Juliana Bonetti Simão

Juliana Bonetti Simão

Psicóloga

Competência em: Terapia Sexual, Psicanálise

Número de Identificação Profissional: CRP: 06 89623

Consultório

1

Opiniões para Juliana Bonetti Simão

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a avaliar Juliana Bonetti Simão

Experiência

Formação

  • Especialista em Psicanálise para a Formação de PsicoterapeutasUNIFESP2011
  • Especialista em Psicoterapia com Enfoque na SexualidadeInstituto Paulista de Sexualidade2012
  • Mestranda em Psicologia Clínica Analítica Pontifica Universidade Católica de São Paulo2016

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: CRP: 06 89623

Experiência em

Idiomas

  • Português

Serviços

  • Primeira consulta Psicologia
  • Psicoterapia Adulto
  • Terapia de Casal
  • Terapia sexual

Respostas de Juliana Bonetti Simão

9 Respostas

4 Especialistas de acordo

13 Pacientes agradecidos

Juliana Bonetti Simão está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá, seu relato foi breve e qualquer pontuação minha pode ser superficial ou até equivocada. No entanto, creio que o profissional mais adequado para te ajudar é um psicólogo. Não tema seus sentimentos. A saudade conta sobre alguém muito importante e a necessidade de compreender essa situação como um todo. Buscar uma terapia vai te ajudar a enfrentar esse luto e a resignificar essa tristeza que tem te atrapalhado tanto. Em um segundo momento, se for preciso, o psicólogo te encaminhará para um psiquiatra e o uso de medicamento poderá ser importante. Boa sorte!

Juliana Bonetti Simão

Juliana Bonetti Simão

Psicóloga

São Paulo

Posso estar enganada e peço desculpas se estiver, mas a descrição que faz de si mesma me soa como uma queixa. Entendo em seu relato que reconhece o quanto seus pais lhe amaram e fizeram tudo o que estava ao alcance deles para te criar. No entanto, parece-me que sente falta de um parceiro, um companheiro que lhe corresponda verdadeiramente. Em determinado momento de nossas vidas é necessário refletirmos o lugar de destaque que, muitas vezes, damos aos nossos pais e familiares em detrimento de anseios e necessidades nossas. Um parceiro amoroso à altura virá, mas precisamos antes amadurecer. E amadurecer pode implicar em reestruturamos nossos vínculos com aqueles que mais amamos e que também nos ama. Enquanto nossos pais forem protagonistas de nossas histórias o parceiro/namorado/amante/homem que tanto sonhamos não vai conseguir se aproximar. Busque uma psicoterapia. Sem trabalho não há transformação. Espero ter ajudado. Boa sorte!

  • Obrigado 4
  • 1 especialista está de acordo
Juliana Bonetti Simão

Juliana Bonetti Simão

Psicóloga

São Paulo

Olá. A anorgasmia é a incapacidade de chegar à plenitude no ato sexual. Essa dificuldade orgásmica acontece com 2,5% dos homens e é bem mais comum após a quinta década de vida. É mais ou menos o oposto da ejaculação precoce, essa bem mais comum e predominante numa faixa etária mais jovem. Muitos homens "não entendem porque esses pacientes se queixam, pois conseguir ficar horas transando com a parceira deve ser maravilhoso". Mas não é bem isso que acontece. O paciente com dificuldade de chegar ao orgasmo sente imensa frustração, ansiedade e insatisfação. A parceira também, muitas vezes, assume um sentimento de culpa e incapacidade. O problema tem muitas causas que vão desde o emocional (predominante em jovens) à causas orgânicas como o uso de antidepressivos, baixos níveis de testosterona, diabetes mellitus ou o próprio envelhecimento. O ideal seria procurar uma ajuda multidisciplinar. Ou seja, um urologista com boa formação em andrologia e um sexólogo para ajuda psicológica.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Juliana Bonetti Simão

Juliana Bonetti Simão

Psicóloga

São Paulo

Ver as 9 perguntas respondidas por Juliana Bonetti Simão

{0}{1}