Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Psicanalista, Psicólogo

Competência em: Lacaniana, Freudiana, Sexualidades, Terapia Sexual, Sexualidade Humana, Psicologia Clínica e da Saúde, Psicologia Hospitalar

Número de Identificação Profissional: 11/09461

Consultório

1
2

Opiniões para Bruno Henrique Barbosa Sampaio

5

Baseado em 12 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Bruno Henrique Barbosa Sampaio?

Opinar

O melhor: "Passei por 6 (SEIS!) psicólogos ao longo da vida e até desacreditei dos benefícios da psicologia apesar do meu psiquiatra sempre insistir p eu ir. Por indicação de 1 amiga, conheci esse profissional q é tão novinho, mas tão talentoso e com pontuações genias!1 Ele SIM entende a alma humana. Gratidão!"

Poderia melhorar: "Agradeço pela dedicação e por me ajudar a ver sentido na vida. Carinho,"

Motivo da visita: Forte depressão e desejo de morrer

Paciente que marcou consulta com Bruno Henrique Barbosa Sampaio em Cedic - Centro de Diagnósticos Clínicos

O melhor: "um dos poucos profisisonais q trabalham c transexuais na cidade. pesquisei bastante e mts pessoas indicaram o dr bruno. até pensei q existia mais outro bruno pq todas falavam e n podia ser uma pessoa só q todas indicavam. rsrs minha vida é outra. ainda n consegui a transição mas minha vida é outra."

Poderia melhorar: "mts trans não conseguem atendimento porque alem de n ter profissionais n tem como pagar. graças a deus encontrei o dr bruno. trabalho e posso pagar, mas muitas não conseguem. e é dificil encontrar horario livre com o dr bruno, entao nem todas podem ser atendidas e é preciso pra transição"

Motivo da visita: Transição

Paciente que marcou consulta com Bruno Henrique Barbosa Sampaio em Cedic - Centro de Diagnósticos Clínicos

O melhor: "Agradeço ao Dr. Bruno pela ética profissional, a dedicação, a sensibilidade e HUMANIZAÇÃO no trato com o paciente, enfim esses e muitos outros valores, atribuimos a esse profissional da saúde."

Motivo da visita: Psicoterapia

Paciente que marcou consulta com Bruno Henrique Barbosa Sampaio em Hospital de Saude Mental de Messejana

O melhor: "Profissional gabaritado e super prestativo, super!! Passando para parabenizá-lo pela luta e pela forma humana como trata de questões da sexualidade. Nossa equipe tirou nota máxima e ainda ficamos entre os melhores trabalhos em um congresso que participei. Parabéns e continue assim."

Motivo da visita: Entrevista sexualidade p/ faculdade

Paciente que marcou consulta com Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Bruno Henrique Barbosa Sampaio respondeu a esta opinião

Agradeço as generosas pontuações e me coloco à disposição para futuros e eventuais trabalhos acadêmicos. Contem comigo.

Ver as 12 opiniões sobre Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Experiência

Formação

  • Bacharel em PsicologiaUniversidade Federal do Ceará2014
  • Autorwww.brunosampaioblog.com2017
  • Pós-Graduação em Psicologia e SexualidadeUniversidade de Araraquara2019

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 11/09461

Experiência em

Idiomas

  • Português

Serviços

  • Primeira consulta Psicanálise
  • Retorno de consultas Psicanálise
  • Consulta domiciliar Psicanálise
  • Primeira consulta Psicologia
  • Consulta domiciliar Psicologia
  • Psicanálise
  • Psicoterapia Psicanalítica
  • Anamnese Psicológica
  • Avaliação Psicológica
  • Avaliação Psicológica para Vasectomia e Laqueadura
  • Psicoterapia
  • Psicoterapia Adulto
  • Terapia sexual
  • Tratamento Adicção

Respostas de Bruno Henrique Barbosa Sampaio

13 Respostas

15 Especialistas de acordo

16 Pacientes agradecidos

Bruno Henrique Barbosa Sampaio está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Serão exatamente as fases de hipomania/ mania que irão afirmar o diagnóstico de T. Bipolar. Algumas considerações se fazem necessárias neste momento: caso haja um tratamento prévio dirigido para depressão (com uso exclusivo de antidepressivos, por exemplo), o mesmo deverá ser revisto com maior brevidade possível, dados os riscos que um episódio hipomaníaco pode trazer ao paciente (desde riscos significativamente aumentados de tentativa de suicídio a riscos psicossociais e neurológicos).
Embora, nesta fase, o paciente venha a se sentir MUITO BEM, inclusive podendo obter ganhos sociais, financeiros e emocionais notáveis, é crucial que se intervenha e que o tratamento seja melhor orientado.
Para isto, é importantíssimo acompanhamento de perto do psicólogo e psiquiatra que o acompanham, embora o paciente possa até a vir achar que não precise. T. Bipolar é uma condição que traz muitos riscos ao paciente, porém, grande parte, apresenta ótimas respostas ao tratamento e qualidade dee vida.

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Psicanalista, Psicólogo

Fortaleza

Iniciar um outro processo analítico, às vezes, é complicado e até penoso, dado que muito do que foi dito só foi dito após serem derrubadas uma série de, digamos, barreiras e/ou dificuldades, a partir do momento em que se estabeleceu um "laço de confiança" com seu analista.
Pontuaria duas coisas: essa dificuldade inicial é bem comum, sobretudo se você e seu antigo analista tivessem uma boa relação terapêutica, porém é bom registrar também que essa boa relação pode se estabelecer com outros profissionais da mesma forma e, em alguns casos, essa mudança é até benéfica para você mesmo.
Dada a dificuldade, eu indicaria tentar entrar em contato com o seu antigo analista e solicitar alguma indicação de um profissional de sua confiança (isso se ele não já tiver feito o encaminhamento). Acho que, de alguma forma, você sendo encaminhada a um profissional que o profissional que você confia indicou poderia ajudar a vencer essa "dificuldade/ falta de coragem/ resistência".

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Psicanalista, Psicólogo

Fortaleza

Quem vai determinar se isto é normal ou não será você mesma diante do que isto representa e do possível grau de sofrimento que esta falta de desejo pode trazer. Não se trata de ser normal ou não. Uma pessoa pode não ter desejo de transar e conviver bem com isso. No entanto, se há sofrimento, prejuízo na relação conjugal e se o fato de não ter desejo de transar é algo que incomoda, é possível buscar tratamento. O corpo feminino apresenta algumas mudanças com o passar dos anos e a partir de certo ponto, questões como falta de lubrificação vaginal e mudanças nos níveis hormonais podem prejudicar a vida sexual de algumas mulheres. Outras questões relativas ao casamento e à vivência da sexualidade a dois também podem contribuir (alguns casais possuem um repertório sexual muito limitado, o que, fatalmente, pode estar também relacionado à falta de desejo).
Indicaria procurar um psicólogo e levar seu relato ao seu ginecologista. Estes profissionais certamente saberão como conduzir o caso.

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Bruno Henrique Barbosa Sampaio

Psicanalista, Psicólogo

Fortaleza

Ver as 13 perguntas respondidas por Bruno Henrique Barbosa Sampaio

{0}{1}