Perguntas sobre Transtornos de Ansiedade

Tem perguntas sobre Transtornos de Ansiedade?

Nossos especialistas responderam 235 perguntas sobre Transtornos de Ansiedade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Transtornos de Ansiedade

235Perguntas

1846Respostas

1513Especialistas de acordo

3221Pacientes agradecidos

Olá! Você pode procurar um psicólogo que te ajude a compreender melhor qual o sentido desses sintomas na sua vida e, consequentemente, encontrar alívio para eles. Além disso, você pode iniciar alguma atividade física e fazer exercícios de relaxamento e/ou meditação. Enfim, alguma prática que te ajude a relaxar. Boa sorte!

  • 9
  • 8
  • 4
Ana Tercila Campos Oliveira

Psicóloga

Fortaleza

Ver as 37 respostas

Aconselho você a procurar um clínico para verificar se há alguma alteração física. A psicoterapia poderá lhe ajudar também, a cognitivo-comportamental tem obtido bons resultados nestes casos.

  • 12
  • 5
  • 4
Rosana Poletto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Campinas

Marcar consulta

Ver as 23 respostas

Olá...você pode procurar um psicoterapeuta de sua confiança. Pode começar fazendo uma pesquisa aqui no Doctoralia ou pedir indicações de amigos, parentes e também do seu médico. Atente-se à empatia que você pode estabelecer com o profissional, e assim como qualquer outra área nem sempre o primeiro te encantará. É fundamental que você procure ajuda o quanto antes. Abraços.

  • 43
  • 18
  • 19
Sônia Portes

Psicóloga, Psicopedagoga

São Paulo

Ver as 23 respostas

O tratamento deve ser feito preferencialmente com os dois profissionais. Os dois profissionais se complementam.

  • 921
  • 1477
  • 2458
Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares

Psiquiatra

Ver as 21 respostas

Olá! Uma vez que os seus exames clínicos estão bem. O mais aconselhável para se lidar com a sua situação vivida é procurar um psicólogo de sua confiança e que possa analisar com você a sua ansiedade, assim como te ajudar a encontrar modos de lidar e superar essa situação. Os transtornos de ansiedade são altamente tratáveis. Vale a pena enfrentar essa situação e ficar em paz. Fico a sua disposição.

  • 213
  • 118
  • 136
Fábio Luiz Socreppa da Fonseca Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Psicopedagogo

Santo André

Marcar consulta

Ver as 21 respostas

O Transtorno de Ansiedade Generalizada( TAG) é um transtorno com uma causa biológica bastante estudada. Geralmente é crônico e recorrente, demandando o uso prolongado ou contínuo de medicamento ansiolítico, de preferência da classe antidepressiva. A dose de 15 mg de citalopran geralmente é uma subdose. A dose mínima é de 20 mg para TAG. A dose à qual o paciente respondeu deve ser mantida como dose de manutenção, sem redução posterior. A redução é feita somente com o intuito de retirar completamente o medicamento. Outra possibilidade é a associação de terapia cognitivo-comportamental( TCC) para auxiliar no controle dos sintomas.

  • 70
  • 154
  • 651
Marcos Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Santa Maria

Ver as 20 respostas

Atividade física é sempre bem vinda no nosso dia-a-dia. Sabemos que ao praticar exercícios físicos liberamos hormônios importantes para nosso bem estar. Um deles é a endorfina, responsável pelo prazer. Todos eles vão propiciar um aumento de bem estar, melhorias no sono, no humor, na memória e também na ansiedade. Lembrando que exercício físico deve ser regular para que obtenhamos tais benefícios. um abraço, Nivea Loza

  • 23
  • 32
  • 38
Nivea Loza

Psicóloga

Santo André

Ver as 19 respostas

Olá! Não pare a medicação sem autorização do profissional que a receitou, pois os efeitos da abstinência podem desencadear uma crise de ansiedade ainda mais grave. Relate ao médico sua insatisfação com a medicação, mas procure paralelamente um(a) psicólogo(a) para tratar a real causa do transtorno. Toda ansiedade tem um fator prisologico como causa principal e a medicação (quando funciona), só ameniza os sintomas, mas os motivos reais das crises estão incutidos em algo de cunho psicológico (que será "mascarado" pelo remédio), algo que aconteceu e não foi resolvido. Espero, sinceramente, que vc consiga solucionar a questão o mais breve possível. Um abraço grande e muita luz no seu caminho!

  • 35
  • 35
  • 22
Prof. Cátia Valéria Moreira da Rosa

Psicóloga

Teresópolis

Ver as 19 respostas

Atividade física e exercícios de respiração são excelentes para o controle natural da ansiedade. Psicoterapia também é bastante eficaz para conseguir compreender melhor as causas e como lidar com a ansiedade. Existem os medicamentos fitoterápicos com a Kava Kava que tem uma eficácia no controle de ansiedade e chás como de erva cidreira, camomila, e a passiflora também podem ajudar. No entanto em casos de ansiedade patológica mais graves o tratamento com a alopatia e medicamentos se faz necessário. Mas mudanças de comportamento com inserção de atividade física, evitar consumo de álcool, tabaco e drogas, mesmo as que supostamente são relaxantes como a a cannabis, dormir de forma adequada e psicoterapia podem ser surpreendentes no controle de ansiedade.

  • 106
  • 316
  • 441
Dr. Douglas Motta Calderoni

Psiquiatra

São Paulo

Ver as 18 respostas

O tratamento de um transtorno de ansiedade tem que ser aliado a parte medicamentosa psiquiátrica com um trabalho psicoterápico. Não existe uma terapia ideal e sim uma terapia que você se identifica. A Melhor terapia é a que você acredita e faz de forma regular. Linhas como a terapia cognitivo comportamental e terapia comportamental costumam ter resultados interessantes nestes quadros. O mais importante é fazer terapia, seja qual for, manter a constância e desenvolver os trabalhos propostos, isso é o mais importante, ou seja ser com alguém que você se identifica. Sua vida pode ganhar muita qualidade com isso.

  • 106
  • 316
  • 441
Dr. Douglas Motta Calderoni

Psiquiatra

São Paulo

Ver as 18 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: