Bom dia gostaria de tirar algumas duvidas; trabalho a noite em uma met...

Em primeiro lugar, é sempre importante descartar o que chamamos de causas orgânicas, ou seja, se há outros motivos para você estar sentindo estes sintomas. Ou seja, descartar causas cardiológicas (do coração), hormonais (como doenças de tireóide por exemplo), alteração no hemograma (por exemplo anemia), entre diversas outras causas que um clínico geral de sua confiança, por exemplo, pode descartar. Caso não seja encontrado nenhuma alteração que justifique os sintomas, ou mesmo que seja ao mesmo tempo, procure um psicólogo(a) ou médico(a) psiquiatra de sua confiança para tentar entender melhor os possíveis motivos que levaram ao problema. Um abraço!

Estou de acordo coma colega Paula. A Psiquiatria é utilizada como diagnóstico de exclusão. Procure excluir as causas orgânicas, antes de procurar um psicólogo ou psiquiatra.

Att.

Primeiramente é importante a avaliação do cardiologista e, eliminadas as etiologias (causas) cardiopatas o segundo passo é a procura pelo psicólogo visando a investigação das razões do sentimento de angústia bem como o trabalho de hábitos saudáveis de vida, como a observação de horas mínimas de sono que também podem levar ao desconforto no peito

O fato de você trabalhar à noite e dormir pouco, se não está habituado a esta rotina, pode sobrecarregar o organismo pela alteração do ciclo biológico do sono, o que traz essa sensação de cansaço. Primeiramente você deve procurar um cardiologista para descartar as causas orgânicas, lembrando que o estresse e a hostilidade tem sido associados ao maior risco de doenças cardiovasculares. Se for este o seu caso, um psicólogo poderá ajudá-lo a melhor lidar com essas emoções que causam prejuízo à sua saúde física e psicológica.

Como bem disseram os profissionais, necessária avaliação clínica para assegurar-se de que não existem anomalias orgânicas.
Negativado o diagnóstico clínico e, persistindo os sintomas, procure avaliação psicológica. Alguns transtornos de humor podem estar associados, mas apenas um profissional poderá fazer o psicodiagnóstico com maior confiabilidade e traçar o método de tratamento mais adequado ao seu quadro.

Além de uma avaliaçao clinica ou cardiologica, acho necessario procurar um psiquiatra. Pode ser estresse ou Burn-out.

Após avaliação clínica que descarte qualquer doença, é de suma importância procurar um psicólogo. O mesmo poderá diagnosticar, ou não, Síndrome de Burnout. Esta vem sendo crescente no mundo laboral. É importante que seja diagnosticada com presteza!

Tenho recebido vários pacientes com esses sintomas que se enquadram no diagnóstico da Síndrome de Burnout. É um tratamento rápido que utilizo técnicas redutoras de ansiedade :relaxamento, auto hipnose respiração diafragmatica e biofedback Cardioemotion.
Em alguns casos é indicado algum ansiolitico. Mas antes costumo ensinar essas tecnicas .

Olá! O que voce precisa saber é quais são os seus limites, até onde pode aguentar um trabalho, sem se prejudicar fisicamente. Na psicoterapia, voce se conhecerá melhor e encontrará a melhor forma de cuidar de voce mesmo. Trabalho psicoterapia aliada a uma técnica de neurociencia que focará nos teus sintomas e voce se sentirá mais tranquilo rapidamente. Terá com certeza uma vida mais equilibrada e proveitosa. Estou a sua disposição. Abraços!

Estresse é um termo amplo e há pouco consenso sobre isto nos meios científicos.

Procure um clínico geral, que poderá lhe avaliar e encaminhar para o profissional mais adequado.

Boa sorte.

Sim. Parece ser estresse ou Transtorno de Pânico. Mas antes de mais nada deves procurar um médico e fazer um exame de rotina para descartar a hipótese de problemas no coração, tireoide, etc.
Espero ter ajudado.
THais.

O estresse é causado por muito esforço mental, tem trabalhos que a pessoa usa muito o snc, daí vem a parte estressante que afeta a pessoa, procure a homeopatia que vai te ajudar bastante!

Ver as 31 perguntas sobre Estresse

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Estresse?

Nossos especialistas responderam 31 perguntas sobre Estresse.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.