Loratadina - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Loratadina

Tem perguntas sobre Loratadina?

Nossos especialistas responderam 8 perguntas sobre Loratadina.

Loratadina é um anti-alérgico de 2a geração (não é dos mais modernos nem dos mais antigos) e, em geral, não costuma estar disponível em apresentações com Dipirona associada.

  • Obrigado 10
  • 1 especialista está de acordo
  • 1335
  • 473
  • 1484
Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco

Medico do Sono, Otorrino

Rio de Janeiro

A dose usual é de 10 mg 1x ao dia, porém em alguns casos o medico está autorizado a prescrever doses mais altas, como por exemplo em casos de urticária crônica.

  • 52
  • 9
  • 56
Dra. Natalia Rocha do Amaral

Alergista

Rio de Janeiro

Caríssimo, procure um médico Alergista para tratar de seu problema alérgico. Não brinque com sua saúde.

  • 267
  • 38
  • 148
Prof. Dr. Isaac Aisenberg Ferenhof Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Alergista

Florianópolis

Loratadina e desloratadina são antihistamínicos ("antialérgicos") de nova geração que não possuem efeito sobre o sistema nervoso central e logo não provocam sonolência, irritabilidade e alteracção de sono como os de geração antiga (ex. hidroxizine, poleramine). A loratadina é uma medicação mais antiga, que sofre metabolização no fígado e excreção renal e pode necessitar de ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal e hepática. A desloratadina é um medicamento mais novo derivado de um metabólito da loratadina e com um perfil de segurança melhor, já que não necessita sofrer metabolização no fígado para sua ação. São medicações seguras porém não devem ser utilizadas de forma frequente sem o acompanhamento médico.

  • 68
  • 49
  • 126
Dr. Alex Lacerda Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Alergista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 8 perguntas sobre Loratadina