Infecções Por Hiv - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Infecções Por Hiv

Os especialistas falam sobre a Infecções Por Hiv

Diante do diagnóstico do HIV, muitas questões são levantadas pelo paciente e as intervenções e tratamento psicológico serão norteados pela visão subjetiva do paciente sobre a própria vida e adequação à nova realidade de vida, considerando as possíveis limitações e considerando as comorbidades que acompanham o quadro. Todas as intervenções são voltadas para a promoção da melhor qualidade de vida. O sigilo psicoterapeuta/paciente é respeitado em todos os atendimentos.
Marcia Kelen Moscatelli
Marcia Kelen Moscatelli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga, Psicopedagoga

|

Sorocaba

Tem perguntas sobre Infecções Por Hiv?

Nossos especialistas responderam 17 perguntas sobre Infecções Por Hiv.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Relação de risco? Se a pessoa toma os remédios antiretrovirais regularmente, na hora certa, e os remédios estão dando certo, quer dizer a quantidade de virus é indetetável no laboratório, o risco é teórico, ou seja, quase ausente. Mas você precisa poder confiar que a pessoa te informa corretamente sobre o seu tratamento. Isto é possível só se você vive com ela ou conhece as 24 horas dela. No teste, você pode ter confiânça, mas é aconselhado repeti-lo após um tempo, talvez um mês. Também um teste só lhe fala sobre o passado. Se você continua com esta relação e não se protege, o teste não é o que lhe protege. Se você precisa de ajuda para entener porquê você mantém uma relação de risco, não se protege e ao mesmo tempo fica preocupad@ com a confiabilidade do teste, procure uma psicoterapia ou psicanálise. Este comportamento parece contraditório e pode ser sinal de outros sentimentos que você tem e que atrapalham a sua vida.

  • 220
  • 167
  • 164
Dirk Albrecht Dieter Belau

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Olá, A contaminação pelo HIV se dá através do contato de fluidos corporais contaminados (sêmen, secreção vaginal e sangue) com mucosas ou sangue da pessoa sadia. Durante o sexo anal podem ocorrer pequenas fissuras da pele por onde o vírus pode penetrar com mais facilidade. A contaminação pode ocorrer em qualquer forma de relação sexual desprotegida, por isso, conhecendo ou não seu parceiro, use sempre camisinha. Lembre que AIDS não tem cara! Proteja-se Abraço

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 23
  • 25
  • 25
Heloisa Helena Kizys Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São José dos Campos

Marcar consulta

Não, não...esse período é muito longo para uma soroconversão de HIV, mesmo tendo havido uso de PEP durante o período de infecção aguda.

  • 198
  • 42
  • 286
Dra. Diana Galvão Ventura Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Infectologista

Niterói

Marcar consulta

Parabéns por estar com carga viral indetectável! Isso é sinal de que você está indo muito no tratamento! Mas apesar de a carga viral baixa poder ter influência na diminuição das crises, infelizmente o herpes labial pode continuar a se manifestar de tempos em tempos, como acontece com soronegativos. Nesse caso deve ser feito tratamento específico para herpes no início da crise para diminuir o tempo dos sintomas. Em alguns casos pode ser feito tratamento contínuo para reduzir o número de crises. Procure um infectologista para te orientar qual a melhor forma de planejar isso!

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
  • 5
  • 2
  • 11
Dr. Bernardo Montesanti Machado de Almeida

Infectologista, Médico clínico geral

Curitiba

Ver as 17 perguntas sobre Infecções Por Hiv