Findor - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Findor

Para que serve Findor

Indicações de Findor
FINDOR é antipirético e analgésico, particularmente no poliartritismo, reumatismo muscular, isquialgias, nevralgias, cefaléias, cólicas hepatobiliares e renais, e outras crises dolorosas.


Contra-Indicações de Findor
FINDOR não deve ser administrado a pacientes com intolerância conhecida aos derivados pirazolônicos ou com determinadas doenças metabólicas tais como: porfiria hepática e deficiência congênita de glicose-6-fosfato-desidrogenase.


Princípios ativos Findor

Composição
Cada comprimido contém: DIPIRONA sódica .................... 0,5 g Excipiente ........... q.s.p. .................... 1 comprimido Cada mililitro (ml) de solução oral (gotas) contém: DIPIRONA sódica .................... ....... 0,5 g Excipiente .......... q.s.p. .................... 1,0 ml Obs: 1 ml equivale a 30 gotas Cada mililitro (ml) de solução injetável (ampolas) contém: DIPIRONA sódica .................... 0,5 g Excipiente ........... q.s.p. .................... 1,0 ml Cada supositório infantil contém: DIPIRONA sódica .................... 0,3 g Excipiente ........... q.s.p. .................... 1 supositório USO PEDIÁTRICO OU ADULTO INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - Conserve em lugar fresco ao abrigo da umidade e da luz. A data de validade está impressa no cartucho. ATENÇÃO O PRODUTO NÃO DEVE SER UTILIZADO FORA DO PRAZO DE VALIDADE INDICADO SOB RISCO DE NÃO PRODUZIR OS EFEITOS ESPERADOS. INFORME AO MÉDICO OCORRÊNCIA DE GRAVIDEZ NA VIGÊNCIA DO TRATAMETNO OU APÓS SEU TÉRMINO. "TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS"


Considerações Findor

Cuidados de Administração
O início da ação da DIPIRONA sódica é praticamente imediato. Para obter o máximo de eficácia, utilize a medicação no horário e doses estipulados pelo seu médico. CUIDADOS NA INTERRUPÇÃO DO TRATAMENTO O tratamemento pode ser interrompido sem provocar danos ao paciente.


Informações Técnicas
FARMACODINÂMICA A dipirona é um potente analgésico e antipirético. Age a nível central e periférico, simultaneamente. O mecanismo de ação analgésica central ocorre por inibição da síntese de prostaglandinas e pela ativação do potencial inibitório do tronco cerebral, levando à depressão da transmissão do impulso no sistema nociceptivo e à diminuição da taxa de descarga dos neurônios espinhais. A ação periférica resulta da inibição da síntese de prostaglandinas e da inibição da susceptibilidade da atividade nociceptora pelas substâncias hiperalgésicas.


Interações Medicamentosas
Não se deve ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com FINDOR porque o efeito do álcool pode ser potencializado. Medicamentos contendo ciclosporinas não devem ser administrados concomitantemente pois ocorre uma diminuição do nível sanguíneo de ciclosporina. FINDOR, igualmente, não deve ser administrado a pacientes sob tratamento com clorpromazina, pois pode ocorrer hipotermia grave.


Laboratório
Labs. Clímax S.A.


Precauções
Nos tratamentos prolongados é obrigatório o acompanhamento do paciente através de hemogramas, devido a possibilidade de ocorrência de agranulocitose . Em indivíduos com deficiência de protrombina a dipirona pode agravar a tendência de sangramento. Seu uso deve ser evitado nos primeiros três meses e nas últimas seis semanas da gestação e, mesmo fora destes períodos, FINDOR somente deve ser administrado a gestantes em casos de absoluta necessidade. Pacientes com asma e infecções respiratórias crônicas, bem como pacientes com hipersensibilidade de qualquer tipo, mesmo as substâncias não medicamentosas, podem desenvolver choque. Em lactentes com menos de três meses ou pesando menos de 5 kg e em pacientes com distúrbios hematopoiéticos, FINDOR somente deve ser administrado em casos de absoluta necessidade e sob absoluto controle médico. A forma injetável deve ser usada somente quando não for possível o uso de formas orais e retais.


Efeitos adversos Findor

Efeitos Colaterais de Findor
Em pacientes sensíveis, independentemente da dose, a dipirona sódica pode provocar reações de hipersensibilidade, com manifestações cutâneas do tipo alérgico. A reação de hipersensibilidade de maior importância, embora bastante rara, é a ocorrência da forma alérgica, da granulocitopenia ou agranulocitose, que é sempre um quadro muito grave. Caso durante o uso de dipirona surjam manifestações cutâneas ou mucosas, principalmente da boca ou garganta, o tratamento deve ser suspenso e o médico imediatamente consultado. Pacientes com história de reação de hipersensibilidade a outras drogas ou substâncias podem constituir um grupo de maior risco e apresentar efeitos colaterais mais intensos, até mesmo choque. Neste caso o tratamento deve ser imediatamente suspenso e tomadas as providências médicas adequadas: colocar o paciente deitado com as pernas elevadas e as vias aéreas livres. Diluir 1 ml de adrenalina a 1:1000 para 10 ml e aplicar 1 ml por via endovenosa e a seguir uma dose alta de glicocorticóide. Se necessário, fazer reposição do volume sanguíneo com plasma, albumina ou soluções hidroeletrolíticas. POSOLOGIA Comprimidos: 1 a 2 comprimidos, três a seis vezes ao dia. No caso de febre persistente, administrar ¼ ou ½ comprimido de hora em hora. Gotas: 20 a 40 gotas, três a seis vezes ao dia. Solução injetável: 2 a 6 ml ao dia, por via intramuscular ou endovenosa. A via endovenosa (cuja aplicação deve ser feita lentamente) é especialmente indicada nos casos de reumatismo articular agudo, cólicas, algias intensas e nos casos de febre alta, podendo, se necessário, ser usado até 15 ml ao dia, a critério médico. Em pediatria, reduzir a dose de acordo com a idade, usando as tabelas apropriadas. Supositório infantil: 12 a 14 anos 2 supositórios até 4 vezes ao dia; 8 a 11 anos: 1 a 2 supositórios até 4 vezes ao dia; 3 a 7 anos: 1 supositório até 4 vezes ao dia. Se doses maiores forem necessárias devem ser administradas por via oral. Crianças com idade inferior a 3 anos não devem ser tratadas com formas retais (supositórios). CONDUTA NA SUPERDOSAGEM O tratamento segue os princípios gerais da conduta no controle de intoxicações exógenas "SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA".


Reações Desagradáveis
Interrompa imediatamente o uso deste produto e informe ao seu médico caso haja o aparecimento de: manifestações alérgicas na pele (coceira, placas vermelhas, etc.), dor de garganta ou qualquer outra anormalidade na boca ou garganta. Informe ao seu médico o aparecimento de qualquer reação desagradável. INGESTÃO CONCOMITANTE COM OUTRAS SUBSTÂNCIAS Pacientes sob tratamento com DIPIRONA sódica não deve, ingerir bebidas alcoólicas. Pacientes sob tratamento com medicamentos que contenham clorpromazina ou ciclosporina não devem fazer uso de DIPIRONA sódica.


Apresentações de Findor

  • Findor Apresentação
    Embalagens contendo 50 e 200 comprimidos Embalagens contendo frascos conta-gotas com 10 e 20 ml Embalagem contendo 50 ampolas de 2 ml Embalagem contendo 5 supositórios infantis


Tem perguntas sobre Findor?

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.