Doenças Prostáticas - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Prostáticas

Informação sobre Doenças Prostáticas

O que é?

A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino. Ela tem como função produzir e armazenar um fluído que constitui (de 10% a 30%) o fluido seminal. Esse fluido seminal, conjuntamente com os espermatozoides, forma o sêmen. Ela é localizada abaixo da bexiga e pesa de 15 a 20 gramas. São três as doenças que mais a afetam:

Infecção (prostatite aguda ou crônica)

Trata-se de uma infecção bacteriana que atinge 10% dos homens com idade em 30 e 50 anos. Pode ser aguda ou crônica. Quando a prostatite é aguda, o paciente tem febre, sente tremores, fraqueza, dor e vontade quase incontrolável de urinar. Sua urina sai escura, exala um cheiro forte e pode conter sangue. O diagnóstico pode ser feito com uma entrevista e exame físico com o paciente. Exames laboratoriais de sangue (PSA- Antígeno Prostático Específico) e de urina (cultura e bacteroscópico) podem ajudar o médico. O tratamento é feito com medicamentos (antibióticos e anti-inflamatórios) e repouso. A prostatite crônica tem sintomas mais leves. Não apresenta febre, mas precisa do uso medicamentos antibacterianos por períodos mais longos.

Hiperplasia benigna

A hiperplasia benigna é o crescimento exagerado da próstata sem formação de tumores. Afeta de 80% a 90% dos homens após os 40 anos e seu principal sintoma é a dor na hora de urinar. Além disso, o jato de urina fica fraco, há gotejamento, maior frequência de urina no período noturno e aparecimento de sangue. Na grande maioria das vezes (90%), pode ser tratada com medicamentos e acompanhamento clínico. Nos outros casos, é recomendada a cirurgia para remoção total ou parcial da próstata.

Câncer

O câncer de próstata é o adenocarcinoma mais comum no homem. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maior a chance de cura. Para realizar o diagnóstico, o médico precisa fazer uma entrevista com o paciente. O histórico familiar (hereditariedade) é importante. O exame físico (toque retal) também. Exames laboratoriais como o nível de PSA no sangue podem ajudá-lo. Porém, quando há suspeita de câncer, há necessidade da realização do ultrassom transretal com biópsia prostática. O câncer na próstata não apresenta sintomas no início. Por isso, consultas regulares com o urologista após os 40 anos são essenciais para o diagnóstico precoce. A cirurgia é o único tratamento indicado. O envelhecimento é a o principal motivador das doenças de próstata. O órgão cresce com o tempo. A presença de casos na família também é um fator de risco assim como o hábito de fumar, o consumo excessivo de álcool, carne vermelha e leite.

Possui uma dúvida concreta sobre Doenças Prostáticas? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Doenças Prostáticas

Pacientes com dificuldade de esvaziamento da bexiga e aumento da frequência urinária noturna, podem estar com doença prostática. A avaliação anual da próstata nos permite acompanhar seu crescimento e o risco de aparecimento de tumor prostático. Iniciamos o tratamento clínico e na falha deste e nos casos mais graves, utilizamos os métodos cirúrgicos mais adequados a cada tipo de paciente.
Dr. André Luiz Campos Mancini
Dr. André Luiz Campos Mancini Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Manaus

O que é HPB? A hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma das doenças mais frequentes no homem. Consiste no crescimento benigno da próstata. Seu crescimento é decorrente de processo natural e inerente ao envelhecimento do homem - ligado diretamente à testosterona (hormônio masculino). Estima-se que cerca de 50% dos homens apresentam algum grau da doença após os 50 anos; e que mais de 30% necessitarão de tratamento durante a vida. Por isso, a HPB, juntamente com o câncer de próstata, deve ser motivo de vigilância nas consultas urológicas, principalmente a partir dos 40/50 anos de vida da população masculina.
Dr. Marco Dionisio
Dr. Marco Dionisio Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Rio de Janeiro

A próstata é uma glândula e faz parte do aparelho reprodutor humano. Ela fica abaixo da bexiga e acima do reto, englobando toda a volta da primeira porção da uretra. A próstata colabora com a produção do fluido seminal que ajuda a carregar os espermatozoides durante a ejaculação. Um dos problemas mais comuns da próstata é o seu crescimento benigno, que, com o passar do tempo, pode comprimir a uretra e causar dificuldade para urinar. Outras patologias que também podem acometer a próstata são o câncer de próstata e as prostatites (infecções e inflamações da próstata).
Dr. Diogo Carlo Cruz Smith
Dr. Diogo Carlo Cruz Smith Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Aracaju

Entre os problemas prostáticos mais frequentes, encontram-se a Hiperplasia Prostática Benigna, ou HPB, e o Câncer de Próstata. A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma condição em que a próstata aumenta de volume. Pode causar sintomas urinários como dificuldade miccional, aumento da frequencia urinária, diminuição do jato urinário, esforço para iniciar uma micção, sensação de resíduo na bexiga após uma micção. Seu diagnóstico é feito através de consulta, exame físico e exames complementares, e seu tratamento pode ser tanto medicamentoso quanto cirúrgico.
Dr. Paulo Jaworski
Dr. Paulo Jaworski Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Curitiba

A próstata é uma glândula localizada ao lado da bexiga (no homem). Com o passar da idade, pode evoluir com o aumento de tamanho (hiperplasia prostática) e também com câncer. A hiperplasia (HPB) pode levar a sintomas como: jato urinário fraco, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga e micções noturnas, podendo também causar sangramento na urina, cálculos na bexiga e até insuficiência renal. O Câncer de Próstata costuma ser assintomático, e o diagnóstico precoce ainda é a melhor prevenção, com tratamento particularizado para cada paciente. Acompanhei dois dos maiores cirurgiões de próstata do Brasil e do Mundo, Prof. Miguel Srougi e Dr. Vipul Patel, e aqui desempenho esses ensinamentos.
Dr. Luis Fernando Dip
Dr. Luis Fernando Dip Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral, Urologista

|

Francisco Beltrão

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Prostáticas?

Nossos especialistas responderam 25 perguntas sobre Doenças Prostáticas.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Importante retornar o urologista pois ele irá fazer uma série de perguntas para saber se o seu aumento prostático requer ou não algum tipo de tratamento. Ultrasom não faz nem exclui diagnóstico de neoplasia (câncer) de Próstata. Fique bem e um excelente 2018, Atenciosamente.

  • 84
  • 23
  • 38
Dr. Flávio Vasconcelos Ordones Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

São Paulo

Marcar consulta

Prezado amigo, é extremamente importante que você seja avaliado por um Urologista através de uma história clínica e exame físico completos. Uma vez identificado um nódulo na próstata, alguns exames complementares são necessários para esclarecer se trata-se de doença benigna ou câncer de próstata. Dentre estes exames, destacam-se o PSA, a Ressonância Multiparamétrica da Próstata e a Biópsia de Próstata, que são solicitados a depender da particularidade de cada paciente.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 3
  • 1
  • 7
Dr. Francisco Hidelbrando Alves Mota Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

Fortaleza

Marcar consulta

Ola. A elevação de PSA não é exclusiva de quadros tumorais. Outras condicoes clinicas podem elevar também o PSA, como inflamações crônicas e isso pode ser um fator de confusão. Alem do PSA, outros dados podem ser observados para se saber sobre a existência de um possível tumor de próstata, como a velocidade de elevação de PSA, toque retal, ressonância da próstata. Sugiro que converse com seu medico urologista, a luz dos achados da biopsia, para que ele saiba a melhor conduta para você. é possível que a elevação seja apenas uma um processo inflamatório crônico, como o que mostrou na biopsia, mas a avaliação dele é fundamental para saber a melhor conduta neste momento. Melhoras!

  • 214
  • 141
  • 219
Marcos Vinicius da Silva Franca Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oncologista

Taguatinga

Marcar consulta

Olá, psa total de 0,34 é um valor normal. Lembrando apenas que a dosagem do psa complementa o exame da próstata (toque retal). Abs.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 40
  • 4
  • 8
Dr. Ricardo Azevedo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

Salvador

Marcar consulta

Ver as 25 perguntas sobre Doenças Prostáticas