Trombose Venosa - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Trombose Venosa

Os especialistas falam sobre a Trombose Venosa

A Trombose Venosa Profunda (TVP) é uma doença em que ocorre a formação de coágulos dentro das veias profundas. Em conseqüência destes coágulos, o sangue que passava por estas veias fica represado na extremidade, causando inchaço (edema) do membro acometido. As veias superficiais ficam ingurgitadas pelo desenvolvimento da circulação colateral. A maior preocupação é no deslocamento destes coágulos, através do sistema venoso, migrando pelo coração e impactando nas artérias pulmonares (Embolia Pulmonar) ocasionando falta de ar e morte. Quando o trombo no sistema profundo é recanalizado, as válvulas são destruídas e tornam-se insuficientes (síndrome pós trombótica) sendo indicado o uso de meias.
Dra. Karla Nocrato Loiola Vaiciunas
Dra. Karla Nocrato Loiola Vaiciunas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgiã vascular

|

Porto Velho

A trombose venosa nada mais é do que a oclusão (entupimento) da veia por coágulo de sangue. Normalmente acontece nas veias da panturrilha ou atrás do joelho e impede que o sangue volte da perna para o coração. Isso gera o acúmulo de sangue na perna, causando inchaço e dor. A principal e temida complicação é a embolia pulmonar. O diagnóstico é feito no consultório com o Duplex Scan (Ultrassom das veias). Na maioria dos casos, o tratamento se faz com medicação anticoagulante. Somente em casos graves é necessário cirurgia.
Dra. Livia Lyra

Angiologista, Cirurgiã vascular

|

Belo Horizonte

A trombose venosa é a coagulação do sangue no interior de uma veia do sistema venoso profundo. Pode ocorrer por vários motivos, tais como: doenças da coagulação do sangue, cirurgias, câncer, imobilização de membros, sequela de AVC, viagens prolongadas, etc. É uma doença potencialmente grave, uma vez que o trombo pode soltar da veia e ir parar nos pulmões, quadro denominado de embolia pulmonar. Necessita de tratamento imediato.
Dr. Fernando Trés Silveira
Dr. Fernando Trés Silveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Serra

Ocorre pela formação de coágulos no interior das veias. O membro inferior é o local mais frequente. Os sintomas são edema (inchaço) na perna, dor e endurecimento da panturrilha iniciados subitamente. Os principais fatores de risco são imobilização, realização de cirurgias, uso de anticoncepcionais e trombofilias (tendência genética). A migração destes coágulos para a circulação pulmonar (embolia pulmonar) pode ser fatal! Na fase crônica, pode causar insuficiência venosa por obstrução das veias ou pela destruição de suas válvulas. O diagnóstico com o EcoDoppler colorido e o tratamento com anticoagulantes devem ser precoces para evitar estas graves consequências.
Dr. Breno França Vieira
Dr. Breno França Vieira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Niterói

É a formação de coágulos provocando oclusão parcial ou total de uma veia do sistema venoso profundo. Pode acometer as grandes veias das coxas e pélvis, bem como as veias da perna. 90% dos coágulos formados espontaneamente no corpo vêm dos membros inferiores. Os principais fatores de risco são • Doenças do sistema de coagulação do sangue, as trombofilias, se destacando como a causa mais comum a alteração do Fator V (de Leiden). • Pacientes com mais de 40 anos e pacientes acamados também têm aumento do risco para trombose. • Pacientes que já tiveram embolia pulmonar anteriormente decorrente de trombose venosa têm risco 3 a 4 vezes maior de terem novo episódio. • Pacientes submetidos
Dr. Fabio S. Dinamarco
Dr. Fabio S. Dinamarco Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Trombose Venosa?

Nossos especialistas responderam 133 perguntas sobre Trombose Venosa.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

As meias de compressão tem função de alívio dos sintomas relacionados ao edema. Dependendo do grau de desconforto causado por ele, diferentes táticas podem ser definidas. Sugiro que discuta o seu caso específico com seu cirurgião vascular para evitar uso desnecessário de dispositivos compressivos.

  • 51
  • 17
  • 29
Dr. Gustavo Messinger Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

Campos Dos Goytacazes

Marcar consulta

Existem algumas cirurgias onde é realizada a desobstrução do segmento trombosado, não é indicada em todos os casos, mas quando bem indicada tem bons resultados. É muito importante que descubra a causa dessas tromboses.

  • 148
  • 63
  • 441
Dr. Fernando Trés Silveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

Serra

Olá O processo de recanalização de uma trombose acontece ao longo de um período de tempo variável, podendo ocorrer rapidamente em alguns casos ou demorar anos em outros, ou ainda não ocorrer em 100%. Mas a princípio ele está tratado, e vem apresentando a evolução esperada. É importante que mantenha sempre o cuidado com o médico que está acompanhando o caso. Att

  • 26
  • 11
  • 9
Dr. Bruno Nanni Alexandrino Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

Curitiba

Marcar consulta

Olá. É muito importante a pesquisa do fator causal da trombose, muitas vezes além do uso de anticoncepcional existe a associação de uma trombofilia. Neste caso você pode ter um risco maior do que as mulheres que não tem trombofilia e mesmo sem o uso do anticoncepcional ter uma nova trombose. Continue o acompanhamento com seu cirurgião vascular, a fim de pesquisar a causa da trombose para no caso de um cirurgia ou outro fator que leve a redução da sua mobilidade, possam ser administrados medicamentos para reduzir o risco de trombose.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 55
  • 3
  • 104
Dr. Luiz Felipe Gannam De Almeida Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Ver as 133 perguntas sobre Trombose Venosa