escitalopram na depressão bipolar pode causar virada maniaca?

Prezada (o) Paciente,

Sim, o Escitalopram é um antidepressivo com grande propensão a promover uma viragem maníaca.

Deve, portanto, ser usado com máxima parcimônia e cautela - como coadjuvante de um tratamento que deve consistir basicamente de estabilizadores/modulares de humor.

Avaliações freqüentes pelo seu Psiquiatra devem ser realizadas em seu caso. Procure ter um canal para fácil comunicação entre vc. e o seu médico para o "follow-up".

Um abraço da

Dra. Andrea Della Fávera.

Por muitos anos as pesquisas sobre antidepressivos e depressão bipolar relacionaram especialmente a chamada virada maníaca como pior desfecho desta medicação, nesta condição. Hoje entretanto, sabemos que a chance de virada maníaca para antidepressivos predominantemente serotoninérgicos (como o escitalopram) tem uma chance relativamente pequena de virada maníaca - em torno de 3% ao ano. Na realidade, trabalhos recentes mostram que o maior prejuizo do uso monoterápico de antidepressivos na depressão bipolar é uma evolução com maior frequência de ciclos, episódios depressivos ou maníacos mais graves e sintomáticos e eutimia com manutenção de sintomas residuais.
Por isso, os antidepressivos devem ser sempre evitados no transtornos bipolares.
Boa sorte e um abraço!

Um acompanhamento com psicologo experiente ajuda muito, como o psicólogo esta com o paciente uma vez por semana ajuda nessa avaliação. Associar medicacão e terapia torna o tratamento mais eferivo.

Rosana Britzki De Sordi
Psicologa

Depende. Os colegas acima levantaram bons pontos, existem estudos a respeito e estes continuam a ser aperfeiçoados. É importante, portanto, ter um acompanhamento com um psiquiatra que entenda muito bem o seu caso específico (quadro clínico, reações medicamentosas, histórico de saúde) e que se mantenha atualizado em relação ao conhecimento mais recente.

Ver as 388 perguntas sobre Transtorno bipolar

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Transtorno bipolar?

Nossos especialistas responderam 388 perguntas sobre Transtorno bipolar.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.