Bom dia! tenho 44 anos e estou tentando minha primeira gravidez. Posso...

Olá, você deve procurar um especialista para uma avaliação adequada. Aos 44 anos, é muito possível baixa de reserva ovariana, por isso, é importantíssimo avaliação adequada para que seja possível o tratamento o quanto antes.Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico. Abs

Olá. Nunca inicie uma medicação sem a ajuda do seu médico. Evite a auto-medicação.
Você menstrua todo mês? Sua menstruação é regular? A mulher que cicla regularmente é o principal de ovulação.
A mulher que ovula não há benefícios no uso de indutores de ovulação. O uso dessa medicação não aumenta as chances de gravidez.
Essa medicação pode ajudar se houver alguma irregularidade menstrual ou sinais de anovulação.
Lembre que a mulher tem um importante fator de fertilidade que é a idade. A partir dos 35 anos, ocorre uma redução da fertilidade e aumento do risco de malformação. A redução de fertilidade ocorre principalmente após os 40 anos. Desta forma, você pode ter um importante fator dificultador de gravidez que é a sua idade. A gravidez não é impossível mas difícil.
Se tiver oportunidade, procure um médico com experiência em reprodução assistida.
Converse com o seu médico.

Bom dia.
A partir de 40 anos de idade, temos a preocupação com a fertilidade devido queda natural da resposta dos ovários. Nesse caso, o acompanhamento com médico especialista em Reprodução Humana é extremamente valioso para guiá-la nessa fase. Não é aconselhável o uso de indutores de ovulação sem seguimento médico.
Abç, Dra Thais

Ver as 58 perguntas sobre Infertilidade Feminina

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Infertilidade Feminina?

Nossos especialistas responderam 58 perguntas sobre Infertilidade Feminina.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.