Dra. Ana Elisa Coimbra

Dra. Ana Elisa Coimbra

Oftalmologista

Competência em: Cirurgia do Segmento Anterior, Glaucoma, Adaptação de Lentes de Contato Especiais

Número de Identificação Profissional: 52494701

Marcação de consultas

1

Em qual consultório você quer ser atendido?

2

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1
2

Opiniões para Dra. Ana Elisa Coimbra

4,5

Baseado em 24 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dra. Ana Elisa Coimbra?

Opinar

O melhor: "Médica atenciosa demais, especialista em Glaucoma. Me deixou muito seguro e tirou todas as minhas dúvidas.
Atendimento das secretárias também foi excelente. Extremamente educadas e simpáticas. Estou bastante satisfeito. Voltarei com certeza."

Poderia melhorar: "Nada!
Fiquei satisfeito."

Motivo da visita: Glaucoma

Paciente que marcou consulta com Dra. Ana Elisa Coimbra em Rua Medina, 150, SL 508, Meier

O melhor: "Medica experiente, professora universitária , me deixou segura, recomendo e voltarei."

Poderia melhorar: "Não tenho criticas"

Motivo da visita: Avaliação de Glaucoma

Paciente que marcou consulta com Dra. Ana Elisa Coimbra em Avenida das Américas, 3333, SL 1405, Barra da Tijuca

O melhor: "O consultório é bonito."

Poderia melhorar: "A Dra não deixou eu terminar de relatar minhas queixas,pois estava o tempo todo chamando atenção da recepcionista.Fez uma ligação no meio da minha consulta e aí ficou mexendo (mesmo que breve) no whatsapp.
Não sei se ela estava em um dia mau, mas foi esse atendimento que eu tive."

Motivo da visita: Rotina

Amanda C. marcou consulta com Dra. Ana Elisa Coimbra em Avenida das Américas, 3333, SL 1405, Barra da Tijuca

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Fiquei bastante satisfeito com o atendimento.
Profissional excelente, ambiente aconchegante e limpo. Gostei muito."

Motivo da visita: Glaucoma

Paciente que marcou consulta com Dra. Ana Elisa Coimbra em Rua Medina, 150, SL 508, Meier

Ver as 24 opiniões sobre Dra. Ana Elisa Coimbra

Experiência

Formação

  • MembroConselho Brasileiro de Oftalmologia1990
  • Membro da Sociedade Brasileira de OftalmologiaSBO1990
  • Pôs Graduação GlaucomaUnicamp2003
  • Membro da Sociedade Brasileira de GlaucomaSBG2006
  • MBA Executivo em SaúdeFGV2014

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 52494701

Hospital dos Servidores do Estado do RJ

Hospital Grafee Guinle/ Unirio RJ

 

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Webs


Serviços

  • Primeira consulta Oftalmologia
  • Consulta domiciliar Oftalmologia
  • Adaptação de Lente de Contato
  • Campimetria Detalhe
    • Rua Medina, 150, SL 508, Meier
  • Cirurgia de Catarata Detalhe
    • Rua Medina, 150, SL 508, Meier
  • Cirurgia do glaucoma congenito
  • Cirurgia Fistulizante Antiglaucomatosa
  • Facectomia Para Implante De Lente Intraocular
  • Gonioscopia
  • Implante de prótese antiglaucomatosa
  • Injeção intraocular antiangiogênico (Lucentis, Eylea, Avastin)
  • Injeção intraocular de corticoides (Ozurdex)
  • Iridectomia Cirurgica
  • Iridotomia
  • Mapeamento de retina
  • Microscopia Especular
  • Oclusão de ponto lacrimal
  • Paquimetria
  • Retirada de corpo estranho da cornea
  • Teste de visão
  • Teste do Olhinho
  • Tonometria
  • Trabeculotomia
  • Tratamento cirurgico do astigmatismo secundario
  • Tratamento para retinopatia diabetica

Artigos escritos por Dra. Ana Elisa Coimbra

Catarata

Catarata consiste na opacidade total ou parcial do cristalino, lente natural do globo ocular, que é responsável pela focalização da visão para perto e para longe. É a diminuição progressiva da visão, podendo ser congênita ou adquirida (que é a forma mais frequente da doença).
Os sintomas mais frequentes da catarata são: diminuição da acuidade visual, sensação de visão “nublada ou enevoada”, sensibilidade maior à luz, alteração da visão de cores e mudança frequente da refração.

Glaucoma

Glaucoma é uma doença ocular capaz de causar cegueira se não for tratada a tempo, pois 80% dos glaucomas não apresentam sintomas no início da doença. É uma doença crônica que não tem cura, mas, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.
Qualquer um pode ter glaucoma, mas é mais comum em negros, em parentes de portadores de glaucoma, em idosos, portadores de alta miopia, usuários crônicos de colírios com corticóides, diabéticos.
É importante informar que o glaucoma não tem cura, mas tem controle. Por isso a importância do rígido cumprimento do tratamento.

Respostas de Dra. Ana Elisa Coimbra

20 Respostas

4 Especialistas de acordo

14 Pacientes agradecidos

Dra. Ana Elisa Coimbra está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

É importante saber o tipo de Glaucoma que foi diagnosticado na criança , pois depende disso a indicação terapêutica e o tratamento adequado .
Sugiro procurar um oftalmologista especialista
em Glaucoma avaliar melhor o paciente.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
Dra. Ana Elisa Coimbra

Dra. Ana Elisa Coimbra

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Por definição o Glaucoma é uma doença multifatorial, por isso é muito importante o DIAGNOSTICO PRECOCE, avaliando os fatores de risco que podem classificar a doença e diferenciar seu prognostico.
O ideal é que o paciente portador de Glaucoma seja acompanhado por um oftalmologista GLAUCOMATOLOGO.,pois os avanços no diagnostico e tratamento da doença estão em evolução contante.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Dra. Ana Elisa Coimbra

Dra. Ana Elisa Coimbra

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Ha dois aspectos relevantes:
-Tempo de exposição / dosagem
-Suscetibilidade do paciente ao uso de corticoides.
Tratamentos de uso prolongado, levam á risco por qualquer via , porem, a tópica (colírios) tem maior incidência.
Nesses casos o acompanhamento medico é fundamental..

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Dra. Ana Elisa Coimbra

Dra. Ana Elisa Coimbra

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Ver as 20 perguntas respondidas por Dra. Ana Elisa Coimbra

Fotos

{0}{1}