Perguntas sobre Carbamazepina

Perguntas sobre Carbamazepina

28Perguntas

51Respostas

14Especialistas de acordo

130Pacientes agradecidos

Sim, é recomendável avaliar nível sérico do fármaco. Além disso, hemograma com contagem de plaquetas e a função hepática devem ser realizadas rotineiramente.

  • 1
  • 3
  • 15
Dra. Patrícia Pimenta Lemos Maia

Psiquiatra

Salvador

Ver as 3 respostas

Caro internauta, também é comum de acontecer hiponatremia (queda do sódio) com o uso da carbamazepina. Atenciosamente

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 531
  • 228
  • 925
Willian Rezende do Carmo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

NÃO !!! A Carbamazepina está associada a um risco 2 a 3 vezes maior de malformações no bebê e outras alterações no organismo do recém-nascido. Ela deve ser evitada durante a gravidez.

  • Obrigado 11
  • 1 especialista está de acordo
  • 71
  • 31
  • 55
Dra. Juliana S R Carvalho Kuntz Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

A carbamazepina é uma medicação que traz alto risco de malformações e outros agravos ao bebê, principalmente no primeiro trimestre da gestação. Nesse período inicial, tem contra-indicação absoluta. Converse com seu médico assistente sobre alternativas ao seu tratamento durante a gravidez.

  • Obrigado 6
  • 1 especialista está de acordo
  • 2
  • 1
  • 7
Dra. Renata Lage Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Vitória

Ver as 3 respostas

Faço outra pergunta: quais as possíveis consequências caso a carbamazepina não seja utilizada para as indicações propostas. As duas principais são t afetivo bipolar e epilepsia. Em ambas a tendência é progressao da doença com enormes prejuízos à saúde do paciente. Deste modo, os possíveis riscos da carbamazepina são menores que os riscos de ficar sem tratamento.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 715
  • 930
  • 1754
Prof. Dr. David De Lucena Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Fortaleza

Ver as 3 respostas

A carmabazepina também pode ser utilizado para diversas neuralgias e dores neuropáticas, alem de ser uma boa opção para pessoas com transtorno de personalidade, crianças com retardo mental e qualquer outra situação em que a agressividade e impulsividade precisam ser controladas.

  • 715
  • 930
  • 1754
Prof. Dr. David De Lucena Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Fortaleza

Ver as 3 respostas

Não, como nenhuma medicação ainda na face da Terra tem esse poder. E em alguns casos, a carbamazepina pode até piorar a libido.

  • 201
  • 58
  • 281
Dr. Mario Aranha Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Salvador

Ver as 3 respostas

Caro(a) Internauta, a medicação Carbamazepina tem indicações específicas para algumas doenças neurológicas e psiquiátricas. Não há até o momento descrição para tratamento da rigidez (espasticidade) de membros após AVC com Carbamazepina. Entretanto, há que ficar claro qual a real indicação proposta, pois há casos de dor crônica associadas a estados sequelares pós-AVC nos quais a droga pode agir como moduladora da dor e melhorar os sintomas álgicos que limitam movimentos. Sugiro que converse diretamente com seu médico sobre isso. Atenciosamente,

  • 25
  • 18
  • 24
Dr. Samir Câmara Magalhães Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Medico do Sono, Neurologista

Fortaleza

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

Olá. O Torsilax, que contém os princípios ativos Carisoprodol, Cafeina, Paracetamol e Diclofenaco, (isto é, um relaxante muscular, estimulante coadjuvante no tratamento da dor aguda, analgésico comum e anti-inflamatório não esteroidal) não tem interações significativas com a droga antiepiléptica Carbamazepina. Desde que prescritos por um médico após consulta e avaliação formal do paciente, pode-se usar os dois fármacos concomitantemente. Abraços!

  • 136
  • 118
  • 397
Dr. Rodrigo Vasconcellos Vilela Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Belo Horizonte

Ver as 2 respostas

Idealmente a suplementação de ácido fólico deve começar 3 meses antes da gestação. Realmente é fundamental consultar com o neurologista para avaliar o risco e benefício do uso da carbamazepina durante a gestação para o seu caso em específico.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 751
  • 785
  • 1474
Tomás Rotelli de Olivieira Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Uberaba

Ver as 2 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Carbamazepina?

Nossos especialistas responderam 28 perguntas sobre Carbamazepina.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.