Febre - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Febre

Os especialistas falam sobre a Febre

A febre é o aumento da temperatura habitual do corpo. Não adianta apenas sentir calafrios ou suar muito à noite e achar que está com febre. Não existe “febre interna”, nem “princípio de febre”. Consideramos febrícula a temperatura axilar entre 37,3°C e 37,8°C e febre quando maior que 37,8°C. Idosos ou pacientes imunodeprimidos podem apresentar hipotermia no lugar de febre (temperatura axilar abaixo de 35°C). A maior causa de febre é infecciosa, mas existem outras causas como insolação, doenças autoimunes, câncer, reação a medicamentos ou vacinas. Quando o foco infeccioso não está bem definido o diagnóstico é um desafio e o médico mais indicado para este estudo é o Infectologista.
Dra. Keilla Mara Freitas
Dra. Keilla Mara Freitas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Infectologista

|

São Paulo

Tem perguntas sobre Febre?

Nossos especialistas responderam 16 perguntas sobre Febre.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Esse quadro pode ter inúmeras causas. O melhor é ter um acompanhamento bem proximo com seu pediatra e caso ele ache necessário encaminhar a um pneumologista para investigar a causa.

  • 106
  • 62
  • 144
Dr. Leandro Dimasi Buck Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Pediatra

São Paulo

Marcar consulta

Consideramos febre uma temperatura axilar de 37,8 ou mais, menos que isso não é febre. Existem muitas causas de aumento da sensação térmica ou até mesmo da temperatura axilar sem que seja febre, por exemplo, ambiente quente, uso de roupas quentes ou cobertor durante a aferição. Se tirarmos estes componentes que podem confundir e ainda assim houver febre todos os dias sempre a noite. Um medico infectologista deve ser consultado para iniciar uma serie de exames buscando causas infecciosas como o tuberculose (mesmo sem tosse) ou não infecciosa, como doenças auto imunes. Ser grave ou não depende da causa assim como o tratamento adequado.

  • Obrigado 9
  • 1 especialista está de acordo
  • 2165
  • 354
  • 6426
Dra. Keilla Mara Freitas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Infectologista

São Paulo

Pode tomar dipirona para a febre sim. Mas observe, caso não haja melhora do quadro ou tenha muitos vômitos que impeçam se hidratar adequadamente, deverá procurar novamente o médico.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 2165
  • 354
  • 6426
Dra. Keilla Mara Freitas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Infectologista

São Paulo

O medicamento paracetamol é um medicamento liberado pela Anvisa após ter cumprido as formalidades de praxe. Nas doses indicadas é medicamento seguro. Em bula oficial consta a possibilidade de vômitos, náuseas, desconforto abdominal, pancreatite e hemorragia gastrintestinal nos casos de superdosagem, ou seja nos casos de uso abusivo (excesso de comprimidos num mesmo dia ou período curto de tempo). No seu caso, que sofre de gastrite recomenda-se que faça uso próximo a uma refeição, e que não deixe de tratar a gastrite com os medicamentos que seu médico prescreveu. A resposta a sua pergunta é: Sim, pode usar o paracetamol desde que nas doses prescritas por seu médico.

  • 17
  • 2
  • 17
Dr. Vanuzio de Melo Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Médico clínico geral

Rio de Janeiro

Ver as 16 perguntas sobre Febre