Dor Intratável - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Dor Intratável

Os especialistas falam sobre a Dor Intratável

Atualmente há diversos tratamentos para o quadro de dor de difícil controle com o objetivo de controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Implante de bomba programada com fármacos, rizotomia facetária, neuroestimulação medular, bloqueio de nervos são exemplos de procedimentos disponíveis no arsenal terapêutico de neurocirurgiões com experiência no tratamento da dor crônica. Consulte um especialista para maiores informações.
Dr. João Luiz Vitorino Araújo
Dr. João Luiz Vitorino Araújo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

Dor crônica afeta 37% da população brasileira. Muitas vezes a dor não tem uma origem bem definida e torna-se um "fardo" na vida dos pacientes. Uma consulta detalhada focada na dor do paciente, aliada à métodos diagnósticos de imagem e laboratoriais nos ajuda a encontrar a causa e controlar a mesma. Muitas vezes mostra-se a necessidade de uma abordagem multidisciplinar (fisioterapia, acupuntura, psicólogos) para alcançarmos um bom controle. Uma causa muito comum e que causa grande sofrimento é a dor oncológica (durante o tratamento do câncer) que é abordada com medicamentos e bloqueios anestésicos na Medicina da Dor.
Dr. Manoel Pedro Rodrigues Soares Júnior
Dr. Manoel Pedro Rodrigues Soares Júnior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Anestesiologista

|

Teixeira de Freitas

Conforme descreve o Código Internacional de Doenças (CID), sob a numeração R52.1 - Dor crônica intratável, costumamos dizer que a dor é muitas vezes não curável, mas pode ser tratável. Tratável no sentido de melhorar o nível de dor que o paciente sente, para que a dor passe para um nível tolerável, no sentido que o paciente possa assim voltar às suas atividades do dia a dia mantendo sua dor controlada. Dor é subjetiva, cada indivíduo sente a sua e sabe a dimensão dela, cabendo ao médico especialista em dor fornecer meios para controla-la, dando ao paciente melhor qualidade de vida.
Dr. Pablo Nascimento
Dr. Pablo Nascimento Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Especialista em Dor, Neurocirurgião

|

Campinas

Ver mais

Tem perguntas sobre Dor Intratável?

Nossos especialistas responderam 11 perguntas sobre Dor Intratável.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Dor em paciente com câncer tem um arsenal terapêutico que pode ser utilizado. Os derivados da Morfina são uma boa escolha para ela. Porém, ela talvez necessite de associações de medicamentos para obter um resultado que trate a dor e a angústia de estar com um câncer. Assim, seria bom uma avaliação com um especialista em Dor, pois ele teria o domínio necessário para promover o alívio necessário para para essa paciente.

  • 23
  • 6
  • 23
Dr. Diego Vasconcelos

Especialista em Dor, Médico clínico geral

Mossoró

Ola, realmente na síndrome do piriforme você fica impossibilitado de realizar atividades físicas por causa da dor. Já que o tratamento clínico não resolveu o problema, existem alguns tratamentos intervencionistas que estão indicados não seu caso. O bloqueio do músculo piriforme por exemplo é um deles e pode ser feito em hospital ou em clínicas especializadas em dor, com especialistas no assunto. Existe também algumas intervenções que não são com agulhas mas sim com um aparelho específico para esses tipos de patologias da musculatura. Procure um clínico de dor com experiência nessas intervenções. Atensiosamente

  • 64
  • 22
  • 70
Dra. Mariana Palladini

Especialista em Dor

São Paulo

Procure um médico para avaliar especificamente tais queixas de dores, local da dor, tipo de dor, intensidade. Dessa forma é possível definir um diagnóstico específico para a causa dessa dor, e definir um tratamento direcionado para tal.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 22
  • 10
  • 13
Dr. Hermann dos Santos Fernandes

Anestesiologista, Especialista em Dor

São Paulo

Olá! Realmente se você tem síndromes dolorosas crônicas e é alérgica a uma série de medicações o seu caso deve ser meticulosamente avaliado. Nessas situações pode-se considerar outras terapias como toxina botulínica, estimulação transcraniana, terapia cognitivo comportamental além de outras formas de terapia complementar. Consulte um neurologista para te examinar, estudar melhor seu caso e indicar os procedimentos adequadamente, Abraço Diego de Castro

  • 105
  • 66
  • 173
Dr. Diego de Castro dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurofisiologista, Neurologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 11 perguntas sobre Dor Intratável