Transtornos Do Humor - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtornos Do Humor

Informação sobre Transtornos Do Humor

O Transtorno de Humor caracteriza-se por alterações fundamentalmente de humor ou afeto (depressão ou elevação do humor). O transtorno também é acompanhado por alterações do nível global de atividade.
De acordo com a Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID 10 fazem parte deste bloco diagnóstico os Episódios maníacos, os Episódios e os Transtornos depressivos recorrentes, o Transtorno Afetivo Bipolar, os Transtornos persistentes do humor.

Possui uma dúvida concreta sobre Transtornos Do Humor? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Transtornos Do Humor

Os transtornos do humor são distúrbios nos quais o nível global de energia, a vitalidade e o humor se alteram. São divididos em transtornos bipolares e transtornos depressivos (unipolares), sendo a diferença básica entre os dois grupos a ocorrência ou não de sintomas de hiperativação e exaltação do humor de forma anormal e incompreensível psicologicamente. Há diferentes tipos de transtornos bipolares, sendo o tipo I uma forma na qual a pessoa apresenta quadros eufóricos graves, podendo ter sintomas psicóticos (delírios, alucinações) e há formas menos graves nas quais as euforias são leves e muitas vezes discretas e passageiras, sendo difíceis de perceber.
Dr. Murilo Ferreira Caetano
Dr. Murilo Ferreira Caetano Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Goiânia

Sabe-se que os transtornos bipolares estão associados a algumas alterações funcionais do cérebro, que possui áreas fundamentais para o processamento de emoções, motivação e recompensas. Caracterizado por oscilações ou mudanças cíclicas de humor. Estas mudanças vão desde oscilações normais, como nos estados de alegria e tristeza, até mudanças patológicas acentuadas e diferentes do normal, como episódios de mania, hipomania, depressão e mistos.
Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Transtorno do Humor é a alteração do humor e do afeto da pessoa, gerando prejuízos para sua vida funcional em todas as áreas: familiar, afetiva, acadêmica, laboral, lazer e autoconceito (como me vejo). 1. Tratamento Psiquiátrico associado ao tratamento Psicológico; 2. Avaliação Neuropsicológica para conclusão de diagnóstico e a necessidade de outros profissionais associados; 3. Elaboração das dificuldades e metas; 4. Treino de Habilidades Sociais; 5. Reavaliação do processo para continuação ou Alta.
Rosangela Fatori
Rosangela Fatori Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Ribeirão Preto

Entende-se como humor o conjunto de características emocionais, sentimentais, afetivas e cognitivas que fazem parte de qualquer ser humano, isto é, todos produzimos e somos afetados pelo que acontece na nossa vida, nas relações, no trabalho e na família. Apresentar humor triste, irritável, desanimado, não necessariamente será um transtorno. Pode torna-se quando tais sentimentos fazem parte de forma constante da vida do indivíduo, em diversos momentos, em múltiplos locais, com várias pessoas. O alerta para o cuidado se encontra nesta esfera, pois existe a possibilidade de afetar o sujeito nos ambientes em que ele está inserido. A psicoterapia é uma possibilidade em casos similares.
Wellington Albuquerque Filho
Wellington Albuquerque Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Recife

No final do século XIX, Freud diagnosticou que toda sociedade era neurótica, hoje em pleno século XXI, diagnosticamos que o transtorno do humor tornou-se a condição existencial do homem contemporâneo. há uma relação análoga entre idéias antagônicas e o transtorno de humor. A fragmentação da mente em desejos opostos pode ser comparado aos indivíduos que vivem entre a mania e depressão. A indecisão, a dúvida, as escolhas mal feitas, os compromissos não compridos ou indesejáveis geram angústia, que por fim, desenvolvem estados de ansiedade e excitação ou estados desânimo e depressão.
Hudson Augusto Rodrigues Bonomo
Hudson Augusto Rodrigues Bonomo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtornos Do Humor?

Nossos especialistas responderam 11 perguntas sobre Transtornos Do Humor.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

No caso dos transtornos depressivos é fundamental que a pessoa se coloque em ação. A tendência de seu comportamento em episódios depressivos é a de ficar em reclusão, entrando num ciclo vicioso e dificultando ainda mais a melhora. Nesse seu caso talvez seja importante que você a leve ao trabalho, para que ela se engaje em atividades da maneira que ela conseguir. Encoraja-la a fazer suas atividades cotidianas no seu ritmo, sem executa-las por ela. O contato com pessoas significativas é muito importante e pode incluir o papel de ouvinte, embora seja uma tarefa pesada nesses casos. No entanto, é necessário que ela busque um profissional que a auxilie a planejar os passos em direção à remissão da depressão. Isso pode ajudar ela a adquirir um pouco mais de controle sobre sua saúde e também evita que ocorram eventuais prejuízos secundários. Nesse ponto é que se pode trabalhar a relação de dependência (se surgir) e construir maior autonomia durante o tratamento.

  • 90
  • 172
  • 125
Rodrigo Puppi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

Não tem. Mas há controle, o que significa uma vida sem restrições, mediante tratamento. Porém, isto é tido com benignidade, pois poucas doenças têm cura propriamente dita. Claro que é possível que um transtorno de humor remita completamente e assim permaneça até o final da vida, mas não se pode prever, portanto, não se fala em 'haver cura'.

  • 33
  • 15
  • 134
Joao Marcelo Duarte de Souza

Psiquiatra

Garanhuns

Boa tarde! O acompanhamento psicoterapêutico é um dos auxiliadores para que você perceba as mudanças causadas e lide com elas de forma mais consciente e ampla. Uma técnica que pode ajudar também é escrever em um caderno tudo aquilo que chamar sua atenção com relação às mudanças que você observar, mas o ideal é que esta técnica seja feita com o acompanhamento terapêutico. Espero ter ajudado.

  • 44
  • 50
  • 26
Patrícia Bueno Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Apesar de existir sintomas de humor, o T. Esquizoafetivo está no grupo dos transtornos Psicóticos.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 245
  • 81
  • 400
Dr. Mario Aranha Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Salvador

Ver as 11 perguntas sobre Transtornos Do Humor