Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Psicóloga

Competência em: Psicologia Clínica, Transtornos de Ansiedade, Depressão, Transtornos Alimentares, Psicoterapia para Adolescentes

Número de Identificação Profissional: CRP-01/10027

Marcação de consultas

Endereço do consultório

SHLN Bloco K (sl 402, Centro Clínico I) 70770-904 Asa Norte Brasília

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1

Opiniões para Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a avaliar Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Experiência

Formação

  • Graduação em PsicologiaUniversidade Católica de Brasília2004
  • Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e SaúdeUniversidade de Brasília2013
  • Especialista em Psicologia Clínica em Gestalt-TerapiaInstituto de Gestalt-Terapia de Brasília2015
  • Curso: Corpo e CriatividadeInstituto Gestalt-Terapia de Brasília2017
  • Programa de Mindfulness para Qualidade de Vida e Redução do EstresseHumanessencia: Coaching & Mindfulness, HCM2018

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: CRP-01/10027

A Gestalt-Terapia é uma terapia existencial-fenomenológica, fundada em 1950, como uma abordagem da Psicologia. Sua principal referência é Frederick S. Perls ou Fritz Perls. No Brasil teve início em 1972. Objetiva tornar os/as clientes conscientes de suas ações, pensamentos e sentimentos, como eles ocorrem e como podem transformar-se e, ao mesmo tempo, aprender a aceitar-se e a valorizar-se.
Na prática gestáltica, o corpo tem um lugar especial para a ampliação da awareness (consciência plena de si-mesmo) por permitir trabalhar as três dimensões humanas: emoção, motor e intelectual.
No meu trabalho, busco a totalidade e a integridade do/a cliente, incluindo no processo psicoterápico a fala, a emoção, o sentimento, os gestos, o olhar, o tom de voz, as ações, os movimentos corporais como formas de expressão do/a cliente para que ele/a perceba suas necessidades baseadas no sentir, pensar e agir congruentes e possa ampliar seus recursos e seu auto-suporte, tornando-se capaz de fazer melhores escolhas, responsabilizando-se sobre suas escolhas e consequências e tornando-se mais autônomo/a e integrado/a na vida.  

 

Experiência em

Idiomas

  • Português

Webs

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: maio 2018

Artigos escritos por Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Tratamento para bulimia nervosa

Na minha prática com clientes com sintomas de bulimia nervosa, parto do que o cliente traz (seus sintomas e sua história de vida) para entendê-lo em seu momento presente e, a partir disso, trabalho com as três dimensões humanas: emoção, motor e pensamento por meio da fala, do trabalho corporal e criativo para que o/a cliente percebe suas necessidades, reveja e reflita sobre seus conceitos, crenças, verdades e amplie seus recursos e seu auto-suporte, tornando-se capaz de fazer escolhas diferentes, assumindo uma atitude mais autônoma e integrativa no mundo.

Tratamento para anorexia nervosa

Na minha prática com clientes com sintomas anorexia nervosa, parto do que o cliente traz (seus sintomas e sua história de vida) para entendê-lo em seu momento presente e, a partir disso, trabalho com as três dimensões humanas: emoção, motor e pensamento por meio da fala, do trabalho corporal e criativo para que o/a cliente percebe suas necessidades, reveja e reflita sobre seus conceitos, crenças, verdades e amplie seus recursos e seu auto-suporte, tornando-se capaz de fazer escolhas diferentes, assumindo uma atitude mais autônoma e integrativa no mundo.

Veja os 10 artigos escritos por Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Respostas de Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

27 Respostas

19 Especialistas de acordo

20 Pacientes agradecidos

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Crianças com transtorno do espectro autista demonstram sinais no primeiros meses. Os transtornos do espectro autista apresentam uma ampla gama de severidade e dificuldades. Há uma grande heterogeneidade na apresentação fenotípica, tanto com relação à configuração e severidade dos sintomas comportamentais. O diagnóstico do autismo é clínico, feito por observação do comportamento e entrevistas com os pais ou responsáveis. Dessa forma, sugiro que você procure um psicoterapeuta e converse com o pediatra, fale o que tem observado em relação ao desenvolvimento do seu/da sua filho/a, suas dúvidas, medos e preocupações. Abraços!

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Brasília

Caro/a leitor/a, o tempo lógico em Lacan tem uma finalidade no processo analítico, serve para chamar a atenção do que foi dito, e o momento de interrupção é um modo de dizer, de fazer alguma coisa para ajudar o paciente na sua relação com o inconsciente. O momento de interrupção na sessão é um convite, uma forma de dizer ao paciente vai trabalhar sobre isso, vai elaborar isso, escute o que você falou. Lacan desenvolveu esse conceito e essa técnica de se trabalhar na análise a partir de sua experiência clínica e seus estudos. No entanto, esta técnica é muito particular da abordagem lacaniana, o padrão no processo psicoterápico e da análise é durar 50 minutos a 1h de sessão. Sugiro que você se perceba: fique atento aos pensamentos, sentimentos, sensações e ações diante do seu processo analítico. Pois tanto no processo de análise como no psicoterápico, os seguintes fatores são fundamentais para o tratamento: empatia, calor humano, apoio e autenticidade. Abraços!

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Brasília

Caro/a leitor/a, o alcoolismo é um termo usado para descrever a dependência do álcool, a pessoa apresenta um comportamento compulsivo por bebidas alcóolicas e dificuldade em parar de beber. É uma doença complexa, que está relacionada a fatores sociais, ambientais, familiares, biológicos e emocionais. No seu caso, você relata vontade de se destruir, de se matar e do uso com a intenção de anestesia. Seu uso de álcool pode estar relacionado com outros fatores. Sugiro procurar um/a psicólogo/a e um psiquiatra para fazer uma avaliação melhor dos sintomas, relacionando-os a sua vida. Abraços.

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Brasília

Ver as 27 perguntas respondidas por Dra. Ana Paula Carlucci de Cunto

Fotos

{0}{1}