Perguntas sobre Estresse

Tem perguntas sobre Estresse?

Nossos especialistas responderam 34 perguntas sobre Estresse.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Estresse

34Perguntas

314Respostas

211Especialistas de acordo

393Pacientes agradecidos

Suas escolhas são muito boas. A orientação que lhe indico é que procure um profissional que tenha como diretriz estimular o crescimento da saúde em seu organismo. Parece estranho mais muitos profissionais de saúde são focados apenas em tratar a doença. Tratar a doença apenas, pode dar mais força ao crescimento da mesma. BUSQUE A SAÚDE !!! "A doença não resistirá à saúde!!!" Um abraço e paz profunda.

  • 94
  • 33
  • 208
Dr. Paulo Henrique C. Araujo

Fisioterapeuta, Osteopata

Goiânia

Ver as 21 respostas

Primeiramente é importante diferenciar o que é do sofrimento fisiológico que vivemos nas tensões cotidianas, do que pode ser sintoma de um adoecimento psíquico. Ter a necessidade de descontar essa raiva, de uma forma impulsiva, sem conseguir mediar com palavras e pensamentos, pode ser um sintoma de um transtorno de humor e pode ser tratado com muita tranquilidade, o que pode te evitar muitos prejuízos futuros. Além disso, poder contar sobre suas tensões para um profissional evita que você desconte em situações que causem mais danos que possibilidades.

  • 10
  • 18
  • 54
Dr. Alex Muniz Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Campinas

Ver as 20 respostas

Bem, um psicólogo o ajudaria a entender estas emoções disfuncionais. Desta forma voce lidaria melhor com o estresse que seu trabalho provoca. Vamos trabalhar a resiliência ou seja controlar estes sentimentos que te incomodam ok?Grande Abraço.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 58
  • 32
  • 47
Dra. Rosana Mazzon Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 17 respostas

É aconselhável procurar um psicólogo não só para um tratamento, como para uma avaliação mais detalhada sobre o grau de estresse e a forma como ela lhe afeta. Uma adoção de um padrão de vida mais saudável envolvendo alimentação saudável, diminuição de álcool e cafeína, e atividades físicas, também são aconselháveis. Espero ter ajudado.

  • 105
  • 74
  • 86
Marcela Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Belo Horizonte

Marcar consulta

Ver as 14 respostas

Olá. Vários profissionais podem te ajudar como Psiquiatras, Neurologistas e Psicoterapeutas. Quando um determinado sentimento toma grandes proporções e causa sofrimento para o paciente, interferindo negativamente em sua qualidade de vida, produtividade e relações sociais, é necessário procurar ajuda. Uma avaliação médica é importante para excluir causas orgânicas dos sintomas. Posteriormente, caso diagnosticado algum transtorno de humor, ansiedade, etc, é essencial o acompanhamento com um Psiquiatra/Neurologista, com um Psicoterapeuta e, além disso, realizar atividades físicas aeróbias regulares. Essa combinação é bem mais efetiva que do cada tratamento isoladamente. Abraços!

  • 136
  • 117
  • 484
Dr. Rodrigo Vasconcellos Vilela Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Belo Horizonte

Ver as 13 respostas

Em primeiro lugar, é sempre importante descartar o que chamamos de causas orgânicas, ou seja, se há outros motivos para você estar sentindo estes sintomas. Ou seja, descartar causas cardiológicas (do coração), hormonais (como doenças de tireóide por exemplo), alteração no hemograma (por exemplo anemia), entre diversas outras causas que um clínico geral de sua confiança, por exemplo, pode descartar. Caso não seja encontrado nenhuma alteração que justifique os sintomas, ou mesmo que seja ao mesmo tempo, procure um psicólogo(a) ou médico(a) psiquiatra de sua confiança para tentar entender melhor os possíveis motivos que levaram ao problema. Um abraço!

  • Obrigado 38
  • 14 especialistas de acordo
  • 76
  • 145
  • 1612
Dra. Paula Guedes Macedo Dieckmann Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Ver as 12 respostas

Sim, o estresse pode baixar a imunidade, principalmente se não for gerenciado, quando se torna estresse crônico. Isto ocorre devido ao mecanismo fisiológico que o elemento estressor causa no organismo, que gera o aumento da adrenalina e noradrenalina que, por sua vez, inibe a resposta imune. Há psicólogos hoje que trabalham com o treinamento de gerenciamento do estresse, modulando a resposta do indivíduo frente aos elementos estressores e os resultados costumam ser muito bons.

  • 19
  • 32
  • 32
Sheila Drumond

Psicóloga

Curitiba

Ver as 12 respostas

Nossa pele guarda muitas informações emocionais. É comum doenças de pele serem resultado de psicossomatizacao. Quadros como psoriase têm, muitas vezes, origem nas falhas ou carências afetivas. Da mesma forma, algumas pessoas apresentam coceira nos momentos de estresse. Procure um dermatologista e não deixe de considerar a viabilidade de consultar um psicólogo, a fim de entender as causas emocionais de seus sintomas. Grande abraço

  • 247
  • 308
  • 297
Rita K. A.Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 11 respostas

O estresse pode auxiliar na queda de cabelo também! Sugiro uma avaliação com um médico endocrinologista para investigar seus hormônios e avaliação com um (a) psicólogo (a) para lhe ajudar a superar essa fase. O estresse pode desencadear ansiedade, insônia, falta de apetite, irritabilidade entre outros transtornos. Procure uma orientação médica para ver se a queda também está ligada a falta de vitaminas ou desordem hormonal. A terapia será ótima para você aprender a superar e lidar com os conflitos que surgem no dia a dia! Boa sorte! Forte abraço!!!

  • 262
  • 322
  • 497
Dra. Taisi Mousse Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Joinville

Ver as 11 respostas

O estudo sobre a Psicanálise e Psicologia são muito diferentes da experiência de uma análise ou psicoterapia. Muitas vezes precisamos do outro (profissional psi) para nos ajudar a enfrentar nossos problemas, trazendo outras perspectivas e apontando outros modos possíveis de estar no mundo. Apesar de acreditar ter resolvido suas questões, novas vivências podem gerar novos sofrimentos e trazer à tona sentimentos que já haviam se apaziguado. Procure um profissional em que você confie, independentemente da linha teórica, para uma conversa individual, na qual os dois possam juntos buscar o melhor plano terapêutico para você.

  • 2
  • 4
  • 2
Fernanda Nardoni Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 11 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: