Qual tratamento poderia ser indicado a paciente com segunda recidiva,...

Por meio de avaliação neurocirúrgica criteriosa será possível determinar a indicação de reabordagem microcirúrgica e eventual utilização de quimioterápico local (carmustina wafer) além da manutenção da terapia quimioterápica sistêmica, mencionada pelo colega acima. Há diversos nuances no tratamento da recidiva dos gliomas malignos e algumas vezes a individualização do caso faz-se necessária. Consulte um Neurocirurgião com experiência em neuro-oncologia para maiores informações.

À disposição.

A terapia de segunda linha do Glioblastoma multiforme pode ser realizada com Bevacizumab + Irinotecano ou com uma dos drogas de modo isolado. Dependendo do caso, com o tempo em que o paciente teve a recidiva, uma nova cirurgia pode ser indicada, bem como a reexposição à Temozolomida.
É fundamental ter a opinião do seu neurocirurgião, radioterapeuta e oncologista clínico.
À disposição,

Pedro Isaacsson - Oncologista
Porto Alegre

Uma das opções possíveis é a Radiocirurgia ou Radiocirurgia Esteriotáxica Fracionada.
É uma forma de Radioterapia com doses altas por fração localizada apenas no foco de lesão recidivada, normalmente realizada de uma a cinco frações. Consulte o seu Radio-oncologista para ver as possibilidades de reirradiação.
Forte abraço e boa sorte!

Ver as 14 perguntas sobre Glioblastoma

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Glioblastoma?

Nossos especialistas responderam 14 perguntas sobre Glioblastoma.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.