Infarto Do Miocárdio - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Infarto Do Miocárdio

Os especialistas falam sobre a Infarto Do Miocárdio

O infarto agudo do miocardio é um evento agudo do coração e precisa ser realizado cateterismo de urgência com a intenção de realizar a angioplastia primaria ou seja de salvamento.
Dr. Tammuz Fattah
Dr. Tammuz Fattah Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Florianópolis

O infarto agudo do miocárdio é a interrupção abrupta do fluxo de sangue às células musculares cardíacas. Isso ocorre devido a obstruções das coronárias por placas de gorduras, que são formadas ao longo do tempo por exposição a fatores como Hipertensão Arterial, diabetes, colesterol elevado, tabagismo e predisposição genética. Os sintomas clássicos são dor intensa no centro no peito que irradia para braços e pescoço, acompanhado de falta de ar, náuseas e sudorese. A rapidez na chegada ao Pronto Socorro e o início imediato do tratamento são muito importantes para obtermos sucesso no seu cuidado.
Leonardo Fernando Ferrari Nogueira
Leonardo Fernando Ferrari Nogueira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

|

São Paulo

O infarto agudo do miocárdio é ocasionado pela ruptura de uma placa de gordura (ateroma) na circulação coronária, levando a formação de um trombo local e obstrução total ou quase total da circulação sanguínea no local, desta forma, levando a necrose (morte) do músculo cardíaco irrigado pela artéria obstruída. Normalmente o paciente pode sentir uma dor ou desconforto torácico que se irradia para o pescoço e braço esquerdo (sintomas clássicos). Mas podem ocorrer quadros atípicos com sintomas diferentes. Em caso de dor ou desconforto torácico deve-se procurar imediatamente uma unidade de emergência para pronto atendimento.
Dr. Rodrigo Esper
Dr. Rodrigo Esper Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

|

São Paulo

O Cateterismo cardíaco com implante de Stent é o tratamento padrão-ouro para o infarto agudo. Trata-se de um procedimento minimamente invasivo, sem necessidade de anestesia geral, acessando as artérias do coração através de cateteres colocados por um acesso arterial periférico, normalmente na perna ou no braço. Durante o exames, conseguimos ver onde se encontra a obstrução coronária e podemos tratá-la, com implante do Stent. O médico especializado para sua realização é o cardiologista intervencionista, com registro RQE no Conselho Regional de Medicina.
Dr. Paulo Victor Borge Pinto
Dr. Paulo Victor Borge Pinto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Fortaleza

Infarto Agudo do Miocárdio é quando existe a perda do suprimento de sangue para as células do coração e, consequentemente, sofrimento do músculo cardíaco. Há alterações que podem ser observadas no eletrocardiograma (ECG) e na troponina do sangue (uma molécula liberada pela célula cardíaca) no momento do infarto. Pode ser ocasionado por uma obstrução na coronária, seja por placa de ateroma, espasmo, trombo ou pode ocorrer sem nenhuma dessas condições (normalmente devido à intensa demanda do miocárdio - anemia, por exemplo).
Dr. Daniel Peralta
Dr. Daniel Peralta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Infarto Do Miocárdio?

Nossos especialistas responderam 17 perguntas sobre Infarto Do Miocárdio.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A CPK é uma enzima muscular que se eleva sempre que existe lesão muscular, são com consideradas elevações mais significativas quando maior de 1000 U/L sendo chamada de rabdomiólise. As estatinas são medicações que podem levar ao seu aumento, além delas, medicações como os fibratos (usado para tratamento do triglicérides), anfetaminas, ciclosporina, antiproteases (usadas para HIV) e alguns antimitóticos também podem causar sua elevação. Álcool e picadas de alguns insetos e aracnídeos também podem elevar a CPK. Traumas musculares (até injeções intramusculares) e exercício físico intenso também elevam a CPK.

  • 92
  • 39
  • 343
Leonardo Fernando Ferrari Nogueira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo

Marcar consulta

Isquemia cardíaca é o termo utilizado para designar um estado de desequilíbrio entre a a oferta e a demanda de oxigênio no músculo cardíaco. O coração é um músculo, cuja principal função é bombear o sangue (rico em oxigênio e nutrientes) para todo o corpo. Para desempenhar esta função, o coração também precisa receber este oxigênio e nutrientes, que chegam por ele através das artérias coronárias. A isquemia acontece justamente quando a quantidade de sangue que chega para nutrir o músculo cardíaco é menor do que a necessidade deste. Há diversas causas, sendo a obstrução de uma ou mais artérias coronárias (geralmente por placas ricas em colesterol) a causa mais comum e temida.

  • 10
  • 3
  • 38
Dr. Carlos Eduardo Passarini Barreto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Rio de Janeiro

Bom dia! Infarto e a questão de ter ou não um físico de atleta, não guarda nenhuma relação, pois temos muitos atletas que podem apresentar fatores de risco para doenças coronarianas, e um dos fatores que ele pode ter contornado, foi somente o do sedentarismo, podendo ter ignorado outros que poderiam estar presentes. É um caso que tem que ser avaliado com mais carinho até para descartarmos a questão de super treinamento, pois há casos de Infartos do Miocárdio com coronárias normais, com uma incidência de 1 a 12%. Quanto a seu futuro risco, aconselho a se inteirar de mais dados sobre seu tio, e posteriormente consultar um colega cardiologista, para que ele possa lhe dar maiores esclarecimentos. Boa sorte! Muita Paz!

  • 115
  • 24
  • 48
Dr. Willer Castro

Cardiologista

Goiânia

Olá! Tem alguns fatores que devem ser levados em consideração para proceder com essa orientação, como exame clínico, medicamentos em uso e exames complementares. Após essa avaliação o médico poderá lhe dizer se pode ou não, além de lhe orientar também sobre qual o medicamento dessa classe é mais recomendado para o seu caso.

  • 16
  • 8
  • 13
Dr. Diego Garcia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

São Paulo

Ver as 17 perguntas sobre Infarto Do Miocárdio