Que especialista devo procurar para o sindrome de burnout e como me tr...

Pelo que entendi, este diagnóstico não lhe foi dado por nenhum especialista, certo? Em sendo assim, sugiro que a primeira coisa seja realmente procurar um psicólogo com os sintomas que apresenta (e não com o suposto diagnóstico fechado). Posteriormente, se ele perceber a necessidade de uma intervenção medicamentosa ou outra, recomendará um psiquiatra. Digo isso porque muitas vezes o "diagnóstico fechado" tende a atrapalhar seus contatos iniciais com o psicólogo e consequentemente a melhora de seu quadro. Busque um profissional que te transmita confiança e com quem você possa vir a criar um vínculo bom e isso ajudará bastante a começar a diminuir os sintomas que apresenta.

Em primeiro lugar, vc deveria procurar um psicólogo ou um psicanalista, até porque a síndrome de burnout pode estar relacionada com outras questões de outras áreas de sua vida pessoal ou acabar afetando mais esferas de sua vida pessoal. No caso de estar experimentando sintomas muito agudos de depressão, ansiedade ou ataques de angústia, também é aconselhável uma avaliação para uma possível prescrição de apoio medicamentoso (nem sempre acaba sendo necessário) para uma contenção mais imediata no caso de estar experimentando desconforto ou mal-estar muito agudos

O profissional que você deve procurar é um Psicólogo, para que num processo terapêutico, você perceba o que gerou isso, e essa investigação pode ser feita através de Psicoterapia.
Durante o tratamento perceberemos as características da Síndrome de Burnot, que podem ser tratadas e como elas podem ser tratadas.

Psiquiatra e psicólogo, pois vc precisará tomar medicamentos para diminuir os sintomas e terá também de fazer psicoterapia, para trabalhar as causas e os seus pensamentos (crenças).

Olá! A Síndrome de Burnout é uma doença relacionada ao trabalho. Um psicólogo pode te auxiliar no tratamento dessa síndrome. Ele irá analisar o contexto do qual você estava exposto, assim como seu padrão de comportamento e iniciar as intervenções necessárias para o seu caso. Abraços

O Burnout tem como sintoma um cansaço devastador, que revela uma falta absoluta de energia. No trabalho, a pessoa, antes competente e atenciosa, liga o "piloto automático". No lugar da motivação, surgem irritação, falta de concentração, desânimo, sensação de fracasso. Então, é preciso, sim, procurar um tratamento com psicólogo, mas eu diria que um bom tratamento é aquele que ajuda a pessoa a olhar não só para ela, como a única responsável por ter ficado doente, mas ajudá-la a olhar o seu contexto, principalmente do trabalho. Portanto, o foco do tratamento não é cuidar apenas dos sintomas da pessoa, mas também olhar para a organização do trabalho no qual ela está inserida.

Um psicologo especializado em Psicoterapia pode lhe ajudar.

A primeira providencia, mesmo antes de procurar o picologo e o psiquiatra é parar de competir e disputar!
Você não consegue relaxar porque está numa disputa acirrada com os outros, consigo mesma e com o tempo.
E quanto mais a gente corre contra o tempo, mais tempo a gente perde! Percebe o paradoxo?!
E não é "só" tempo que a gente perde. A gente perde a saúde, a paz de espirito, a alegria de viver, a capacidade de curtir, pensar e sentir; Por isso, chama Burnout, porque queima nossas capacidades e recursos. Tudo vira cinzas.
Sabendo disso, comece já a quebrar este ciclo. Respire, inspirando paz e tranquilidade e expirando a fumaça da correria. Relaxe um pouco, pegue um folego e então procure os profissionais.
Um abraço,
Léa

Procure primeiramente um psiquiatra e veja se a Síndrome também trouxe outras complicações, devido o grau de ansiedade e estresse. Também procure um psicólogo a fim de trabalhar as habilidades de lidar com as devidas situações estressores. Só o medicamento não basta. O exercício físico será muito importante.

o tratamento com o psicologo é o mais indicado, por trabalhar com questoes intrinsicas ao convibio social, familiar e ao proprio eu, ele podera avaliar a situação, e encaminhar ou nao para um psiquiatra, quando for necessario medicação.

Primeiramente você deveria procurar um psicólogo para fazer uma melhor avaliação e de repente caso necessário procurar um psiquiatra para fazer o uso da medicação correta para tratar o caso. Muitas vezes a terapia pode fazer com que você minimize o uso da medicação e consiga ter uma maior qualidade de vida.

Ola tudo bem? Primeiro gostaria de saber quem deu esse Diagnostico, pois é um diagnóstico muito especifico característicos de algumas áreas de saúde e outras que envolvam estresse , se quem lhe deu o diagnostico foi um Psiquiatra, ele mesmo terá competência para ministrar remédios e também seria bem interessante procurar um Psicologo para ajudar a administrar suas emoções e exigências

Procure o psicólogo ou psiquiatra. A psicoterapia é o tratamento. Além da análise verbal, e caso o cliente aceite, incluo trabalhos que promovem consciência corporal e relaxamento.

Seria importante procurar um psicólogo, para conseguir lidar com o estresse do dia a dia de forma mais saudável,podendo melhorar sua relação com o trabalho e qualidade de vida e também com um psiquiatra, para inicialmente ter uma melhora nos sintomas, provávelmente com medicamentos antidepressivos.

A Síndrome de Burnout é caracterizada por uma "queima total" causado por um estresse profundo e cumulativo.

O retorno é através de tratamento medicamentoso e acompanhamento com médico Psiquiatra.

Deve aliar a Psicoterapia para autoconhecimento e busca de sua identidade, com retorno ao equilibrio psico emocional.

Abraços.

Comece pela psicologia... tenha um melhor entendimento sobre você e o porquê da síndrome... muitos casos estão relacionados as questões emocionais e pessoas mal resolvidas.

Ola! A Síndrome de Bornout deve ser tratada na psicoterapia é em alguns casos com famaco administrado por um psiquiatra. A mudança de estilo de vida: atividade como yoga, pilates, treinos ao ar livre, alimentação equilibrada e escolhas inteligentes farão toda a diferença. Abraço

Olá, quando se fala em Síndrome de Burnout , estamos falando de um estresse longo e constante no ambiente de trabalho e , que levou uma pessoa ao adoecimento . Com sintomas psicológicos e físicos . Penso que a primeira questão é a confirmação do diagnóstico que um psicólogo pode e deve fazer . E se for o caso encaminhar para o especialista adequado , que poderá ser um psiquiatra, um cardiologista , gastroenterologista etc
Boa sorte !

Olá, inicialmente deverias procurar um profissional da área e juntos trabalharem tua desaceleração, pq. essa síndrome tem a ver com stress no trabalho e na vida. Buscar as causas desse comportamento é bem importante e, se for o caso, até uma intervenção medicamentosa com um psiquiatra.
Um abraço.

Olá, procure um Psicólogo. Ele irá te auxiliar a lidar com as questões profissionais que acarretam a Síndrome e amenizar os sintomas. Caso necessário ele irá te encaminhar ao Psiquiatra para prescrição de medicação, pois o objetivo é que vc possa sair desse quadro sintomatico e levar uma vida mais saudável.
Abraços Psicóloga Kelly Lima

Boa Noite!
O tratamento para a síndrome de Bournot deve ser orientado por um psicólogo e algumas vezes acompanhado por um psiquiatra e normalmente é feito através de combinação de medicamentos e terapia.
Abraços
Maria Consolata Pappacena

Os profissionais indicados para tratamento da Síndrome de Burnout são o psiquiatra e o psicólogo. Esta síndrome vem acometendo mais pessoas atualmente. Trata-se de um estresse prolongado que acarreta um esgotamento mental e físico . Há um adoecimento e queda na produtividade significativa. A doença apresenta sintomas físicos e psicológicos.

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Síndrome de Burnout?

Nossos especialistas responderam à seguinte pergunta sobre Síndrome de Burnout:

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.