Para sindrome do panico deve procurar o neuro ou psiquiatra?

Rotineiramente os profissionais da área da saúde que costumam fazer o tratamento para síndrome do pânico são os(as) médicos(as) psiquiatras e os(as) psicólogos(as). No entanto, um bom médico(a) neurologista também tem condições para tratar adequadamente os transtornos de ansiedade, no qual a síndrome do pânico faz parte. O importante é procurar ajuda.

Transtorno do pânico acomete pessoas de todas as idades, e limitam sobremaneira a qualidade de vida do indivíduo. Importante procurar ajuda profissional para o correto diagnóstico e tratamento.
Pode ser necessária medicação, mas a reestruturação cognitiva possibilita maior eficiência na intervenção das crises.
Assim, procure um psiquiatra e um psicólogo para seu diagnóstico e suporte, pois há questões emocionais a serem trabalhadas. Um neurologista também pode fazer a análise e tratar com medicação.

O ideal é que procure um psicólogo que possa trabalhar com você as causas do panico e que possa te ajudar a superar as crises com técnicas especificas para este transtorno. Quando há a necessidade de um tratamento com medicação ele encaminhará você a um psiquiatra para que seja feito o tratamento em conjunto.

Bem quem cuida do Transtorno do Pânico são psiquiatras e psicólogos.

Eles interagem.
Fazem um tratamento multidisciplinar.

Os psiquiatras não são melhores que os psicólogos nem os psicólogos melhores que os psiquiatras.
São apenas diferentes, utilizam metodologia de tratamento diferentes.

Alguns neurologistas também sabem tratar Transtorno do Pânico.

Mas na dúvida procure um psiquiatra e um psicólogo,
Espero ter ajudado.
Att.

Procure um psiquiatra, pois haverá a necessidade de psicoterapia com auxílio de medicamentos. Um psicólogo também é indicado para o processo psicoterapêutico, mas esse necessitará do auxílio do psiquiatra, para a intervenção medicamentosa.

A medicação em alguns casos é indicada...mas é na Terapia que se poderá trabalhar as causas específicas do Transtorno. Hoje em dia a Terapia Cognitiva Comportamental é a mais indicada para o Tratamento, é a que se obtém melhores resultados.

  • Obrigado11
  • 1 especialista está de acordo
  • Carla Regina Andrade Carvalho

O psiquiatra é o profissional médico especializado em transtorno de pânico, poderá fazer uma avaliaçao diagnóstica adequada e passar uma medicaçao. Vc deve procurar também um psicólogo para fazer psicoterapia.

Um psicólogo e um psiquiatra atuando de forma multidisciplinar é a melhor alternativa nesse caso. Hoje, a terapia cognitivo comportamental é a mais indicada para tratamentos de ansiedade, tendo em vista que o foco do processo é: sentimentos, crenças, pensamentos e o comportamentos disfuncionais.

Psicólogo ou Psiquiatras são os profissionais mais indicados para o tratamento da Síndrome do Pânico. A partir de uma anamnese, torna-se possível identificar os principais sintomas e as causas que podem estar mantendo esses sintomas. As psicoterapias Analítico Comportamental e Cognitivo Comportamental, têm demonstrado ser bastante eficazes na condução do tratamento.

Att,

Dr. Manoel Junior

Caso você esteja sofrendo prejuízo social, dar inicio a uma terapia concomitantemente com um atendimento psiquiátrico pode ajudá-lo(a) a retornar mais brevemente a suas atividades.
Na terapia você encontrará a possibilidade de entender o sentido do seu adoecimento. O motivo pelo qual você olha para o mundo de modo a vê-lo tão, e talvez somente, ameaçador. Ao tecer suas histórias na terapia, você abre a possibilidade de perceber que sentidos e significados você tem capturado de suas vivencias. Dessa forma você abre a possibilidade de reescrever sua história, bem como ampliar o seu olhar sobre a vida, ganhando liberdade para ser, e transitar no mundo.

Um Psiquiatra ou Psicólogo podem te ajudar!

Ver as 78 perguntas sobre Transtorno De Pânico

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Transtorno De Pânico?

Nossos especialistas responderam 78 perguntas sobre Transtorno De Pânico.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.