Dor de dente - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Dor de dente

Informação sobre Dor de dente

O que é dor de dente?

O conhecido popularmente como dor de dente é provavelmente a causa mais comum de dor na região facial, sendo causada na maioria dos casos por uma pulpite aguda (inflamação da cavidade pulpar do dente). Ele geralmente aparece como uma dor aguda e grave, que ocorre em resposta a estímulos, como alimentos frios, quentes ou doces. Quando a inflamação progride pode levar à infecção dental, inicialmente localizado no canal pulpar, mas se não tratada irá se espalhar ao redor do dente causador, e mesmo fora dela, a dor é tão intensa e contínua, aumentando claramente se pressionar o dente causador.

Quais são as causas da dor de dente?

  • Cárie Dentária
  • Fratura dental
  • Fissura Dental ( um dente quebrado comfragmentos que mudaram e não pode ser visível, mas permitindo a passagem de germes na cavidade oral para o canal pulpar)
  • Irritação após o tratamento dental feito. Às vezes acontece que depois do trabalho odontológico realizado, os materiais utilizados nele pode causar desconforto e irritação local, apesar de ser bem sucedido.
  • A exposição da raiz do dente. Isso acontece quando a gengiva se retrai e retrai deixando parte visível da raiz do dente, ele não deve ser normalmente visível e em contato com alimentos quentes ou frios podem causar um choque doloroso.

Em outras vezes há problemas que podem causar dor semelhante ao dentista, ainda não localizou a fonte de dor no dente em si:

  • Abcessos ou furúnculos gengiva (periodontal)
  • Úlceras (feridas), localizadas na gengiva (como na gengivite ulcerativa aguda)
  • Inflamação, pericoronarite da gengiva em torno de um dente que está tentando emergir da sua posição natural das mandíbulas (muito comum quando você começar a ter aqueles conhecidos como "dentes do siso", especialmente os mais baixos)
  • Inflamação sinusite, de cavidades naturais em torno do nariz (dependendo da cavidade é afetado, vamos falar de sinusite frontal, maxilar, etc.)
  • Artrite da dor na ATM (articulação temporomandibular), geralmente localizado em frente das orelhas, o que geralmente aumenta quando se deslocam da mandíbula, e pode irradiar para outras áreas do rosto.

Há muitas outras causas de dor na cavidade oral que podem ser leves ou graves, por isso é sempre aconselhável consultar um especialista para esclarecer a origem do desconforto e para descartar processos graves.

Vale lembrar que às vezes uma dor que parece ser originado em ou perto de um dente tem sua verdadeira origem em outro local próximo ou mesmo distante.

Como podemos prevenir a ocorrência de dor dentária?

A melhor maneira de prevenir a dor de dente é manter seus dentes e gengivas sempre limpos,  tentar limitar o consumo de alimentos doces e líquidos durante as refeições (evite os doces pegajosos, porque grudam  no dente). Você sempre tem que escovar os dentes após as refeições, usando um creme dental com flúor.

É conveniente usar fio dental para limpar os espaços entre os dentes ou escovas interdentais vez (sempre de acordo com as recomendações do seu dentista). Vão regularmente ao dentista para exames preventivos, e se necessário, corrigir eventuais problemas de forma precoce.

O que devo fazer se eu tiver dor de dente?

A primeira coisa a fazer é ir a um dentista o mais rapidamente possível para evitar o que, em princípio, o que é um pequeno problema, se transforme em algo sério que requer tratamento hospitalar. Não tome antibióticos sem receita médica, pode ser desnecessário, e às vezes são ineficazes no tratamento de doenças graves pelo uso indevido.

Se tomarmos por analgésicos, tenha em mente que alguns dos analgésicos no mercado que pode ser prejudicial se tomado sem supervisão médica (vómitos, tonturas, úlcera de estômago, etc.) Então, sempre procure ajuda médica pois é ele que escolhe o mais apropriado de acordo com a intensidade da dor, alergias a medicamentos, doenças passadas, e assim por diante.

Como o dentista pode ajudar?

  • No caso de pulpite,  normalmente é resolvido com um simples preenchimento da parte afetada.
  • Se estamos lidando com um abcesso de origem dentária (e não há formação de pus e inchaço da área), você deve sempre retirar o conteúdo do abscesso, também instituir antibioticoterapia adequada.
  • Quando a inflamação predomina e ainda não pus formado trata de celulite de origem dentária, o dentista vai tentar o tratamento com antibióticos eo dente que causou a infecção.
  • Se o status de um abscesso no dente causando permite que ele seja reparado deve ser removida quando o paciente está recebendo tratamento antibiótico. Se em vez da peça pode ser reparado irá drenar o abscesso e em seguida, executar endodôntico (canal pulpar enchimento) da parte afetada, se necessário.

O que pode acontecer se a dor não for do dente?

Se você não receber tratamento adequado, pode desenvolver uma infecção que se espalha para o resto da boca, face, e até o pescoço. Estas infecções estão longe de ser insignificante e pode até causar sérios problemas alimentares (por causa da impossibilidade de abrir a boca) e de respiração sendo, então, potencialmente perigosas para as nossas vidas.

Cuidados especiais devem ter pessoas com distúrbios ou doenças que alteram os mecanismos de defesa do organismo (lembre-AIDS), porque no seu caso as infecções serão mais perigosas. Outro grupo de pessoas em risco de complicações severas para as infecções são diabéticos, devido à doença (especialmente se a longo prazo).

Possui uma dúvida concreta sobre Dor de dente? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Dor de dente

Dor de dente é um sentimento incômodo produzido pela excitação de terminações nervosas na região dentária. Pode ser o sinal de alguma condição bucal séria, assim como pode ser resultado de lesões e acidentes Dentre as causas de dores de dentes, destacam-se a cárie, problemas na polpa do dente e na gengiva, sensibilidade a alimentos quentes ou frios, desgaste do esmalte, abscessos, bruxismo, lesão ou infecção dental, problemas da articulação temporomandibular, restaurações de dentes danificadas, etc. O bom diagnóstico é fundamental solucionar a causa e para promover o alívio da dor.
Dra. Ariane Miranda Da Paixao Marques
Dra. Ariane Miranda Da Paixao Marques Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dentista

|

Belo Horizonte

A dor de dente nem sempre está relacionada ao tratamento de canal, podendo ser sanada com um procedimento restaurador simples. Mas, no caso de precisar realizar o tratamento de canal, esse é feito em sessão única, através do uso de motores de endodontia, proporcionando maior conforto para os nossos pacientes.
Dra. Natália Lucena
Dra. Natália Lucena Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dentista

|

Fortaleza

A dor de dente geralmente está associada à presença de cárie ou de trincas e fissuras. O diagnóstico é realizado através do exame clínico e radiografias. A dor cessa quando removemos a cárie ou realizamos o tratamento do canal do dente, em casos mais graves. O diagnóstico precoce da cárie evita que tenhamos dores de dente ou que precisemos de tratamentos mais complexos e custosos como o de canal.
Prof. Dr. Rowan Vilar
Prof. Dr. Rowan Vilar Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dentista

|

Rio de Janeiro

A dor pode se manifestar através de pressão no dente ou de estímulos quentes ou frios. Se persistir por mais de 15 segundos após a remoção do estímulo, certamente a polpa dentária (porção nervosa do dente) está sob um processo inflamatório. À medida que aumenta a dor pode irradiar para o rosto, o ouvido ou todo o maxilar. A dor de dente, dor na mandíbula e na maxila são queixas comuns que devem ser tratadas com urgência. Procure seu dentista imediatamente.
Dr. Eduardo Gurkewicz

Dentista

|

Curitiba

Ver mais

Tem perguntas sobre Dor de dente?

Nossos especialistas responderam 29 perguntas sobre Dor de dente.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! Primeiramente procure o dentista que fez o procedimento para que ele investigue o que está ocorrendo, ele conhece o seu dente melhor do que qualquer um. Caso precise de uma segunda opinião, procure um especialista em endodontia. Ele fará exames e poderá pedir uma tomografia desse dente, a fim de procurar os motivos que possam estar trazendo essa dor remanescente. Boa sorte!

  • 65
  • 73
  • 53
Prof. Dr. Rowan Vilar Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dentista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Parabéns por ter feito a reabilitação e ter escolhido a porcelana que é um ótimo material ! O melhor é você voltar no reabilitador oral para dar uma olhada no que vem a ser essa dor ...o tratamento a laser ajuda na cicatrização da gengiva , o creme para a sensibilidade ajuda se estiver a raiz exposta ! O ideal seria você ter a radiografia final a de quando foi colocada a porcelana e realizar uma nova tomada agora e comparar as duas para averiguar possíveis diferenças ou não ! Espero ter ajudado !

  • 70
  • 119
  • 105
Dr. Adalberto Brant

Dentista

Olá. Pode sim, ter relação. Retorne ao dentista e se necessário, faça a extração do siso.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 264
  • 260
  • 133
Dr. Diego Limoeiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião buco-maxilo-facial, Dentista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Olá. O correto é você procurar um endodontista (especialista em canal) para verificar se a sua dor é por causa do tratamento inadequado do canal ou é por causa de alguma infecção na gengiva que sangra. Sem um exame detalhado não dá para saber a origem do problema

  • 146
  • 63
  • 41
Dr. Daniel Roberto De Assis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dentista

Americana

Marcar consulta

Ver as 29 perguntas sobre Dor de dente