Luiz Márcio Alves de Ávila, Psiquiatra Florianópolis

Dr. Luiz Márcio Alves de Ávila

Psiquiatra

Número de Identificação Profissional: CRM 11.056
1 opinião

Consultório

Rua Madalena Barbi, 81, Florianópolis
Clínica Personale (mapa)

Nesse endereço não é possível marcar consulta online

Pedir calendário de consultas

Experiência

Sobre mim

Uma avaliação psiquiátrica está indicada para pessoas que estejam apresentando alterações nas emoções, no comportamento, no sono, no apetite e na ener...

Mostrar a descrição completa


Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
1 opinião

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Clínica Personale Depressão

Pontos positivos
Fui paciente do Luiz Márcio durante 2 anos. Fui cordialmente atendido, com muita atenção, presteza e, acima de tudo, com compaixão. Ajudou na compreensão de problemas, realizou acompanhamento medicamentoso e tratamentos complementares. Indico a pessoas que buscam melhora da qualidade de vida.

Pontos de melhoria
Considero-me plenamente satisfeito com o tratamento e com as metodologias adotadas, além de respeitar e sentir-me confortável com a abordagem do médico. Por considerar um tratamento holístico, acredito que não há pontos relevantes que poderiam ser melhorados.

Dr. Luiz Márcio Alves de Ávila

Muito obrigado pelo comentário!


Serviços e preços

Tratamento Em Psiquiatria Em Hospital Geral


Rua Madalena Barbi, 81, Florianópolis

Preço não relatado

Clínica Personale


Consulta domiciliar Psiquiatria


Rua Madalena Barbi, 81, Florianópolis

Preço não relatado

Clínica Personale


Primeira consulta Psiquiatria


Rua Madalena Barbi, 81, Florianópolis

Preço não relatado

Clínica Personale


Consulta Psiquiatria


Rua Madalena Barbi, 81, Florianópolis

Preço não relatado

Clínica Personale

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
1 opinião

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Clínica Personale Depressão

Pontos positivos
Fui paciente do Luiz Márcio durante 2 anos. Fui cordialmente atendido, com muita atenção, presteza e, acima de tudo, com compaixão. Ajudou na compreensão de problemas, realizou acompanhamento medicamentoso e tratamentos complementares. Indico a pessoas que buscam melhora da qualidade de vida.

Pontos de melhoria
Considero-me plenamente satisfeito com o tratamento e com as metodologias adotadas, além de respeitar e sentir-me confortável com a abordagem do médico. Por considerar um tratamento holístico, acredito que não há pontos relevantes que poderiam ser melhorados.

Dr. Luiz Márcio Alves de Ávila

Muito obrigado pelo comentário!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

20 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtorno bipolar

    Meu marido esta com transtorno bipolar e saiu de casa, fala que não tem nenhum sentimento por mim, saiu de casa e pediu o divorcio. Nosso relacionamento antes da crise estava bom. Este desprezo tem algo a ver com o quadro. E quanto a parte sexual, realmente eles só pensam em sexo?

    Provavelmente as alterações de comportamento que seu marido tem apresentado estão relacionadas ao quadro de transtorno bipolar diagnosticado. Nos episódios de agitação pode haver hipersexualidade e desleixo com a vida familiar. Está indicada uma consulta em emergência. Com o tratamento ele poderá voltar a se comportar como antes da crise.

    Dr. Luiz Márcio Alves de Ávila

  • Pergunta sobre Depakote

    Já 10 meses o médico suspendeu o Depakene, fui parar algumas vezes em hospitais com crises horríveis. As piores passaram mas continuo sentindo queimação no corpo a ponto de doer (as vezes sensação gelada). O que Depakene fez no meu corpo? Quando vai passar?

    A causa de suas crises e sensações de calor e gelo não tem relação com o Depakene usado, uma vez que ele desaparece do corpo 24 horas após a última dose. Há que investigar outra causa para tais crises. Desejo melhoras.

    Dr. Luiz Márcio Alves de Ávila

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Uma avaliação psiquiátrica está indicada para pessoas que estejam apresentando alterações nas emoções, no comportamento, no sono, no apetite e na ener...

Mostrar a descrição completa


Artigos

Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

Transtorno mental geralmente iniciado na infância. O indivíduo apresenta dificuldade para manter a concentração em tarefas difíceis, ou monótonas (fazer tarefas escolares, prestar atenção à aula), além de se mostrar inquieto, (escala, corre, não permanece sentado), impulsivo para falar e agir. Tais sintomas podem provocar problemas na escola, em casa, ou no trabalho, uma vez que 40% dos pacientes mantém os sintomas na vida adulta.


Alterações do humor

Emoções muito intensas, frequentes, ou duradouras que tragam sofrimento e prejuízo ao paciente, como por exemplo: tristeza, ansiedade, raiva, medo, euforia etc. Seu tratamento melhora a qualidade de vida e traz serenidade.


Ataque de pânico

Um episódio súbito de intensa ansiedade, ou desconforto, associado a tremores, taquicardia, falta de ar, ou sufocação, dormências, enjôo, geralmente durando minutos. Pode ser desencadeado por algo específico, ou vir sem motivo claro. Podem ser confundidos com ataque cardíaco, ou doenças clínicas, levando pessoas a buscarem emergências médicas. Psicoterapia, medicamentos, atividade física e meditação "mindfulness" podem ajudar.


Transtorno bipolar

Transtorno mental caracterizado por oscilações graves de humor e na disposição. O paciente alterna entre episódios de depressão, (tristeza, desânimo, insônia, vontade de morrer) com outros episódios onde apresenta agitação, idéias de grandeza, irritabilidade, ou euforia, impulsividade (excesso de gastos, de sexo, de uso de drogas) e agressividade, levando a graves prejuízos na vida familiar, no trabalho, ou social. Psicoterapia, medicamentos e atividade física podem ajudar.


Esquizofrenia

Transtorno mental caracterizado por delírios (crenças irreais, como a de que alguém está perseguindo a pessoa), ou alucinações (ouvir vozes sem gente perto, conversar sozinho, ver coisas que outros não veem), isolamento, fraca disposição, descuido pessoal, conversa desconexa levando a insucessos na vida familiar, trabalho, ou escola. Psicoterapia, medicamentos e atividade física podem ajudar.


Depressão

Tristeza frequente, perda de interesse, ou prazer associadas a fraca disposição para atividades, alterações no sono, no apetite, no raciocínio, baixa autoestima e idéias de morte ou suicídio são sintomas de depressão e tem tratamento. Podem ser desencadeados por problemas pessoais, ou relacionados à hereditariedade. Psicoterapia, medicamentos, atividade física e meditação "mindfulness" podem ajudar.

Veja todos os artigos