Meningioma - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Meningioma

Os especialistas falam sobre a Meningioma

Meningioma é um tumor cerebral benigno(em sua grande maioria), que se origina a partir das membranas que recobrem e protegem o nosso cérebro. Habitualmente os meningiomas apresentam crescimento lento e causam poucos sintomas, principalmente no início do seu desenvolvimento. Por isso, geralmente, a pessoa só descobre que tem um meningioma cerebral quando ele já está relativamente grande e é capaz de comprimir estruturas cerebrais e causar sinais e sintomas. Com um diagnóstico precoce e o tratamento com neurocirurgião experiente, o paciente pode ter a cura completa após a ressecção do tumor.
Dr. Isaias Fiuza Cabral
Dr. Isaias Fiuza Cabral Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião, Neurologista

|

Macapá

Meningiomas estão entre os tumores benignos mais comuns do encéfalo. Originam-se das meninges cerebrais ou espinhais e podem ter diferentes tamanhos e localizações. Sendo muitos deles assintomáticos e requerendo apenas observação clínica, podem contudo atingir tamanhos muito grandes e, dependendo da localização, causar sintomas neurológicos severos e progressivos. Nesse cenário, é necessária a ressecção microcirúrgica. Microscópio cirúrgico de alta magnificação, neuronavegação e aspiração ultrassônica podem ser empregados para aumentar a segurança na ressecção dessas lesões. Alguns meningiomas de base de crânio tem tratamento extremamente complexo, requerendo muita experiência e tenacidade.
Bruno Loyola Godoy
Bruno Loyola Godoy Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

Rio de Janeiro

Tem perguntas sobre Meningioma?

Nossos especialistas responderam 89 perguntas sobre Meningioma.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Infelizmente, para que essas suas dúvidas sejam adequadamente respondidas é necessário examinar diretamente a sua avó (exame físico-neurológico e avaliação das imagens), pois tais riscos e o tempo de reccuperação variam de acordo com cada caso. O fato dela não apresentar outras doenças é uma vantagem, porém não é o único fator relacionado a complicações de uma cirurgia desse tipo.

  • 15
  • 30
  • 59
Dr. George Patrick Boggiss

Especialista em Dor, Neurocirurgião

Rio de Janeiro

Olá. Meningeomas são tumores geralmente de caráter benigno que podem causar alguns sintomas, dependendo de sua licalizacao, seu tamanho e da quantidade de edema em volta do tumor (edema perilesional) Na maioria das vezes, quando esses tumores são pequenos e localizados na borda (convexidade) do cérebro, não costumam causar sintomas e, como apresentam taxa de crescimento lento, podem ser acompanhados com exames de imagem periódicos. Muito importante conversar com seu médico sobre seus sintomas e perspectivas de tratamento. Um abraço

  • 43
  • 11
  • 17
Dr. Bruno Silva Pereira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

Rio de Janeiro

Para detectar os sintomas acusados pela tumor é necessário saber o local do tumor, normalmente Meningioma de 8 mm não causa sintomas e só deve ser acompanhado com imagens seriadas.

  • 5
  • 1
  • 7
Dr. Samuel Dobrowolski

Neurocirurgião

Curitiba

Meningioma em 99% das vezes é um tumor benigno, e muitas vezes não cresce, a primeira conduta no tratamento é exame neurologista, neste caso fundoscopia pra afastar comprometimento da visão, caso estes exames estejam normais deve-se repetir a ressonância de crânio em 4 meses e verificar a velocidade de crescimento do tumor, se não estiver crescendo e se assintomáticos, o conduta mais sensata é apenas observar; e repetir os exames de tempo em tempo.

  • 5
  • 1
  • 7
Dr. Samuel Dobrowolski

Neurocirurgião

Curitiba

Ver as 89 perguntas sobre Meningioma