, artrose, "bicos de papagaio", listeses ("escorregamento") entre as vértebras - estenose ou canal estreito - escoliose, cifose e deformidades; - fraturas vertebrais - inflamações e infecções na coluna - Cistos e tumores primários ou secundários/ - Entre outras.
Dr. Matheus Felipe Borges Lopes
Dr. Matheus Felipe Borges Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

A coluna vertebral é composta por trinta e três pequenos ossos ou vértebras que sustentam o corpo, permitindo o movimento e protegendo a medula. Entre cada duas vértebras existe um disco intervertebral, que ajuda a absorver as pressões e impede o atrito entre as vértebras, além de servirem de amortecedores; estes discos garantem a flexibilidade da coluna vertebral. Com a idade, o esforço ou movimentos incorrectos, a estrutura dos discos altera-se desidratando-se e modificando a sua flexibilidade. Além das lesões do disco, também as alterações das articulações entre vértebras, os ligamentos e os músculos que estão adjacentes à coluna podem contribuir para o aumento da dor.
Otávio Gomes da Paz
Otávio Gomes da Paz Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Internista, Reumatologista

|

Belém

As doenças da coluna vertebral mais comuns aparacem associadas à idade mais avançada. A principal queixa dos pacientes é a lombalgia. Cervicalgia e dorsalgia também são muito frequentes. A abordagem diagnóstica deve ser realizada através da coleta da história clínica de forma minuciosa e também do exame físico. Como geralmente há várias alterações nos exames de imagem, o exame físico será importante para definir qual a patologia casadora da dor ou limitação. O tratamento irá se basear no problema identificado como causador da queixa do paciente.
Dr. Egmond Alves

Neurocirurgião

|

Sorocaba

Inúmeros procedimentos minimamente invasivos oferecem alívio para dores em todos os segmentos da coluna vertebral.
Roger Mathias
Roger Mathias Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Da Coluna Vertebral?

Nossos especialistas responderam 118 perguntas sobre Doenças Da Coluna Vertebral.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

O Pilates ou a Hidroginástica são recursos terapêuticos que devem ser escolhidos após uma avaliação criteriosa. Com essa avaliação chega-se a um diagnóstico funcional e, ai sim, é possível optar por algum recurso. Pela colocação penso que o ideal seria consultar um Fisioterapeuta que domine técnicas de manipulação ou mobilização da coluna (um especialista em Osteopatia por exemplo) ou um profissional que trabalhe com RPG (Reeducação Postural Global). O Pilates e/ou a Hidroginástica devem ser feitos mais pra frente quando você estiver com certo condicionamento musculoesquelético.

  • 28
  • 31
  • 142
Dr. Paulo Cortez

Que eu saiba o que existe é muita propaganda, na realidade o colchão não pode ser muito duro e nem muito fofo, tem que ter a densidade média!

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 176
  • 46
  • 191
Dr. Jorge Rodrigues da Silva

Homeopata, Médico Acupunturista

São Paulo

Em primeiro lugar, o ideal seria marcar uma consulta com algum especialista em coluna. Suas queixas são inespecíficas e o exame clínico e uma anamnese bem feita vão auxiliar no diagnóstico e na definição da necessidade de exames complementares. No site da sociedade brasileira de coluna você pode consultar os especialistas de sua cidade.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 81
  • 36
  • 52
Gustavo Borges Laurindo de Azevedo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Boa noite. Em primeiro lugar, as alterações da coluna vertebral são bastante comuns e nem sempre causam problemas graves ou precisam de tratamentos específicos. Procure um especialista em coluna para uma avaliação adequada, pois sem um diagnóstico correto não há como se tratar um plano terapêutico adequado. As diferentes alterações que você cita podem não ser a causa de suas dores e sem dúvidas é possível melhorar a qualidade de vida que esteja prejudicada por problemas na coluna.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 81
  • 36
  • 52
Gustavo Borges Laurindo de Azevedo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 118 perguntas sobre Doenças Da Coluna Vertebral