Mesigyna - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Mesigyna

Para que serve Mesigyna

Contracepção hormonal (enantato de noretisterona valerato de estradiol)

 

Considerações Mesigyna

Interacoes medicamentosas

”Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o uso de Mesigyna®.” Baseado no conhecimento obtido com COCs, assume-se que o efeito contraceptivo de Mesigyna® pode ser prejudicado pelo uso concomitante de outros medicamentos. Estes incluem medicamentos usados para o tratamento da epilepsia (por exemplo, primidona, fenitoína, barbitúricos, carbamazepina, oxcarbazepina, topiramato, felbamato); tuberculose (por exemplo, rifampicina) e infecções por HIV (por exemplo, ritonavir, nevirapina); antibióticos (por exemplo, penicilinas, tetraciclinas, griseofulvina) para outras doenças infecciosas; e produtos contendo Erva de São João (usada principalmente para o tratamento de estados depressivos). Alguns medicamentos (por exemplo, cetoconazol, eritromicina, ciclosporina) podem inibir o metabolismo de Mesigyna®. Contraceptivos hormonais combinados podem também interferir no mecanismo de outros medicamentos. Informe seu médico se você está utilizando ou utilizou recentemente qualquer medicamento, inclusive medicamentos sem prescrição médica ou plantas medicinais. Também informe que está tomando MesigynaÒ a qualquer outro médico ou dentista que venha a lhe prescrever outro medicamento.

Efeitos adversos Mesigyna

Durante o tratamento com Mesigyna podem ocorrer, em casos isolados, cefaléias, distúrbios gástricos, náuseas, tensão mamária, alterações do peso e da libido, bem como estados depressivos. Isoladamente, podem ocorrer amenorréias e sangramento por disrupção. Na presença de sangramentos por disrupção intensos, persistentes e recorrentes, que não desapareçam espontaneamente, o medicamento deve ser suspenso para que se exclua alguma causa orgânica. Após tratamentos, prolongados, pode ocorrer, às vezes, cloasma em mulheres predispostas, que se acentua com a exposição prolongada ao sol. Recomenda-se a mulheres com esta tendência que não se exponham durante muito tempo aos raios solares. Tem-se observado em casos isolados, uma diminuição da tolerância frente a lentes de contato

 

Contra-Indicaçoes

Gravidez; alterações graves da função hepática; antecedentes de icterícia idiopática gravídica ou prurido gestacional grave; síndrome de Dubin-Johnson e de Rotor; tumores hepáticos atuais ou antecedentes dos mesmos; processos tromboembólicos arteriais ou venosos, ou antecedentes dos mesmos, bem como condições que aumentem a tendência a tais enfermidades (por exemplo, distúrbios do sistema de coagulação com tendência a trombose, determinadas cardiopatias); anemia falciforme; carcinoma de mama ou de endométrio, ou antecedentes dos mesmos; diabetes mellitus grave com alterações vasculares; transtornos do metabolismo lipídico; antecedentes de herpes gravídico; otosclerose com agravamento durante alguma gestação anterior.

Tem perguntas sobre Mesigyna?

Nossos especialistas responderam 168 perguntas sobre Mesigyna.

Sim! Os anticoncepcionais injetáveis mensais como a Mesigyna tem como inconveniente frequente a "alteração do ciclo menstrual" com tendência a ficar irregular, descontrolado, imprevisível, pode ocorrer aumento do fluxo em quantidade ou número de dias, atrasar ou mesmo não descer! Em questão de eficácia eles são até mais seguros que as pílulas anticoncepcionais orais porém podem apresentar este efeito adverso menstrual. São geralmente indicadas para quem tem problemas gástricos e intolerância a ingesta de pílulas por via oral, ou para quem esquece muito de tomar o comprimido diário, mas os injetáveis tem as mesmas contra-indicações das pílulas orais.

  • 852
  • 732
  • 2486
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Pode ficar tranquila que nenhum dos 02 medicamentos altera a eficácia do contraceptivo injetável que vc está usando. gde abraço!

  • Obrigado 21
  • 1 especialista está de acordo
  • 188
  • 102
  • 551
Dra. Ivana Fernandes Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Florianópolis

Olá. Nunca inicie uma medicação anticoncepcional sem a ajuda do seu médico. Nem todas as mulheres podem usar a Mesigyna. Essas medicações podem estar associada a eventos graves como trombose. O uso errado pode aumentar o risco de uma gravidez indesejada. Se você iniciou a injeção corretamente, você já está protegida a partir do primeiro dia da aplicação. O risco de falha é de 3 gravidezes a cada 1000 mulheres por ano ( risco de 0,3%). Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Discuta a sua anticoncepção.

  • 8100
  • 3021
  • 8042
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Ola Boa Tarde!!! Para você não ficar confusa marque o dia do mês em que realizou a injeção e naquele dia de todo mês você faz uma nova aplicação (por exemplo todo dia 05!) Assim você tem menos chances de errar.

  • 19
  • 1
  • 7
Alessandra Mantovani Bernardo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Campinas

Ver as 168 perguntas sobre Mesigyna