Transtornos de aprendizagem - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtornos de aprendizagem

Informação sobre Transtornos de aprendizagem

O que é?

Transtorno de aprendizagem é a dificuldade apresentada pela criança para acompanhar o aprendizado compatível com sua idade. Esses transtornos são classificados como primários (quando não há qualquer problema de saúde ou de desenvolvimento da capacidade intelectual) e secundários (decorrentes de problema físico ou mental). Os principais transtornos são: - Acalculia: incapacidade de realizar cálculos matemáticos simples. - Aglossia: dificuldade para se expressar. - Discalculia: desordem neurológica que afeta a habilidade de entender e manipular os números. - Disgrafia: dificuldade de escrever (caligrafia e coerência). - Dislexia: dificuldade de ler, escrever e soletrar. - Disortografia: dificuldade no desenvolvimento da linguagem escrita. -Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH): síndrome caracterizada pela desatenção e impulsividade das crianças.

Qual é a causa?

Não há um motivo causador claro para a grande maioria dos transtornos. Acredita-se que estejam ligados a problemas neurológicos. Porém, fatores ambientais não são descartados como motivadores ou mesmo como agravantes das situações.

Quais os sintomas?

O maior sintoma é o baixo desempenho escolar. Isso gera uma série de problemas corelatos. A criança tem uma queda na autoestima e fica muito insegura uma vez que sofre críticas dos pais e professores além das provocações dos colegas.

Como fazer o diagnóstico?

O diagnóstico deve ser feito através de entrevista com as pacientes e observação de seu comportamento. Não há qualquer exame laboratorial ou de imagem que possa comprovar os transtornos de aprendizado primários. Isso só ocorre em relação aos transtornos de aprendizado secundários.

Qual o tratamento?

No caso dos transtornos de aprendizado secundários, não há opção de tratamento. Já em relação aos primários, o próprio crescimento da criança ajuda com que eles sejam minimizados ou desapareçam. Pode-se utilizar os serviços de psicólogos, psicopedagogos e fonoaudiólogos, por exemplo, para ajudar no desenvolvimento das crianças. Em alguns casos, há a opção do uso de medicamentos.

Possui uma dúvida concreta sobre Transtornos de aprendizagem? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Transtornos de aprendizagem

Os transtornos de aprendizagem são marcados por dificuldades de leitura (Dislexia), dificuldades matemáticas (Discalculia), erros na escrita (Disortografia) e "letra feia" (Disgrafia). Estes transtornos, comumente, se manifestam juntos e devem ser cuidadosamente analisados considerando toda a história e queixas que o sujeito traz para que evite possíveis erros de diagnósticos. Para isto, há diversos testes a serem realizados para cada caso bem como a avaliação de demais especialistas que constituam uma equipe multiprofissional.
Fernando Martinelli
Fernando Martinelli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fonoaudiólogo

|

Vitoria

Compreendem uma inabilidade específica, como de leitura, escrita ou matemática, em indivíduos que apresentam resultados significativamente abaixo do esperado para seu nível de desenvolvimento, escolaridade e capacidade intelectual. Os transtornos específicos do desenvolvimento das habilidades escolares compreendem grupos de transtornos manifestados por comprometimentos específicos e significativos no aprendizado de habilidades escolares. Para identificar os transtornos de aprendizagem é preciso que o paciente seja submetido a uma avaliação multidisciplinar (neurologista, fonoaudiólogo, psicólogo, psicopedagogo e outros).
Carine Cruz Ferreira

Fonoaudióloga

|

São Paulo

Os Transtornos de Aprendizagem compreendem uma inabilidade específica, como leitura, escrita ou matemática, em indivíduos que apresentam resultados significativamente abaixo do esperado para o seu nível de desenvolvimento, escolaridade e capacidade intelectual. A real etiologia dos Transtornos de Aprendizagem ainda não foi esclarecida pelos cientistas, embora existam algumas hipóteses sobre suas causas. Sabe-se que sua etiologia é multifatorial, porém ainda são necessárias mais pesquisas.
Dra. Lívia Meireles Soares
Dra. Lívia Meireles Soares Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fonoaudióloga, Psicóloga

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtornos de aprendizagem?

Nossos especialistas responderam 13 perguntas sobre Transtornos de aprendizagem.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

É necessária uma avaliação com um psicólogo para saber do que se trata. No entanto existem possibilidades, tais como ansiedade, déficit de atenção, apenas desatenção. Oriento você a procurar por um profissional para avaliar você. Espero ter ajudado. Abraços

  • 13
  • 11
  • 6
Marcela Ondei Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São José dos Campos

Olá, Seria importante você levá-la para uma avaliação neuropsicológica. Essa avaliação consegue identificar qual o problema e se realmente é uma dificuldade de aprendizagem ou algo relacionado ao emocional. Vale a ajuda e a avaliação ! Boa sorte ! Abraço, Nivea

  • 23
  • 31
  • 32
Nivea Loza

Psicóloga

Santo André

O comportamento desatento de uma criança pode ser motivada por vários fatores, incluindo um transtorno de aprendizagem. Verifica-se uma dificuldade de aprendizagem quando a criança é capaz de executar as tarefas, possui as habilidades necessárias, mas não as demonstra de forma constante. O transtorno de aprendizagem seria uma dificuldade significativa na capacidade em desenvolver habilidades e aprender, incluindo dislexia, disgrafia e discalculia. A avaliação do neuropediatra, além da avaliação neuropsicológica, é extremamente importante para realizar este diagnóstico diferencial. A criança pode apresentar um comportamento desatento por inúmeros fatores, ou ser este o sintoma principal de uma patologia.

  • 17
  • 21
  • 8
Mariana Antony

Psicóloga

Brasilia

Para uma avaliação completa e com resultados fidedignos, acredito que o mais indicado seria uma avaliação realizada por uma equipe multidisciplinar. Esta equipe poderia ser composta por um pediatra, neurologista, psicólogo, fonoaudiólogo. Converse com um profissional de sua confiança e explique sua situação, ele poderá te auxiliar na escolha dos outros profissionais.

  • 2
  • 2
  • 2
Luciana D. Rique Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Bauru

Ver as 13 perguntas sobre Transtornos de aprendizagem