Transtorno da Ansiedade - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno da Ansiedade

Os especialistas falam sobre a Transtorno da Ansiedade

Transtorno da Ansiedade Generalizada é quando, por mais de 6 meses, em várias áreas da vida pessoal e do trabalho, a pessoa apresenta muita ansiedade associada a uma tendência a se preocupar excessivamente com problemas, temendo sempre que o pior aconteça a sua saúde; cansa-se facilmente; não dorme bem; irrita-se por motivos que antes incomodariam menos; tem os músculos tensos, principalmente nos ombros e nuca; tem dificuldade de se concentrar e mal consegue relaxar. O tratamento psiquiátrico é eficaz no controle dos sintomas e pode ser complementado por psicoterapia para aumentar sua efetividade a longo prazo.
Dr. Rafael Ventura Lima
Dr. Rafael Ventura Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

São Paulo

A ansiedade é algo comum em todas as pessoas, em níveis exagerados passam a não mais nos proteger mas a paralisar diante de coisas que não merecem tanto medo. Por exemplo, é normal quando se apresenta uma palestra ou um vai a uma entrevista de emprego que se sinta ansioso alguns minutos antes de iniciar, porém, quando a ansiedade apresenta prejuízos na vida tais como:  insônia, taquicardia, calafrios, sudorese, falta de ar, tremores, pensamentos de incapacidade e etc. se faz necessário uma intervenção psicoterapêutica. Algumas doenças estão associadas a ansiedade, entre elas: Transtorno de Pânico, fobias, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), transtorno de ansiedade generalizada.
Dra. Vilma Oliveira
Dra. Vilma Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Londrina

Acolho o paciente, ouço-o com atenção, procuro discernir o gatilho que provoca a ansiedade e alimenta o transtorno, direciono sempre em busca de aliviar o sofrimento, a angústia. O processo de psicoterapia nesse caso consiste numa reeducação onde o paciente reaprende a viver de forma moderada, controlar seus pensamentos e por os pés no chão, vivendo da forma mais realista possível, dando o devido valor aos riscos que corre, impedindo dessa forma, que o paciente potencialize os problemas e suas consequências.
Dr. Dínerson Fiuza
Dr. Dínerson Fiuza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Sexólogo

|

São Paulo

Você já sentiu uma ansiedade tão intensa que se tornou um "Pânico"? É uma sensação de extrema ansiedade ou de medo intenso, sem que exista uma causa aparente ou definida. Pode durar desde alguns minutos até horas. Os sintomas incluem sentimentos de morrer ou de perder o controle de si mesmo, respiração rápida e ofegante. Pode ter suores nas mãos, tonturas ou sensação de desequilíbrio, dor ou aperto no peito, além da sensação de imensa solidão, morte iminente ou que algo muito ruim está para acontecer. Os sintomas de um ataque de pânico podem ser tão intensos, que a pessoa pode pensar que está tendo um ataque cardíaco. É importante descobrir se existe algum problema isolado ou orgânico.
Cleunice Paez Borges
Cleunice Paez Borges Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

São Paulo

A ansiedade patológica ocorre quando este estado está desproporcional à situação enfrentada, ou quando ocorre na ausência de qualquer perigo real. Uma vez que a percepção de perigo depende fundamentalmente do processamento cognitivo do indivíduo, podemos dizer que mesmo uma situação de perigo imaginário (fantasias) é capaz de desencadear respostas de ansiedade em uma pessoa. À parte a recomendação consensualmente aceita de medicação e psicoterapia, existem algumas técnicas bastante simples que podem ser utilizadas a qualquer momento, e que interrompem, relativamente rápido, o estado corporal que a ansiedade provoca.
Dra. Sirlei D. Ribeiro Giannini
Dra. Sirlei D. Ribeiro Giannini Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Uberlândia

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtorno da Ansiedade?

Nossos especialistas responderam 100 perguntas sobre Transtorno da Ansiedade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sentir ansiedade é normal, ela passa a ser preocupante quando traz prejuízos para a vida da pessoa (profissional, social, ambiental etc.), e pela sua fala você mesmo já perdeu que há prejuízos, então neste caso é momento de buscar por ajuda sim, psicológica e também médica para o descarte de possíveis causas orgânicas. Um abraço

  • 91
  • 120
  • 45
Janaina Aparecida de Oliveira Augusto

Psicóloga

Campinas

Essa ansiedade que você sente tão intensamente, localizando ela no peito e que te afasta das pessoas pode estar ligada a algum tipo de medo, mas não sei se necessariamente uma fobia. Da forma como eu entendo, a timidez é sempre baseada em um medo, mas geralmente o medo de "o que vão pensar de mim?". Creio que um processo de psicoterapia com um bom psicólogo, que seja capaz de te compreender e que te faça sentir acolhido e respeitado pode te ajudar muito no seu processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento.

  • 26
  • 49
  • 27
Diogo Lana Monte-Mór

Psicólogo

Belo Horizonte

O sono não reparador, com despertar precoce, pode representar um sintoma da depressão por si só. De tal forma que tende a melhorar com a manutenção do tratamento adequado, que deverá ser conduzido e ajustado por seu psiquiatra assistente. Além disso, o zolpidem possui meia vida curta e sua ação sobre o sono gira em torno de 4 horas. Sendo assim, ao final do sono, é de se esperar que a medicação tenha perdido efeito. Uma alternativa, que poderia ajudar nesse início de tratamento, seria a substituição por indutor do sono com maior duração, ou de liberação prolongada, como o próprio zolpidem em apresentação "CR". Converse com seu psiquiatra. Att.

  • 2
  • 3
  • 2
Dr. Sávio Luiz Barbosa Severo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Goiânia

Olá... Tanto a ansiedade como o medo são passíveis de serem trabalhados e amenizados através de terapia psicológica. Trabalho com a Terapia Cognitiva Comportamental - TCC e o resultado é relativamente rápido, considerando que ensinamos o paciente a confrontar os pensamentos distorcidos e à medida que o paciente consegue aplicar isso em sua vida e usar as técnicas que ensinamos, o resultado vem, com certeza. Minha sugestão é essa, procure um psicólogo, preferencialmente na abordagem TCC e os demais profissionais que se fizerem necessários, virão a posteriori. Abraço.

  • 91
  • 30
  • 51
Creuza M Salvaterra Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Ipatinga

Marcar consulta

Ver as 100 perguntas sobre Transtorno da Ansiedade