Doenças Vasculares Periféricas - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Doenças Vasculares Periféricas

Os especialistas falam sobre a Doenças Vasculares Periféricas

São inúmeras as doenças vasculares periféricas acometendo um grande percentual de paciente por todo o mundo. E a melhor forma de tratá-las e acompanha-las, é através de uma avaliação minuciosa feita pelo angiologista e cirurgião vascular. A grande maioria das patologias vasculares são diagnosticadas por um exame físico bem feito.
Dr. Jefferson Kleber Forti
Dr. Jefferson Kleber Forti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Belo Horizonte

O termo refrere-se principalmente às doenças que acometem artérias. Cada caso exigirá analise adequada para definir local (vasos de pequeno, medio ou grande calibre) assim como tipo de acometimento (estenose, oclusao ou dilatacao). Apos, uma conduta especifica é adotada, como tratamento conservador medicamentoso, caminhadas, cirurgias ou tratamentos minimamento ivasivos.
Dr. Airton Mota Moreira
Dr. Airton Mota Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião vascular, Radiologista

|

São Paulo

São doenças que atingem o sistema circulatório que consistem em: a) Artérias - que levam o sangue do coração aos tecidos, levando sangue oxigenado e nutrientes para as células dos tecidos e órgãos b) Veias - trazem o sangue de volta dos tecidos para o coração e pulmões para ser oxigenado e novamente impulsionado, fechando o circuito da circulação do sangue c) Vasos Linfáticos: Drenam o líquido (linfa) que fica entre as células para dentro das veias e são nossa primeira linha de defesa contra infecções. Doença nas artérias causam isquemia (falta irrigação) e doença nas veias e vasos linfáticos causam inchaço (falta drenagem).
Dra. Maira Souza
Dra. Maira Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgiã vascular

|

Aracaju

Tratamento de varizes - "vasinhos" ou "veias quebradas" são veias doentes e não necessárias a circulação, de forma que podem ser tratadas de várias maneiras, como aplicação (escleroterapia) convencional, a laser ou espuma, e também o tratamento cirúrgico convencional e/ou com endolaser. Existem também as doenças arteriais e linfáticas, que podem estar associadas, e também apresentam formas de tratamento clínico e cirúrgico. Contamos com a presença e facilidade do exame de Eco Doppler colorido para adequado estudo de caso e definição do melhor tratamento.
Laurence Furtado e Souza
Laurence Furtado e Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Brasília

As doenças vasculares periféricas envolvem um gama enorme de patologias. Basicamente o primeiro a ser feito é classificá-la em dois grandes grupos: doenças arteriais e doenças venosas. As arteriais estão relacionadas com aterosclerose, tabagismo, diabetes entre outras, podendo levar inclusive a perda do membro acometido. Nas doenças venosas encontram-se as varizes, ulceras varicosas, trombose venosa, etc. A consulta com o cirurgião vascular é fundamental para, primeiro identificar se as queixas relatadas pelo paciente tem origem nas doenças da circulação; solicitar exames complementares quando pertinente, e instituir a melhor terapia, individualizada para cada caso.
Dr. Mauro Bombonatti Filho

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Jacareí

Ver mais

Tem perguntas sobre Doenças Vasculares Periféricas?

Nossos especialistas responderam 16 perguntas sobre Doenças Vasculares Periféricas.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Quando a causa é a insuficiencia venosa, ela deve ser tratada antes de qualquer coisa. De nada adianta cuidar da estética se não resolver o problema que causou isso. Após o tratamento, os pacientes relatam uma melhora do aspecto, e somente depois, o clareamento da pele poderá ter sucesso.

  • Obrigado 13
  • 1 especialista está de acordo
  • 183
  • 108
  • 287
Prof. Alexandre Campos Moraes Amato Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião vascular

São Paulo

Marcar consulta

Olá! A flebite é um processo inflamatório e/ou obstrutivo que acomete veias em qualquer região do organismo. Geralmente o clínico atende inicialmente estes pacientes e muitas vezes é suficiente. Mas cabe lembrar que no caso por exemplo de uma tromboflebite superficial é recomendável ser avaliado por um angiologista/cirurgião vascular. Outro dado muito importante também é que entre 12 a 40% dos paciente com tromboflebite superficial em um membro, podem ter trombose profunda no membro contra lateral.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 79
  • 52
  • 332
Dr. Jefferson Kleber Forti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

Belo Horizonte

Marcar consulta

Olá. Meias elásticas são um tratamento para sintomas da insuficiência venosa crônica ( Dor, edema, sensação de peso , etc ). Elas não tratam manchas ( dermatite ocre ) e nem resolvem as varizes nem os "vasinhos". Não ficou muito claro para mim o que está causando o aspecto desagradável nas suas pernas. Se forem os vazinhos e varizes temos vários tipos de tratamentos. Se foram manchas hoje temos varizes tipos de lasers que promovem um clareamento muito satisfatório da pele.

  • 37
  • 5
  • 12
Dr. Bruno Nobre Varotto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

São Caetano do Sul

Marcar consulta

As manchas descritas por você não parecem ser decorrente de insuficiência venosa. Sugiro que passe por avaliação médica para investigação das manchas.

  • 19
  • 4
  • 9
Dr. Eduardo Antonio Carpentieri Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 16 perguntas sobre Doenças Vasculares Periféricas