Luis Fernando A. Borges

Luis Fernando A. Borges

Psicólogo

Competência em: Terapia de Casal, Fenomenologia, Psicanálise

Número de Identificação Profissional: CRP: 01/18886

Consultório

1

Opiniões para Luis Fernando A. Borges

5

Baseado em 2 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Luis Fernando A. Borges?

Opinar

O melhor: "Parece que estamos na nossa casa."

Carol B. marcou consulta com Luis Fernando A. Borges em Clínica de Psicologia Simplesmente

Luis Fernando A. Borges respondeu a esta opinião

Muito obrigado pela sua opinião! Fico feliz em saber que se sente à vontade na clínica

O melhor: "Dr. Luís Fernando e dono de uma pontualidade impar, me sentir confortável desde á primeira consulta ele e muito acolhedor, ético, simpático, bem organizado, tem uma ótima comunicação, após nossas consultas consigo me ver melhor, o que não acontecia a muito tempo."

Motivo da visita: cansaço emocional

Paciente que marcou consulta com Luis Fernando A. Borges em Clínica de Psicologia Simplesmente

Luis Fernando A. Borges respondeu a esta opinião

Muito obrigado, fico feliz em poder fazer parte do seu processo de autoconhecimento

Experiência

Formação

  • PsicólogoUniversidade de Brasília2015
  • Bacharel em PsicologiaUniversidade de Brasília2015
  • Mestre em Psicologia Clínica e CulturaUniversidade de Brasília2019

Sobre mim

Membro de:

Doctoralia Solidaria Men Brasil

Número de Identificação Profissional: CRP: 01/18886

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Serviços

  • Primeira consulta Psicanálise
  • Primeira consulta Psicologia
  • Consulta psicológica do adolescente
  • Consulta psicológica do adulto
  • Consulta psicológica do idoso
  • Consulta psicológica online
  • Psicanálise
  • Psicoterapia
  • Terapia de Casal
  • Tratamento da ansiedade
  • Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos
  • Tratamento de Identidade de Gênero
  • Tratamento de Síndrome do pânico
  • Tratamento de sofrimento psiquico
  • Tratamento do TDAH
  • Tratamento do transtorno de estresse pós-traumático
  • Tratamento para relacionamento abusivo

Respostas de Luis Fernando A. Borges

2 Respostas

1 Especialistas de acordo

1 Pacientes agradecidos

Luis Fernando A. Borges está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Sim, um ar condicionado pode ajudar, mas repare que o calor não é o único motivo. Além dos fatores muito bem explicados pelos profissionais da psiquiatria, deve observar também como está sua mente. Preocupações excessivas, ansiedade e instabilidade emocional também fazem parte das possíveis causas. Muitos pacientes com dificuldade de dormir costumam dizer algo como: "quando deito fico pensando em várias coisas, minha cabeça não pára..." Você se identifica com essa frase? O mais indicado é que se avalie para que possa ser o mais claro possível ao relatar ao profissional como está se sentindo, o tratamento conjunto pelo psiquiatra e psicólogo costuma ser muito eficaz para insônia nos casos em geral.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Luis Fernando A. Borges

Luis Fernando A. Borges

Psicólogo

Brasília

Agradecemos a pergunta! São vários os medicamentos comunmente utilizados para o tratamento de transtorno do pânico, como Alprazolam, Clonazepam, Paroxetina ou até mesmo o Rivotril, mas sem dúvidas apenas seu psiquiatra vai poder te indicar os medicamentos mais adequados para cada caso, de acordo com os simtomas mais recorrentes e a gravidade das crises. Independentemente de qual ou quais medicamentos irá tomar, ou se é que irá tomar, o tratamento mais adequeado dependerá do processo de psicoterapia. Tal transtorno está fortemente ligado a fatores estressores, a um temperamento suscetível ao estresse e ao funcionamento psíquico da pessoa, podendo se agravar diante de fatores como histórico de traumas, mudanças importantes ocorrendo na vida, morte de entes queridos ou vivência de situações de estressantes, o que reforça a necessidade e viabilidade do processo terapêutico. A sindrome do pânico tem tratamento e você pode vir a se ver livre dos sintomas mesmo sem precisar de medicamentos.

Luis Fernando A. Borges

Luis Fernando A. Borges

Psicólogo

Brasília

{0}{1}