Metformina - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Metformina

Para que serve Metformina

Indicações de Metformina
Adjuvante da dieta do controle de diabetes insulinoindependente (tipo II) quando o regime alimentar sozinho não permite a normalização do peso e/ou glicemia. É também indicado para complementar a insulinoterapia em diabetes insulinorresistentes.


Contra-Indicações de Metformina
Hipersensibilidade às biguanidas ou a outros componentes da fórmula; gravidez; diabetes insulinodependente; insuficiência renal; orgânica ou funcional; mesmo moderada; insuficiência hepática; acidose láctica; alcoolismo agudo ou crônico; qualquer situação médica aguda, tais como, colapso cardiovascular; insuficiência cardíaca congestiva, infarto do miocárdio, cirurgia ou septicemia; estados doentios que podem estar associados com hipoxemia; complicações agudas (vômitos ou diarréia) que provavelmente resultam em desidratação e azotemia pré-renal. Além desta, outras condições que predispõem à acidose láctica.


Princípios ativos Metformina

Composição
Cada comprimido contém: cloridrato demetformina 850 mg. Excipientes: polivinilpirrolidona, celulose microcristalina e estearato de magnésio.


Considerações Metformina

Como Usar (Posologia)
A dose usual é de 1 comprimido (850 mg), 2 vezes ao dia, às refeições, esta dose pode ser paulatinamente aumentada até no máximo 3 comprimidos ao dia, a critério médico. Os comprimidos devem ser ingeridos com auxílio de água, logo após uma das refeições. Superdosagem: a superdosagem pode levar em conseqüência à acidose láctica. Neste caso recomenda-se o tratamento com bicarbonato de sódio e tratamento de apoio intensivo. A hipoglicemia pode requerer a administração de glicose.


Laboratório
Lab. Neo Quím. Com. e Ind. Ltda.


Precauções
Metformina, embora em menor proporção que a outra biguanida, pode provocar acidose láctica como efeito secundário, devido à gravidade deste quadro, recomenda-se que sejam rigorosamente seguidas as indicações para seu uso. No caso de ocorrer sintomas que precedem a acidose láctica, tais como: náuseas, vômito, hiperventilação, mal-estar ou dor abdominal, deve-se imediatamente interromper o tratamento e avisar o médico. Idosos (acima de 65 anos) requerem acompanhamento médico. - Interações medicamentosas: cimetidina: pode ocorrer redução do clearance da Metformina. Anticoagulantes cumarínicos: aumento da excreção dos anticoagulantes. Álcool, barbitúricos, salicilatos e fenotiazinas potencializam o risco de acidose láctica quando utilizados concomitantemente com a Metformina. Drogas com efeitos hiperglicemiantes (corticosteróides, tiazídicos, anovulatórios, etc.) podem modificar a evolução do diabetes e requerer ajuste da dosagem ou associações com outros agentes hipoglicemiantes (sulfoniluréias ou insulina). A Metformina dificulta a absorção de muitos fármacos, incluindo a vitamina B12.


Efeitos adversos Metformina

Efeitos Colaterais de Metformina
As reações adversas mais comuns com o uso da Metformina são as perturbações do trato gastrintestinal como náusea, vômito, diarréia e desconforto abdominal, além de mal-estar e hiperventilação. Esses efeitos ocorrem em aproximadamente 10 a 30% dos pacientes e raramente perduram apenas nos primeiros dias do tratamento. Isto pode ser evitado ou minimizado iniciando-se o tratamento com uma dosagem mais baixa e ingerindo a droga durante ou após às refeições. Caso ocorram estes sintomas descritos, que precedem a acidose láctica, interromper o tratamento e avisar o médico. A acidose láctica, às vezes fatal, foi associada ao tratamento com a Metformina, porém, quase todos os casos relatados envolviam pacientes com contra-indicação ao tratamento ou com ingestão de doses excessivamente altas. Anorexia (perda de peso), muitas vezes usadas como justificativa para associá-la com a insulina. Ocasionalmente podem ocorrer reações cutâneas e gosto metálico.


Apresentações de Metformina

  • Metformina Apresentação
    Caixa com 30 comprimidos.


Tem perguntas sobre Metformina?

Nossos especialistas responderam 87 perguntas sobre Metformina.

A metformina demora cerca de 3 semanas para um melhor efeito. Se vc está usando a mais tempo, convém retornar em consulta com seu médico para adequar o tratamento.

  • Obrigado 17
  • 1 especialista está de acordo
  • 20
  • 6
  • 40
Dra. Andresa Colombo Balestro

Endocrinologista

Porto Alegre

Olá! De forma alguma. O uso de metformina associado a atividade física e boa alimentação em pessoas com resistência à insulina pode prevenir ou retardar o aparecimento do diabetes.

  • 45
  • 31
  • 60
Dra. Michelle Carreira Miranda Monteiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

Rio de Janeiro

É difícil de responder de forma direta e geral a essa pergunta! Teríamos de avaliar caso a caso e o motivo de você querer saber! Seria pra fazer um exame? Seria pra avaliar efeitos colaterais no sistema digestivo? Resumidamente, existem as formas de metformina com XR no final (dura mais tempo) e sem XR no final (dura menos tempo). Além disso a eliminação do medicamento vai depender do seu organismo, especialmente se a filtragem dos seus rins está normal! Se eles não estiverem funcionando bem, essa duração ficará aumentada! Pra te responder de forma simplificada, conte como 48 horas o tempo para que você "elimine" o medicamento do seu corpo, e possa fazer um exame com contraste ou ser submetido a um procedimento! Espero ter ajudado!

  • 27
  • 10
  • 9
Dr. Andre Neves Mascarenhas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

Brasília

Marcar consulta

Olá. A síndrome do ovário policísticos é uma síndrome endocrino-metabolica de caráter genético e hereditário. Cursa com irregularidade menstrual, acne, oleosidade excessiva da pele, excesso de pêlos, cistos nos ovários, aumento dos hormônios androgenicos, diabetes, alterações do colesterol, doenças cardiovasculares, excesso de peso, infertilidade, etc. Não tem cura, mas controle, baseado em mudanças no estilo de vida, atividades físicas, perda e controle de peso, dieta pobrr em gordura e carboidratos. A mulher com ovário policísticos pode ter uma dificuldade de engravidar, mas não uma impossibilidade. Se a sua menstruação está atrasada, faça um teste de gravidez. A metformina não cura a síndrome do ovário policístico, mas pode ajudar a melhorar a irregularidade menstrual e pode ajudar a melhorar a fertilidade. Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Se não deseja engravidar, discuta a sua anticoncepção. Se deseja engravidar, use o ácido fólico.

  • 8090
  • 3020
  • 8037
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Ver as 87 perguntas sobre Metformina