Endometriose - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Endometriose

Informação sobre Endometriose

O que é?

A endometriose é uma doença caracterizada pela presença do endométrio fora do útero. O endométrio é a camada interna do útero que é sempre renovada nos períodos de menstruação. A doença atinge apenas mulheres em sua fase reprodutiva e pode causar problemas nos ovários, na parte anterior e posterior do útero e também em seus ligamentos, nas trompas, no tecido entre a vagina e o reto, na bexiga, na superfície do reto e na parede da pelve. A doença aparece com bastante frequência. Estima-se que atinja 15% das mulheres entre 15 e 45 anos de idade. Em mulheres com problemas de fertilidade esse índice chega a 70%.

Qual é a causa?

No momento da menstruação, parte do sangue que deve ser eliminado passa pelas trompas e acaba se alojando dentro da barriga. Essas células possuem capacidade de crescimento e multiplicação. Por isso, devem ser eliminadas pelo organismo. Quando o sistema imunológico não é capaz de eliminar essas células, surge a endometriose.

Quais os sintomas?

A endometriose pode causar dores durante as relações sexuais, aumentar as cólicas no período menstrual, gerar dores na barriga da perna e nas costas.

Como fazer o diagnóstico?

A entrevista com a paciente é o primeiro passo para criar a suspeita de endometriose. Relato de cólicas muito fortes no período menstrual e de dor que se irradia para a coxa e para o ânus e até na hora de evacuar ou urinar pode ligar o sinal de alerta. O exame físico com toque ginecológico e retal deve ser feito. Para confirmação, pode ser realizado exame de sangue (Ca-125), a ultrassonografia vaginal e até a ressonância magnética da pelve.

Qual o tratamento?

O principal objetivo do tratamento da endometriose é reduzir os sintomas. Por se tratar de uma doença considerada benigna, a cirurgia deve ser evitada. O tratamento deve ser prescrito de acordo com os objetivos da paciente. A suspensão da menstruação através de hormônios pode ser uma opção para quem não deseja ter filhos. Para quem deseja engravidar, geralmente a cirurgia é a melhor solução.

Possui uma dúvida concreta sobre Endometriose? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Endometriose

A endometriose é uma doença causada pela presença, encontro, de células do endométrio (tecido que reveste a camada interna do útero) fora do seu local habitual, ou seja, fora da cavidade uterina, causando um processo inflamatório crônico nestes locais anômalos. Não existe ainda uma teoria única que explique esta patologia, mas um dos mecanismos que ocorre é o fato das células endometriais (menstruais) em vez de serem expelidas para baixo em direção ao colo do útero e vagina durante a menstruação, elas se movimentam no sentido oposto caminhando em direção das trompas, ovários ou alcançando a cavidade e órgãos abdominal, para se instalar, multiplicar e sangrar nos próximos ciclos menstruais.
Dr. Roberto Buenfil de Faria
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

A endometriose é uma doença caracterizada pelo disseminação do endométrio fora da cavidade uterina, principalmente em ovários, trompas e intestino. A Dra. Khatty se especializou no diagnóstico e tratamento da endometriose. Para o diagnóstico a médica se aperfeiçoou em ultrassonografia abdominal voltado para o diagnóstico de endometriose. O tratamento é realizado com implantes hormonais. Os implantes hormonais fazem o controle clínico da endometriose e podem melhorar a TPM, a dor cólicas menstruais, aumentar a massa óssea e muscular.
Dra. Khatty Johanny Humbelina Avellán Neves
Dra. Khatty Johanny Humbelina Avellán Neves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Belo Horizonte

A cólica menstrual é o principal problema da endometriose. Outros sintomas como fadiga, mal-estar, cansaço, distúrbios do sono, dor ao urinar, sangramento irregular podem aparecer, dependendo da localização e extensão da doença. A endometriose é muito sensível aos estímulos hormonais e se não for tratada precocemente, evolui com piora progressiva das dores e da capacidade de engravidar. Por isso, é importante fazer logo o diagnóstico através da consulta médica, exame físico, ultra-sonografia, ressonância e começar de imediato o tratamento para impedir a progressão da doença. O tratamento principal e mais frequente é através do uso de medicações, mas a cirurgia pode ser necessária.
Dr. Jose Alexandre Portinho
Dr. Jose Alexandre Portinho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista, Nutrólogo

|

Rio de Janeiro

Endometriose é uma doença que vem cada vez mais acometendo mulheres no período mais produtivo da vida e afetando o que elas tem de mais sagrado que é o dom da maternidade e sua qualidade de vida. A Endometriose causa infertilidade, dor pélvica crónica incapacitante e dor sexual. Por essa complexidade, é necessário uma equipe multidisciplinar, coordenada pelo ginecologista com conhecimento profundo da doença, para que se possa abordar todos os aspectos envolvidos pela doença.
Dr. Corival Castro
Dr. Corival Castro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Goiânia

Endometriose é uma doença benigna porém com impacto na saúde feminina variável,e que acomete mulheres no periodo fértil. Pode manifestar como dor pélvica , colicas intensas, dor à relaçao sexual e sintomas intestinais ou do trato urinário , a depender dos órgãos pélvicos acometidos. Em 50% dos casos cursa com infertilidade. O tratamento deve ser individualizado e é dependente dos sintomas e do interesse reprodutivo. O tratamento medicamentoso ajuda no controle dos sintomas e em caso de falha o tratamento cirurgico, de diferentes complexidades, se impõem. Em pacientes inférteis a cirurgia traz resultados modestos (40-50%) e a Reprodução Assistida é a melhor opção em idade > 35anos .
Dr. Fabio Biaggioni Lopes
Dr. Fabio Biaggioni Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São José dos Campos

Ver mais

Tem perguntas sobre Endometriose?

Nossos especialistas responderam 275 perguntas sobre Endometriose.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! Para endometriose grau 4 recomendo tratar com um profissional especializado em endometriose, pois a cirurgia costuma ser de alta complexidade, e precisa ser feita por via laparoscópica ou robótica. Para casos como o seu é fundamental que a primeira cirurgia seja a melhor e mais completa possível, para garantir melhor resultado, maior tempo livre da doença, menor risco de recidiva e melhora mais significativa dos seus sintomas. Os riscos da cirurgia dependem de onde estiver as lesões de endometriose e da experiência da equipe cirúrgica. Procure um especialista para fazer uma avaliação e tirar todas suas dúvidas. Um abraço e boa sorte!

  • 25
  • 24
  • 349
Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

Ginecologista

São Paulo

Provavelmente vc deve estar se referindo ao endometrioma ovariano, que é a presença de um cisto de endometriose no ovário. Endometriomas, em geral, não desaparecem sozinhos com tratamentos hormonais. Habitualmente sua remoção é mesmo por cirurgia. Mas isso não quer dizer que vc precise fazer a cirurgia antes de engravidar. Vc pode ir tentando sua tão sonhada gravidez ao mesmo tempo que planeja o tratamento da endometriose. Faça o acompanhamento regular com seu ginecologista!

  • Obrigado 11
  • 1 especialista está de acordo
  • 185
  • 49
  • 523
Dr. Ruy de Oliveira Machado Jr Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

A presença de nódulos de endometriose na parede abdominal, geralmente é causado pelo implante de fragmentos de endométrio do útero ocorrido durante o parto cesariana. O tratamento cirúrgico para retirada das lesões pode melhorar a doença. Entretanto, mesmo após a cirurgia, existe a possibilidade de recidiva da endometriose. Por essa razão, você deve manter o contato com o seu médico para verificar através de exames se todos os focos de endometriose foram removidos.

  • 95
  • 22
  • 28
Dr. Jose Alexandre Portinho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista, Nutrólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Ter endometriose não é igual a realizar a cirurgia. Todo tratamento, cirúrgico ou medicamentoso, visa a melhora as dores pélvicas, das dores na relação sexual e das cólicas menstruais. Com a melhora desses sintomas, você poderá ter uma melhora do seu bem estar e da sua qualidade de vida. A endometriose é uma doença crônica. Fazer a cirurgia não significa ficar livre da doença. A maior parte das mulheres com endometriose precisam manter um tratamento após a cirurgia, geralmente com anticoncepcionais e hormônios. Alguns casos de endometriose profunda com invasão e comprometimento de intestino, reto, ureter e bexiga, o tratamento pode ser cirúrgico. Assim, o seu caso precisa ser melhor visto. O Alurax ou dienogeste é uma medicação hormonal que pode ser usada no tratamento. É bom lembrar que esta medicação não é liberada para anticoncepção. Discuta com o seu médico a sua anticoncepção. Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 5912
  • 2433
  • 4626
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Ver as 275 perguntas sobre Endometriose