Transtornos Do Humor - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtornos Do Humor

Informação sobre Transtornos Do Humor

O Transtorno de Humor caracteriza-se por alterações fundamentalmente de humor ou afeto (depressão ou elevação do humor). O transtorno também é acompanhado por alterações do nível global de atividade.
De acordo com a Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID 10 fazem parte deste bloco diagnóstico os Episódios maníacos, os Episódios e os Transtornos depressivos recorrentes, o Transtorno Afetivo Bipolar, os Transtornos persistentes do humor.

Possui uma dúvida concreta sobre Transtornos Do Humor? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Transtornos Do Humor

Acolho e ouço cuidadosamente todos os meus pacientes com transtorno de humor, alerto sobre os riscos dos exageros, dos excessos quando estão em manias e dos riscos das faltas, da desmotivação, quando estão em depressão. Explico oque ocorre no organismo nessa patologia e como se deve agir para diminuir os riscos e os sintomas que tanto sofrimento causam
Dr. Dínerson Fiuza
Dr. Dínerson Fiuza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Sexólogo

|

São Paulo

A depressão é resultado de múltiplos fatores: genética, ambiente e mudanças neurobiológicas. Nem sempre ocorre dependente de um fator estressor – pode “acontecer do nada”, mesmo com quem tem uma vida aparentemente normal. É importante diferenciá-la de tristeza - que todo mundo sente - ou de estados de stress agudo (luto, preocupações , rompimentos amorosos, demissão..). Na consulta costumo investigar fatores pessoais e familiares, o tratamento é personalizado conforme as caracteristicas dos sintomas do paciente. Alguns necessitam psicoterapia além das medicações e o acompanhamento passa a ser conjunto com o terapeuta escolhido. Solicito exames para avaliação fisica diferencial.
Dra. Vivian Machado
Dra. Vivian Machado Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Rio de Janeiro

Sabe-se que os transtornos bipolares estão associados a algumas alterações funcionais do cérebro, que possui áreas fundamentais para o processamento de emoções, motivação e recompensas. Caracterizado por oscilações ou mudanças cíclicas de humor. Estas mudanças vão desde oscilações normais, como nos estados de alegria e tristeza, até mudanças patológicas acentuadas e diferentes do normal, como episódios de mania, hipomania, depressão e mistos.
Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Transtorno do Humor é a alteração do humor e do afeto da pessoa, gerando prejuízos para sua vida funcional em todas as áreas: familiar, afetiva, acadêmica, laboral, lazer e autoconceito (como me vejo). 1. Tratamento Psiquiátrico associado ao tratamento Psicológico; 2. Avaliação Neuropsicológica para conclusão de diagnóstico e a necessidade de outros profissionais associados; 3. Elaboração das dificuldades e metas; 4. Treino de Habilidades Sociais; 5. Reavaliação do processo para continuação ou Alta.
Rosangela Fatori
Rosangela Fatori Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Ribeirão Preto

TRANSTORNOS DO HUMOR, estão relacionados à alteração do humor ou do afeto de maneira recorrente, provocando comprometimento nas diversas atividades cotidianas do indivíduo nas áreas familiar, acadêmica, profissional e social. A depressão, o transtorno bipolar e distímico, são tipos de transtorno de humor. O tratamento psicoterápico visa auxiliar o paciente a identificar seus pensamentos negativos e seu comportamento disfuncional, de modo à modifica-los.
Lúcia Dornelas Cavalcante
Lúcia Dornelas Cavalcante Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Recife

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtornos Do Humor?

Nossos especialistas responderam 9 perguntas sobre Transtornos Do Humor.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

No caso dos transtornos depressivos é fundamental que a pessoa se coloque em ação. A tendência de seu comportamento em episódios depressivos é a de ficar em reclusão, entrando num ciclo vicioso e dificultando ainda mais a melhora. Nesse seu caso talvez seja importante que você a leve ao trabalho, para que ela se engaje em atividades da maneira que ela conseguir. Encoraja-la a fazer suas atividades cotidianas no seu ritmo, sem executa-las por ela. O contato com pessoas significativas é muito importante e pode incluir o papel de ouvinte, embora seja uma tarefa pesada nesses casos. No entanto, é necessário que ela busque um profissional que a auxilie a planejar os passos em direção à remissão da depressão. Isso pode ajudar ela a adquirir um pouco mais de controle sobre sua saúde e também evita que ocorram eventuais prejuízos secundários. Nesse ponto é que se pode trabalhar a relação de dependência (se surgir) e construir maior autonomia durante o tratamento.

  • 87
  • 166
  • 63
Rodrigo Puppi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

O diagnóstico em psiquiatria não e baseado apenas no momento atual do indivíduo e sim é feito análise de toda história psiquica ao longo da vida. Dessa forma é possível que outro psiquiatra te avalie e chegue a um diagnóstico, mesmo que você já esteja em tratamento. Entretanto você já tentou esclarecer com seu médico essa sua dúvida quanto ao diagnóstico? Como ele te assiste ele já te conhece e chegar a um diagnóstico e tratamento correto se torna mais fácil. Se a dúvida persistir procure outra opinião sim, pois é importante ter bastante confiança no seu terapeuta tornando, assim, o tratamento mais efetivo. Atenciosamente.

  • 62
  • 96
  • 218
Dra. Camila Passos de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Os Transtornos Afetivos do Humor englobam diversos quadros que se relacionam desde depressão leve, moderada, grave, recorrente, mania, distimia, bipolaridade, com ansiedade ou sem, definidos ou sem especificação, entre outros que se relacionam ao "humor". O "Transtorno Bipolar" ou "Transtorno Afetivo Bipolar" é a mesma coisa, mas faz parte dos Transtornos de "humor". Espero que ter esclarecido sua dúvida.

  • 17
  • 3
  • 51
Cleunice Paez Borges Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

A lamotrigina não esta indicada em monoterapia para o tratamento de transtorno afetivo bipolar, sendo muitas vezes utilizada em combinação com outros medicamentos numa tentativa de aumentar a efetividade de resposta terapêutica. Pode ser utilizada com litio, valproato e antipsicóticos atípicos. Lembrando que a pessoa responsável por realizar tal avaliação é seu medico psiquiatra e auto medicação com estes medicamentos é de grande risco. a disposição

  • 680
  • 876
  • 1081
Prof. Dr. David De Lucena Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Fortaleza

Ver as 9 perguntas sobre Transtornos Do Humor