Oftalmopatia De Graves - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Oftalmopatia De Graves

Os especialistas falam sobre a Oftalmopatia De Graves

A Oftalmopatia de Graves apresenta alterações palpebrais (retração palpebral) e orbitárias (proptose - olhos pra fora) em pacientes com a doença de Graves. O tratamento da oftalmopatia de Graves visa corrigir o processo inflamatório, a exposição corneana, a neuropatia óptica (baixa de visão) e as alterações pálpebrais. Realizamos cirurgias corretivas de retração palpebral e a cirurgia de descompressão de órbita indicada nos casos de baixa de visão (compressão do nervo óptico) e nos casos que desejam melhorar a estética. A cirurgia de descompressão consiste em remover os ossos da parede medial, assoalho e ou parede lateral profunda da órbita. Os resultados são muito bons e satisfatórios.
Dr. Victor Marques de Alencar
Dr. Victor Marques de Alencar Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

|

Belo Horizonte

Tem perguntas sobre Oftalmopatia De Graves?

Nossos especialistas responderam 9 perguntas sobre Oftalmopatia De Graves.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! A Oftalmopatia deve ser acompanhada e tratada por um Oftalmologista especialista em Órbita, em conjunto com o Endocrinologista. No início, o controle dos sinais e sintomas inflamatórios é fundamental para evitar sequelas oculares. A evolução em geral é imprevisível, mas sabe-se que a orbitopatia piora após o uso de iodo radioativo, além de ser pior em homens, apesar de mais rara. Como o quadro é muito variado, diversos tratamentos podem ser empregados, desde o uso de colírios e géis lubrificantes para evitar o ressecamento ocular ao uso de corticosteróides ou imunossupressores sistêmicos para reduzir o quadro inflamatório. A evolução deve ser acompanhada de perto, com avaliação de diplopia/estrabismo, campimetria computadorizada, visão de cores, teste de função lacrimal, exoftalmometria e avaliação radiológica da órbita. No caso de compressão do nervo óptico ou exposição ocular exagerada, as cirurgias devem ser empregadas, como a descompressão de órbita e as cirurgias palpebrais.

  • 60
  • 16
  • 82
Dra. Ana Karina Teles Silveira de Mendonça

Oftalmologista

Recife

No seu caso, o quadro de exoftalmia ("olhos esbugalhados") e provavelmente de retração palpebral ("pálpebras muito abertas" são sequelas da Doença de Graves, que frequentemente não regridem após a resolução do hipertiroidismo. Provavelmente será necessário uma cirurgia para redução da exoftalmia - descompressão de órbita, e do reposicionamento palpebral - correção de retração palpebral, permitindo a reconstituição da anatomia orbitopalpebral e melhora da estética. O oftalmologista especialista em Órbita e Plástica Ocular terá condições de avaliá-lo e planejar o tratamento ideal para você.

  • 29
  • 9
  • 20
Dr. Rodrigo Otávio do Espírito Santo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Belo Horizonte

Nos portadores de Orbitopatia de Graves, o aspecto de olhos salientes pode ser decorrente da retração palpebal (ocorre em 95% dos pacientes portadores de Orbitopatia de Graves) e/ou proptose (ou exoftalmia), quando o olho encontra-se deslocado anteriormente (igualmente frequente nestes pacientes). Portando, o aspecto de olhos saltados é frequente quando existe o quadro ocular/orbitário (orbitopatia de Graves). Mas nem todos os pacientes portadores de Doença de Gaves (hipertiroidismo) podem apresentar a orbitopatia. Aproximadamente 25% a 50% dos portadores de doença na tireóide apresentam alterações oculares.

  • 29
  • 9
  • 20
Dr. Rodrigo Otávio do Espírito Santo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Belo Horizonte

Bom dia. Em casos de Oftalmopatia de Graves em que a gordura periocular aumenta de volume por conta do hipertireoidismo, o tratamento hormonal é o mais indicado. Em muitos casos, ocorre melhora da condição ocular sem necessidade de qualquer procedimento. Caso o problema persista após o controle da tireóide, retorne ao seu médico, que poderá indicar o elhor tratamento. Espero ter ajudado e estou à disposição!

  • 173
  • 28
  • 55
Dr. Fernando Zeitounian Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

São Paulo

Ver as 9 perguntas sobre Oftalmopatia De Graves