Iara Maria Alves Pereira

Iara Maria Alves Pereira

Psicóloga

Competência em: Psicologia Clínica e da Saúde, Psicoterapia Individual, Orientação Vocacional, Stress

Número de Identificação Profissional: CRP06/69640

Consultório

1

Opiniões para Iara Maria Alves Pereira

5

Baseado em 3 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Iara Maria Alves Pereira?

Opinar

O melhor: "A Drª Yara é uma profissional segura, competente e interessada. O ambiente do atendimento é simples e aconchegante."

Motivo da visita: atendimento psicológico

Paciente que marcou consulta com Iara Maria Alves Pereira em Rua Presidente Castelo Branco, 137

Iara Maria Alves Pereira respondeu a esta opinião

Fico feliz com seu feedback. Obrigada!

O melhor: "Gostei de tudo. Seguindo o diagnóstico consegui reverter o quadro rapidamente. Continuo em atendimento. Obtive respostas objetivas e claras sobre o que estava sentindo e os motivos reais de tais sentimentos."

Poderia melhorar: "Acho que está tudo perfeito."

Motivo da visita: Depressão

Mônica G. marcou consulta com Iara Maria Alves Pereira em Rua Presidente Castelo Branco, 137

Iara Maria Alves Pereira respondeu a esta opinião

Muito obrigada por seu feedback, mas gosto sempre de lembrar que o bom resultado do processo terapêutico também é resultado do comprometimento do paciente e você é comprometida.

O melhor: "Está sempre atenta durante as sessões e me auxiliando muito com suas orientações, demonstrando profissionalismo, competência e comprometimento com sua profissão"

Motivo da visita: Psicoterapia

Paciente que marcou consulta com Iara Maria Alves Pereira em Rua Presidente Castelo Branco, 137

Iara Maria Alves Pereira respondeu a esta opinião

Obrigada pelo retorno e reconhecimento. Saber que estamos ajudando é muito gratificante!

Experiência

Formação

  • PsicologiaUniversidade UniPaulistana2002
  • Psicologia JunguianaFacis - Faculdade de Ciências da Saude de São Paulo2007
  • Avaliação PsicológicaIpog Instituto de Pós Graduação e Graduação2018

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: CRP06/69640

Experiência em

Idiomas

  • Português

Serviços

  • Análise Junguiana
  • Anamnese Psicológica
  • Aplicação de testes e escalas
  • Atendimento em assédio moral
  • Atendimento em violencias do trabalho
  • Atendimento psicológico à mulheres em situação de violência doméstica
  • Avaliação da inteligência
  • Avaliação Psicológica
  • Avaliação psicológica para cirurgia bariátrica
  • Avaliação Psicológica para Vasectomia e Laqueadura
  • Avaliação Psicossocial
  • Consulta psicológica do adulto
  • Consultoria em Recursos Humanos
  • Escalas Beck
  • Figura Complexa de Rey
  • Inventário de Ansiedade Traço-Estado
  • Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL)
  • Laudo Cirurgia Bariátrica
  • Orientação profissional
  • Orientação Vocacional
  • Palestrante
  • Pirâmides Coloridas de Pfiste
  • Procedimento de Desenho-Estória
  • Psicologia do Trabalho
  • Psicoterapia
  • Psicoterapia Adulto
  • Teste HTP (House, tree, person)
  • Teste Palográfico de personalidade
  • Teste Vocacional
  • Testes Projetivos
  • Testes Psicométricos
  • Tratamento do TDAH
  • Tratamento para relacionamento abusivo
  • Tratamento terapêutico da fibromialgia

Artigos escritos por Iara Maria Alves Pereira

Bullying

A Lei 13.185, que entrou em vigor em 2016, classifica o bullying como intimidação sistemática, quando há violência física ou psicológica em atos de humilhação ou discriminação. Essa classificação inclui ataques físicos, insultos, ameaças, comentários e apelidos pejorativos, entre outros, diferenciando-se das "brigas comuns", quando se torna algo rotineiro. Os estudos apontam que crianças com um perfil mais retraído costumam ser as maiores vítimas.Geralmente elas apresentam maior dificuldade para se expressar e possuem medo de piorar a situação, já que muitas vezes a chantagem costuma fazer parte das agressões, contribuindo para o silêncio. É preciso ficar atento as mudanças de comportamento

Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH),é uma doença neuropsiquiátrica crônica que em geral se caracteriza por 18 sintomas sendo 9 deles relacionados à desatenção; 6 à hiperatividade; e 3 à impulsividade.Sendo classificados em 3 sub-tipos; predominantemente desatento; predominantemente hiperativo, e o mais comum é o combinado desatento mais hiperatividade. As causas do TDAH não são completamente conhecidas, entretanto os estudos apontam para a necessidade de uma combinação de fatores ambientais, genéticos e biológicos.
Seu diagnóstico é predominante clinico e requer tratamento medicamentoso e psicoterápico.

Veja os 8 artigos escritos por Iara Maria Alves Pereira

Respostas de Iara Maria Alves Pereira

4 Respostas

0 Especialistas de acordo

2 Pacientes agradecidos

Iara Maria Alves Pereira está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá! O TDAH traz uma sério de dificuldade a vida, porém é possível e necessário melhorar para a qualidade de vida do portador, bem como sua relação consigo e com o outro, buscar ajuda psicoterápica para aprender a administrar melhor as questões advindas do transtorno. Não tenho dúvidas de que sentirá-se melhor com o processo psicoterápico.. Fico a disposição!

Iara Maria Alves Pereira

Iara Maria Alves Pereira

Psicóloga

Osasco

Olá! Muito pelo contrário, privação de sono tende a comprometer o processo atencional, bem como o humor, memória e emoções. Dormir bem, proporciona sensação de bem estar, renovação da energia e colabora na qualidade da nossa atenção, entre outras coisas. É importante avaliar a medicação com médico que te acompanha e buscar ajuda psicoterápica para aprender a lidar melhor com as questões relativas ao TDAH, independentemente da linha de atendimento.

Iara Maria Alves Pereira

Iara Maria Alves Pereira

Psicóloga

Osasco

Olá, só é possível tratar a depressão sem medicamento considerando apenas o processo psicoterápico quando ela se dá num nível leve. Casos onde a depressão se mostra de moderada e forte o ideal é a combinação medicamentosa e psicoterápica. Se você confia no seu psiquiatra siga as orientações e não abandone o tratamento. Busque conciliar o tratamento medicamentoso com a psicoterapia, os resultados tendem a surgir mais rapidamente. E não tenha medo de tomar remédios, quando em constante acompanhamento médico, eles não oferecem nenhum risco de dependência. E por fim, não se sinta mal por chegar a esse ponto, a depressão não é sinal de fraqueza, e sim o indicio que você pode estar vivendo de modo intenso e contante alguma coisa que vem consumindo seu animo. Se precisar estou por aqui.

Iara Maria Alves Pereira

Iara Maria Alves Pereira

Psicóloga

Osasco

Ver as 4 perguntas respondidas por Iara Maria Alves Pereira

{0}{1}