Consultório

Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Tijuca, Rio de Janeiro
Consultório particular (mapa)

Próxima data disponível:

Mostrar o calendário
Atende: adultos
(21) 99954.....
(21) 2204.....

Experiência

Sobre mim

Cardiologista com larga experiência na área e excelente formação acadêmica, com Mestrado e Doutorado em Cardiologia. Professor Adjunto de Cardiologia ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Cardiologia Ambulatorial
  • Cardiopatia Isquêmica


Formação

  • Preceptorship em Insuficiência Cardíaca, Hospitais San Carlos, Ramon y Cajal e Puerta de Hierro, Madri, 2017
  • MBA Executivo em Saúde, Fundação Getúlio Vargas, 2015
  • Preceptorship on Heart Failure, Harvard School of Medicine, 2016
Veja mais


Vídeos


Idiomas

Alemão, Francês, Inglês, Português

Opiniões

Sem opiniões dos pacientes

Este especialista não tem nenhuma opinião dos pacientes da Doctoralia. Seja o primeiro em deixar uma!

Deixe aqui sua opinião

Serviços e preços

Consulta Cardiologia


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


ECG (eletrocardiograma)


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Primeira consulta Cardiologia


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Retorno de consultas Cardiologia


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta domiciliar Cardiologia


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Avaliação do risco cirúrgico


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Check up


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular


Avaliação pré-operatória


Rua Conde de Bonfim 112, salas 808/809, Rio de Janeiro

Preço não relatado

Consultório particular

Opiniões

Sem opiniões dos pacientes

Este especialista não tem nenhuma opinião dos pacientes da Doctoralia. Seja o primeiro em deixar uma!

Deixe aqui sua opinião

Dúvidas respondidas

7 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Angioplastia coronariana

    Meu pai fez duas angioplastia nesses últimos 3 meses, ele é diabético tipo 2, hipertenso e tem aumento na próstata e cisto nos rins. Ele voltou a trabalhar logo após duas semanas de cirurgia e depois de um mês e uma semana (hoje) ele sentiu uma leve dor no peito e está sentindo um cansaço fora do normal. Isso é normal após a angioplastia? Obs: ele está tomando os medicamentos corretamente

    Não é normal. O paciente diabético pode "obstruir" o stent com maior rapidez, principalmente se tiver colocado stent convencional. O cansaço pode significar isquemia e/ou insuficiência cardíaca. É necessário uma reavaliação pelo cardiologista.

    Dr. Humberto Villacorta

  • Pergunta sobre Anormalidades Cardiovasculares

    Tenho extrasistole descoberta a algum tempo, como posso saber se ela é benigna ? Pois tenho muito medo queria me curar.

    O risco depende do contexto. Extrassístoles isoladas em pacientes assintomáticos e sem cardiopatia, são de bom prognóstico. A presença de desmaios indica maior risco e nesses casos, o paciente deve ser avaliado minuciosamente por um cardiologista. Entre os dois extremos, os casos devem ser individualizados.

    Dr. Humberto Villacorta

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Cardiologista com larga experiência na área e excelente formação acadêmica, com Mestrado e Doutorado em Cardiologia. Professor Adjunto de Cardiologia ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Cardiologia Ambulatorial
  • Cardiopatia Isquêmica


Formação

  • Preceptorship em Insuficiência Cardíaca, Hospitais San Carlos, Ramon y Cajal e Puerta de Hierro, Madri, 2017
  • MBA Executivo em Saúde, Fundação Getúlio Vargas, 2015
  • Preceptorship on Heart Failure, Harvard School of Medicine, 2016
Veja mais


Vídeos


Idiomas

Alemão, Francês, Inglês, Português

Redes sociais


Artigos

Cardiomiopatias

O termo cardiomiopatias refere-se a um grupo de doenças que afetam o músculo do coração. Elas são divididas em dilatadas (coração grande), hipertrófica (o coração não dilata, mas as paredes do coração são espessas; tem origem genética) e restritivas (quando o coração tem força para contrair, mas o relaxamento está prejudicado, como na amiloidose). O tratamento inicial dessas doenças é feito com medicamentos e, em alguns casos, procedimentos cirúrgicos podem ser feitos.


Insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma doença que cursa geralmente com aumento do coração, causando sintomas como falta de ar e inchaço das pernas. Se não tratada adequadamente, pode ter evolução ruim. O tratamento é feito com medicamentos, que usualmente controla bem os sintomas, na maioria dos casos. As causas da doença são variadas. Em casos selecionados, há indicação de implante de aparelhos (semelhantes a um marca-passo) e procedimentos cirúrgicos. Em casos extremos, o transplante cardíaco está indicado. Devido a complexidade da doença, ela deve ser tratada por um cardiologista especialista em Insuficiência Cardíaca. Desde 1996, me dedico aos estudo e tratamento dessa doença.


Cardiomegalia

Cardiomegalia é o termo médico para indicar que o tamanho do coração está aumentado. Nesse caso, devido a alguma agressão (infarto, pressão alta, diabetes, álcool, doença de Chagas, agressão por vírus, doença genética) o coração se dilata, podendo o paciente ser assintomático no início da evolução, mas com grande chance de evoluir para um quadro de insuficiência cardíaca, com falta de ar e inchaço nas pernas, que pode progredir para inchaço generalizado.


Disfunção Ventricular

Disfunção ventricular é um termo que significa que o coração está fraco e não consegue exercer sua função de maneira adequada (disfunção sistólica). Esse quadro cursa geralmente com dilatação do coração e insuficiência cardíaca (falta de ar e inchaço). Em outros casos, a disfunção se refere à redução do relaxamento do coração (disfunção diastólica), podendo também levar a quadro de falta de ar aos esforços.


Arteriosclerose Coronária

O termo arteriosclerose ou arteriosclerose das coronárias indica uma doença que acomete as artérias do coração, podendo levar a obstruções. Pode cursar com dor no peito, falta de ar aos esforços e pode levar ao infarto do miocárdio. O tratamento inclui medicamentos, procedimentos com colocação de stents (angioplastia com cateteres) ou cirurgia de "ponte de safena".


Dispnéia

Dispneia é o termo médico para falta de ar. É o sintoma principal da insuficiência cardíaca e das cardiomiopatias. O tratamento é feito com medicamentos para tratar a doença de base e quando há retenção de líquido, o que leva à congestão dos pulmões causando a dispneia, o tratamento é feito com diuréticos.

Veja todos os artigos