Insônia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Insônia

Informação sobre Insônia

Será que precisamos dormir bem por toda a nossa vida?

Passamos uma grande parte de nossa vida dormindo. Crianças dormem praticamente 24 horas por dia. As crianças pequenas dão cochilos freqüentes. Jovens e adolescentes dormem cerca de oito ou nove horas por noite, enquanto a maioria dos adultos pode ter sete ou oito horas, às vezes menos. Muitas pessoas mais velhas precisam de menos horas ainda, talvez cinco ou seis, e também tendem a ter um sono mais leve.

Por que as pessoas mais velhas dormem menos?

Pessoas mais velhas  podem não precisar ou ser capaz de dormir tanto quanto os jovens. Isto poderia ser porque eles têm uma vida relativamente inativa, ou porque eles dormem mais durante o dia.

O que é insônia?

A insônia é o termo que refere-se à incapacidade de adormecer ou continuar dormindo por um período de tempo. Isso pode causar fadiga crônica que afeta negativamente a nossa vida diária.

Dito isto, é importante ressaltar que quase todo mundo tem problemas para dormir em um momento ou outro em suas vidas. Estresse, depressão e preocupação são bem conhecidas como causas da insônia. A doença é outra causa possível, especialmente se houver dor ou desconforto.

Que precauções devo tomar ao utilizar pílulas para dormir?

Existem muitos tipos de comprimidos disponíveis para dormir . No entanto, é importante não utilizar pílulas para dormir com muita freqüência. Com elas, o corpo torna-se dependente de medicação e você pode achar que é muito difícil parar de tomá-la. Você também pode precisar de doses cada vez maiores para conseguir o mesmo efeito desejado porque o seu corpo torna-se tolerante, e está pedindo uma dose mais elevada da substância que provoca o mesmo efeito. Você pode também sentir uma sensação de sonolência e letargia da manhã.

Dicas úteis para pessoas com insônia

  • Exercício muitas vezes ajudam a dormir, mas evite o exercício imediatamente antes de deitar.
  • Anote as preocupações no papel ao invés de se preocupar com eles enquanto tenta dormir.
  • Um banho morno antes de deitar pode ajudar.
  • Tente não comer muito antes de ir para a cama.
  • O álcool pode interromper o sono durante a noite, apesar de que uma pequena bebida pode ajudar a conciliar o primeiro sonho.
  • Cortar em bebidas que contenham cafeína (café, chá, cacau e colas), especialmente no final da tarde.
  • Verifique se você tem uma cama confortável. O quarto deve ser bem ventilado e fresco, scuro e o mais silencioso possível.
  • Não vá para a cama até você se sentir cansado.
  • Sexo antes de dormir pode tanto promover e dificultar o sono. Os homens podem dormir bem depois do sexo, enquanto muitas mulheres ficam acordadas.
  • Ler um livro até sentir sono. Sentar, ler o jornal, ouvir música e ir para a cama meia hora mais tarde, caso não consiga dormir..
  • Levantar todas as manhãs, ao mesmo tempo. Definir o alarme e sair da cama rapidamente, mesmo se for ficar acordado até tarde ou não puder dormir. Assim, no final do dia, provavelmente vai se sentir cansado e com sono apenas na hora certa. Se você fizer isso por um número suficiente de dias, será bem-sucedido em ajustar seu relógio interno e estará cansado quando você precisar do sono.
  • Durante viagens longas de ônibus ou avião, pode valer a pena tomar um comprimido para dormir, se você acha que tem problemas de sono. Esta pílula deve agir rápido e com um efeito de tempo limitado, cerca de cinco ou seis horas. De qualquer maneira deve ser o seu médico que irá prescrever a pílula para dormir que é melhor para você.

A maioria das pessoas pode vencer a insônia se seguir as orientações acima. Se você ainda não vê nenhuma solução para o problema, consulte o seu médico de família.

Possui uma dúvida concreta sobre Insônia? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Insônia

Trato Quadros de insônia de todos os tipos, seja dificuldade para iniciar, manter e sustentar o sono até o horário desejado. Não dormir bem implica em prejuízo funcional no dia seguinte, com dificuldade de atenção e concentração, fatigabilidade, sonolência diurna, cansaço, irritação e alterações no apetite .
Dra. Christina de Almeida
Dra. Christina de Almeida Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Curitiba

Estudos recentes demonstraram que a prevalência da insônia tem aumentado a cada ano, chegando a atingir quase 40% da população. É a dificuldade em iniciar ou manter o sono e a sensação de que o sono não foi de boa qualidade, levando a consequências no funcionamento do indivíduo durante o dia. Ela pode ser aguda, relacionada a algum fato recente ou situação de estresse passageira e, nesse caso, melhora espontaneamente. Se for uma insônia persistente, por mais de 1 mês e com interferência na qualidade de vida, vale a pena procurar uma investigação médica especializada. Para o tratamento adequado é preciso identificar a causa e avaliar os hábitos da pessoa.
Dr. Douglas Motta Calderoni

Psiquiatra

|

São Paulo

A abordagem da insônia e os transtornos de sono é feita através de consulta médica personalizada em que abordo amplamente o indivíduo em seus diversos aspectos desde comportamentais (faixa etária, hábitos, questões laborais, etc) aos orgânicos (distúrbios ou doenças específicas). Alguns pacientes necessitam de intervenções múltiplas ou contínuas (mais de uma consulta): isso porque o ser humano é complexo e, muitas vezes, questões individuais precisam ser trabalhadas. Também identifico outros transtornos co-relacionados à insônia que muitas vezes o paciente perde qualidade de vida e baixa produtividade em suas funções e/ou aspirações. Os exames podem abordar outras especialidades da saúde.
Gustavo Camargo Silverio

Médico clínico geral, Médico de família

|

Belo Horizonte

A Insônia Comum (Primária ou Psicofisiológica) pode acometer até 1 em cada 10 pessoas. Ela leva a problemas no trabalho, de relacionamento, de trânsito, além de problemas médicos como depressão ou ansiedade. O melhor e mais comprovado tratamento para a Insônia Primária é a Terapia Cognitivo-Comportamental. Em poucas sessões, o terapeuta condiciona novamente o indivíduo a ter um sono reparador. Com isso, o bem-estar do paciente aumenta enormemente.
Dr. José Mauro Barbosa Reis
Dr. José Mauro Barbosa Reis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Belo Horizonte

Planejamento estratégico personalizado para o processo de desmame de medicações usadas para insônia que causam dependência (benzodiazepinicos). - Orientações para o tratamento da insonia sem a necessidade de medicamentos a longo prazo.
Dra. Christianne Martins Corrêa da Silva Bahia

, Neurologista

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Insônia?

Nossos especialistas responderam 84 perguntas sobre Insônia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá, Você pode estar sofrendo de ansiedade, estresse e preocupações. Neste caso você pode se consultar com um Psicólogo que poderá te dar as orientações a respeito. Quanto aos medicamentos, caso ele seja necessário (ainda que você disse que não queria tomar) saiba que, se seguir bem a prescrição tomando-o com a responsabilidade devida, poderá ter os benefícios desejados, e as doses podem ser reduzidas ou retiradas definitivamente. Bom tratamento!

  • 29
  • 28
  • 49
Pablo Cordeiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Santo André

Marcar consulta

Pelo seu relato sua insonia deve advir do seu quadro de ansiedade. Seria interessante entender o que vem lhe deixando ansioso, existem muitas formas de lidar com a ansiedade e insonia sem precisar usar medicação controlada, como por exemplo a psicoterapia, incluindo atividade física e o uso de florais. Aconselho que procure um psicologo que possa lhe ajudar nesse quadro de ansiedade. Espero ter ajudado. att

  • 20
  • 12
  • 9
Sara Guedes Conceicao Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Salvador

Marcar consulta

A insônia pode ser abordada de varias maneiras: higiene mental antes de dormir, medicações homeopáticas e de uso controlado, tratamento da causa base ( hipertensão arterial, transtornos de humor, apneia obstrutiva do sono, arritmias). Eu costumo inicialmente abordar o assunto tentando identificar algum fator clínico que esteja provocando o problema. Caso seja constatado uma insônia orgânica, varias medicações podem poder prescritas tendo excelentes resultados. Procure um bom médico que este poderá te auxiliar nesse problema.

  • 323
  • 123
  • 832
Jairo Maia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

Santo André

Marcar consulta

Não é possível fazer uma avaliação adequada com um relato tão breve. Procure um psiquiatra para que ele a avalie e estabeleça um tratamento adequado ao sei caso. Espero ter ajudado. Um abraço.

  • 276
  • 187
  • 162
Arthur Dondonis Daudt Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Porto Alegre

Marcar consulta

Ver as 84 perguntas sobre Insônia