Doenças Das Paratireóides - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Das Paratireóides

Os especialistas falam sobre a Doenças Das Paratireóides

As glândulas paratireódes produzem um hormônio, o PTH, que é responsável pelo controle do metabolismo do cálcio. Os tumores destas glândulas produzem muito PTH que ocasiona um aumento do nível de cálcio do sangue. Essa situação gera fraqueza óssea (osteoporose), pedra nos rins, fraqueza muscular, alteração intestinal e psicológicas. O tratamento das doenças da paratireoide se faz com a retirada cirúrgica da(s) glândula(s) doente(s). Após a cirurgia os sintomas melhoram gradativamente ao longo dos meses,
Dr. Murilo Catafesta das Neves
Dr. Murilo Catafesta das Neves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

|

São Paulo

As paratireóides são quatro pequenas glândulas que se localizam atrás da glândula da tireoide, na região do pescoço. Essas glândulas secretam um hormônio chamado de paratormônio (PTH) e são responsáveis pelo equilíbrio do cálcio e manutenção da massa óssea. A diminuição da produção de PTH, principalmente após procedimentos cirúrgicos, pode levar a sensação de fraqueza, caimbras, formigamento. A produção excessiva de PTH, pode levar a osteoporose, fraturas, cálculo renal entre outros.
Tatiana Valente
Tatiana Valente Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

|

São Paulo

A doença mais comum das glândulas paratireoides são os adenomas, que produzem quantidades elevadas de PTH, ocasionando alta reabsorção óssea, destruindo esta massa, e sobrecarregando os rins, por vezes formando cálculos repetitivos. Diagnóstico preciso e tratamento precoce, revertem o quadro.
Dr. José Chacra Jr.
Dr. José Chacra Jr. Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

|

Jundiaí

As paratireóides são pequenas glândulas localizadas junto a tireóide, que normalmente estão em número de 4, e que são responsáveis pela maior parte do metabolismo do cálcio em nosso corpo. Quando aumentadas, podem causar o hiperparatireoidismo, doença caracterizada pela hipercalcemia (elevação do cálcio no sangue), fraturas e tumores ósseos, cálculos renais e depressão. O tratamento dessa condição é cirúrgico. Não se conhece uma doença clínica que se caracterize pela diminuição da função das paratireóides. Porém, uma tireoidectomia total pode ter como complicação o hipoparatireoidismo, que cursa com hipocalcemia (diminuição do cálcio no sangue), câimbras e dormências.
Dr. Francisco Bomfim
Dr. Francisco Bomfim Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

|

Fortaleza

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Das Paratireóides?

Nossos especialistas responderam 6 perguntas sobre Doenças Das Paratireóides.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! O diagnostico de Adenoma como vc perguntou é feito tanto pelo exame da patologia (na maioria dos casos) como laboratorial, com aumento da secreção de PTH: Hiperparatireoidismo e que pode ou não vir acompanhado do aumento dos níveis de cálcio (hipercalcemia). Existem casos onde há a Hiperplasia de paratireoides, com sintomas semelhantes, tratamento semelhante, mas de evolução diferente. Por isso, somente um exame de imagem (ultrassom) ou uma dosagem isolada não necessariamente significa alteração da paratireoide. Por isso procure um especialista para avaliar seu caso. Espero ter ajudado!!

  • 134
  • 69
  • 145
Dr. Giulianno Molina de Melo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Marcar consulta

A causa mais comum do aumento do cálcio nos consultórios médicos é o hiperparatireoidismo primário, mas nem todos têm indicação de cirurgia. Para indicar a cirurgia é necessário uma anamnese bem feita, exame clínico e alguns exames como densitometria óssea, clearence de creatinina, PTH, cálcio sanguíneo e urinário além de outros. Procure um especialista em cirurgia de cabeça e pescoço para maiores esclarecimentos.

  • 25
  • 20
  • 76
Dr. André L. F. Gouveia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

Brasília

Marcar consulta

Primeiro, nem sempre que há aumento do PTH significa que há um adenoma de paratireóide. Condições como carência de vitamina D, insuficiência renal ou elevação do cálcio urinário, que pode estar associado a alguns medicamentos. Por outro lado, a cintilografia com Sestamibi tem alguns fatores que interferem no resultado, como a qualidade do exame, e se há captação adequada do fármaco na paratireóide, que nem sempre tem. E por último, existem adenomas extracervicais, tanto intratorácicos quanto posteriormente às carótidas, de difícil diagnóstico. Concluindo, oriento falar com o seu médico assistente para prosseguir com a investigação médica.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 62
  • 27
  • 48
Dr. Francisco Bomfim Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

Fortaleza

Marcar consulta

Olá! O pós cirurgico costuma ser bem tolerado! Existem casos de dor moderada a severa, mas são poucos.. Em geral, controla-se muito bem a dor com medicamentos analgésicos e geralmente o episódio de dor mais intensa ocorre no primeiro ao segundo dia.. O procedimento é seguro desde que bem direcionado e realizado por profissional especializado. Discuta estes detalhes com seu médico! Espero ter ajudado!

  • 134
  • 69
  • 145
Dr. Giulianno Molina de Melo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 6 perguntas sobre Doenças Das Paratireóides