Doenças Da Vesícula Biliar - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Da Vesícula Biliar

Os especialistas falam sobre a Doenças Da Vesícula Biliar

Doenças da vesícula, em especial a colelitíase (cálculo na vesícula biliar), é a cirurgia mais realizada pelo cirurgião geral e mais especificamente pelo cirurgião digestivo. Atualmente o procedimento é realizado sem cortes, em poucos minutos e o paciente recebe alta no dia seguinte. Sempre que um cálculo na vesícula for identificado procure o quanto antes um cirurgião para uma avaliação. O atraso na realização de uma cirurgia de vesícula pode trazer um resultado bastante ruim, com complicações temidas e de difícil resolução.
Dr. Eduardo Larchert Guimarães
Dr. Eduardo Larchert Guimarães Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

Salvador

A "pedra na vesícula", cujo nome científico é colelitiase, atinge uma parcela da população. Alguns pacientes podem ter esse distúrbio da vesícula e não apresentar sintomas. Outros, no entanto, podem apresentar quadros de dores abdominais associado a náuseas e vômitos e que, normalmente, piora com a alimentação. Ao apresentar esses sintomas, o paciente deve realizar uma Ultrassonografia de abdome para identificar se há ou não problema na vesícula biliar. Para saber mais, marque uma consulta com a gente e tire todas suas dúvidas.
Dr. Rodrigo Martins de Paiva Sales
Dr. Rodrigo Martins de Paiva Sales Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

Fortaleza

Pólipos de vesícula biliar são alterações incidentalmente encontradas em ultrassonografias (ecografias). Há uma diferença entre os pólipos verdadeiros e os pólipos de colesterol (colesterolose). Os pólipos de colesterol são inofensivos em sua maioria. No caso dos pólipos verdadeiros, há um risco de malignização baseado no tamanho, crescimento e outras variáveis. A conduta varia de acordo com o tipo, número e tamanho do(s) pólipos, presença de cálculos e outros fatores.
Daniel Weiss Vilhordo
Daniel Weiss Vilhordo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Endoscopista

|

Porto Alegre

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Da Vesícula Biliar?

Nossos especialistas responderam 84 perguntas sobre Doenças Da Vesícula Biliar.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Uma dor subcostal esquerda associada a distensão abdominal pode ser, simplesmente, sintomas de "gases", pois logo abaixo da costela fica o ângulo esplênico do cólon, que quando distendido, pode comprimir o diafragma e gerar esse desconforto. No entanto, se o sintoma está recorrente, é necessário realizar alguns exames de imagem para descartar patologias relacionadas ao baço, rins, estômago e cólon, antes de se fechar a diagnóstico. E uma vez, concluindo que se trata apenas de intenso meteorismo intestinal (gases), deve-se avaliar se há causas para isso, como alguma intolerância alimentar. Na maioria dos casos, um controle com dieta anti-fermentativa soluciona bem o problema. Quanto à vesícula, essa fica do lado direito e como você já operou, não há com que se preocupar em relação a ela. À disposição para maiores esclarecimentos.

  • 142
  • 31
  • 196
Dra. Fabiana Orozco Corrêa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Coloproctologista

São Paulo

Marcar consulta

Depende do conceito de grande. Geralmente, quando o pólipo é único é mais perigoso do que vários. Vários pólipos podem ser colesterolose que é doença benigna e não implica em cirurgia. Entretanto, tem pacientes de alto risco particularmente aqueles chilenos onde o câncer da vesícula é muito frequente. Pólipo > 1 cm é cirúrgico. É muita informação. A verdade é que o paciente precisa ser individualizado e daí avaliado corretamente, considerando-se risco-benefício. Consulte um cirurgião experiente, isso faz a diferença.

  • 562
  • 104
  • 1438
Dra. Clarissa Alster Vicente Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Cirurgiã geral

São Paulo

Marcar consulta

Bom dia. Em geral polipos de vesícula com tamanho até 6mm nós podemos fazer o seguimento com controle através da repetição do ultrassom em 6 meses. Porém , é muito importante a avaliação com cirurgião especialista para distinguir se esses possíveis pólipos na verdade não são microcálculos de vesícula , que no caso já teriam indicação de Colecistectomia. Obrigado e a disposição.

  • 8
  • 0
  • 5
Dr. Rafael Sandoval Marcari Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Vitória

Marcar consulta

Os pólipos de Vesícula Biliar são em sua grande maioria, lesões benignas, principalmente quando menores que 1 cm além de alguns padrões analisados em ultrassom ! O acompanhamento com seu médico ajuda a definir a melhor conduta. Sendo assim, não deveria contraindicar o procedimento se tiver um acompanhamento adequado com seu médico cirurgião do Aparelho Digestivo .

  • 2
  • 0
  • 1
Dr. Fernando Furlan Nunes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião oncológico

São Paulo

Ver as 84 perguntas sobre Doenças Da Vesícula Biliar