Doenças Do Colo Do Útero - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Do Colo Do Útero

Informação sobre Doenças Do Colo Do Útero

O que é?

O útero é parte do aparelho reprodutor feminino. No Brasil, o câncer desenvolvido nessa região é o mais comum entre as mulheres. Ele corresponde a 24% de todos os cânceres. As principais patologias que atingem o colo do útero são:

Câncer do colo do útero

Embora o câncer do útero seja o responsável pela grande maioria dos cânceres em mulheres no Brasil, seu índice de cura é muito próximo a 100% quando o diagnóstico é feito precocemente. Durante o exame ginecológico anual, os médicos devem fazer a coleta de material para o Papanicolau. Esse exame consiste na raspagem do colo do útero para análise em laboratório patológico. As células retiradas indicarão se há o desenvolvimento de algum tumor. Quando o tumor é detectado, há três opções de tratamento: quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. Os dois primeiros oferecem a possibilidade de a mulher continuar fértil.

Cercivite

É uma irritação no colo do útero. Sua origem pode ser congênita, hormonal (no período de gravidez ou pelo uso de anticoncepcionais) ou bacteriana (infecções). As infecções podem ser causadas pelas bactérias que já fazem parte da flora do corpo da mulher ou transmitidas através do ato sexual. Eventualmente as cercivites podem ser desenvolvidas pela sensibilidade do colo do útero a produtos químicos como o látex dos preservativos, espermicidas e tampões. Após o parto a mulher pode desenvolver cercivite crônica. Normalmente, a cercivite não apresenta sintomas. Em algumas mulheres, no entanto, causa corrimento vaginal, dor intensa na região e sangramento durante a relação sexual. O diagnóstico pode ser feito através do exame ginecológico e o tratamento, no caso de indícios de infecção, deve utilizar medicamentos antibióticos. As cercivites podem causar o aparecimento de lesões (feridas, erosão ou ectrópio) que precisam ser tratadas com a cauterização do colo do útero.

Feridas no colo do útero

Embora sejam popularmente como feridas ou lesões, naturalmente não é uma ferida comum. Trata-se de um trecho do colo do útero que se vira e deixa o tecido do canal cervical exposto. As feridas do útero podem sangrar, especialmente após o relacionamento sexual. A condição normalmente é consequência de alterações hormonais em mulheres no período fértil e motivada, na grande maioria das vezes, pela utilização de medicamentos anticoncepcionais. O tratamento deve ser feito a partir da suspensão do uso de contraceptivos hormonais. Antibióticos em forma de creme devem ser aplicados na vagina. Depois de sanado o problema da infecção, a cauterização do colo do útero pode acabar com as feridas.

Possui uma dúvida concreta sobre Doenças Do Colo Do Útero? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Doenças Do Colo Do Útero

Avaliação clinica em consulta ginecológica de rotina para coleta do papa nicolau, realização da colposcopia e vulvoscopia, captura hibrida para HPV e cultura da secreção vaginal. Orientação sobre doenças sexualmente transmissiveis, vacinação para HPV de adolescentes e adultos jovens e patologias do colo, vilva e vagina.
Dra. Alyk Vargas Alcobia
Dra. Alyk Vargas Alcobia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

As doenças do colo são diagnosticadas com o exame ginecológico, que deve ser feito por profissional médico. Evite a coleta de preventivo por profissional que não seja Medico Especialista pois a falta de experiência pode gerar um exame de baixa qualidade e, principalmente, deixar passar doenças que ainda estejam em estagio inicial. Minha recomendação: Exame Ginecológico deve ser realizado por Ginecologista. Descrevo os exames na descrição de " Displasia do colo uterino".
Zeliene Souza
Zeliene Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Manaus

Câncer de colo uterino: é o terceiro câncer mais comum entre as mulheres no mundo, e permanece com a principal causa de morte entre as mulheres de países em desenvolvimento. Nos Estados Unidos é relativamente menos comum. A Recomendações para rastreamento são específicas por grupos de idade e baseadas em Guidelines (orientações internacionais) de sociedades médicas, científicas como a Sociedade Americana de Câncer (ACS), a Sociedade Americana de Colposcopia e Patologia Cervical (ASCCP), a Sociedade Americana de Patologia Clínica (ASCP) a US Preventive Services Task Force (USPSTF), o Colégio Americano de Ginecologia e Obstetrícia (AGOC) e aqui no Brasil pela Federação Brasileira de Ginecolo
Dra. Mirian Hoeschl
Dra. Mirian Hoeschl Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Brasília

As principais doenças do colo do útero são as neoplasias intracervicais (NIC), lesões intraepiteliais de alto e baixo grau, e condilomas, causadas pelo vírus do HPV. As lesões iniciais (de baixo grau), podem ser tratadas de forma conservadora. As lesões de alto grau e NIC 2-3 em geral podem ser tratadas com pequenas cirurgias como cauterização, laser, conização, dentre outras técnicas.
Dra. Marina De Paula Andres
Dra. Marina De Paula Andres Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Colposcopia é um exame realizado para examinar a vagina, e o colo do útero, com o uso de um colposcópio, aparelho semelhante a um microscópio, dotado de lentes de aumento e luzes que permitem uma melhor visualização de lesões nesses locais. Vulvoscopia é um exame semelhante porem realizado na vulva. A biópsia é realizada durante o exame quando são identificadas lesões suspeitas de serem pré-cancerígenas ou cancerígenas. É retirado um pequeno fragmento das lesões ou alterações do colo do útero, da vagina ou da vulva, para realização de análise das características celulares para o diagnóstico da lesão. A duração do exame é de 10 a 20 minutos. Ambos os exames realizo em meu consultório.
Flavia Nogueira de Leoni
Flavia Nogueira de Leoni Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Do Colo Do Útero?

Nossos especialistas responderam 234 perguntas sobre Doenças Do Colo Do Útero.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Não. Mas assim que engravidar informe ao seu obstetra sobre o CAF para ser realizada um US para medir o colo uterino e saber se será necessário algum procedimento para impedir um abortamento. Tudo isso vai depender da tamanho da peça que foi retirado do seu colo. Se foi pequeno, muitas vezes não será necessário fazer nada. Boa sorte!

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 26
  • 10
  • 12
Dra. Sabrine Vilán Leão Barretto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Salvador

Marcar consulta

Sim! O útero em posição mais a esquerda chamado de sinistroposto (desviado para a esquerda) não causa problemas para engravidar e frequentemente é assintomático, geralmente um achado do exame físico ginecológico e confirmado pela Ultra-sonografia pélvica, Não se preocupe com isso. Converse com seu médico.

  • 832
  • 731
  • 2353
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Apos a cauterização de colo, especialmente quando muito extensa, pôde-se ter um leve sangramento por dias. Como esta fazendo um mês, seria interessante retornar em seu médico para ser examinada e ver se está tudo bem.

  • 585
  • 411
  • 1049
Mariana de Sousa Ribeiro de Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Belém

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Agende a sua consulta de reavaliação e esclareça suas dúvidas. A sua avaliação clínica através da historia clinica, suas queixas e exame físico é fundamental para o diagnóstico e tratamento corretos. Você manteve o seguimento correto após a cirurgia? Qual o resultado do seu último Papanicolaou? O NIC3, o HPV e o procedimento cirúrgico possívelmente não são a causa da dor pélvica e da coceira. Lembre que os seus parceiros sexuais precisam procurar atendimento médico. Eles podem ter o vírus e lesões pelo HPV. Solicite ao seu médico exames para descartar as outras infecções sexualmente como HIV, hepatite B e C e sífilis. Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Discuta o seu tratamento e diagnóstico.

  • 7597
  • 2898
  • 7439
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Ver as 234 perguntas sobre Doenças Do Colo Do Útero