Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Cirurgião geral

Competência em: Cirurgia Videolaparoscópica, Cirurgia Oncológica

Número de Identificação Profissional: 52-81.134-3

Marcação de consultas

1

Em qual consultório você quer ser atendido?

2

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1
2

Opiniões para Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

5

Baseado em 42 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini?

Opinar

O melhor: "De tudo, ele é muito atencioso e profissional"

Poderia melhorar: "Nada. Tudo perfeito!"

Motivo da visita: Cirurgia de cisto cebaceo

Vânia R. marcou consulta com Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini em Avenida das Américas 8.585 Sala 206 - Vogue Square

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Tudo,Achei tudo muito bom, principalmente da simpatia, cordialidade e gentileza da copeira."

Motivo da visita: Neoplasia

PAULA C. marcou consulta com Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini em Salus Oncologia

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Simpático, educado, esclarece as dúvidas do paciente, demonstra conhecimento. Ótimo médico."

GISELE M. marcou consulta com Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini em Avenida das Américas 8.585 Sala 206 - Vogue Square

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Desde a Recepção, até a Gentileza e Atenção do Dr Guilherme.
Recomendo excelente."

Poderia melhorar: "Está perfeito."

Motivo da visita: Exame da Tireóide

Maria A. marcou consulta com Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini em Avenida das Américas 8.585 Sala 206 - Vogue Square

Marcou consulta na Doctoralia

Ver as 42 opiniões sobre Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Experiência

Formação

  • MedicinaUniversidade Federal do Estado do Rio de Janeiro2006
  • Residência Médica em Cirurgia GeralUniversidade Federal do Estado do Rio de Janeiro2009
  • Residência Médica em Cirurgia OncológicaInstituto Nacional do Câncer - INCA2011
  • Título de Especialista em Cirurgia GeralColégio Brasileiro de Cirurgiões2012
  • Mestre em VideolaparoscopiaUniversidade Federal do Estado do Rio de Janeiro2014
  • Professor do Departamento de Cirurgia Geral e EspecializadaUniversidade Federal do Estado do Rio de Janeiro2016

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 52-81.134-3

FORMAÇÃO

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO (2000 - 2006)

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

- Cancerologia Cirúrgica – Instituto Nacional de Câncer/INCA - Fev/10 – Fev/12

- Cirurgia Geral – Hospital Universitário Gaffrée e Güinle/UNIRIO - Fev/07 – Fev/09

- Videolaparoscopia - Hospital Universitário Gaffrée e Güinle/UNIRIO - Fev/12 – Fev/13

PÓS-GADRUAÇÃO

- Mestrado Profissionalizante – Hospital Universitário Gaffrée e Güinle/UNIRIO

TÍTULO

- Especialista em Cirurgia Geral – Colégio Brasileiro de Cirurgiões - 2012

EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL

- Observership Program – Mount Sinai Hospital – Hepatobiliary Surgery Department NY/EUA
Jul/11
 

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Webs

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Respostas de Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

13 Respostas

7 Especialistas de acordo

51 Pacientes agradecidos

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Existem várias classificações para este tipo de hérnia. A mais comum, de deslizamento, não costuma ser perigosa se não estiver associada ao refluxo gastro-esofágico. As hérnias para-esofageanas são mais perigosas, principalmente quando muito volumosas.

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral

Rio de Janeiro

O tratamento do pseudomixoma peritoneal deve ser feito com cirurgia citorredutora, associado a quimioterapia sistêmica (pela veia) e hipertemoquimioterapia peritoneal. Pode ser necessário também, a quimioterapia intraperitoneal pós-operatória por meio de um cateter introduzido pela parede abdominal nos 5 dias que seguem após a cirurgia.
Quanto a alimentação, não existem indícios que comprovem que algum alimento "aumente o tumor", mas prefira alimentos saudáveis, ricos em vitaminas, proteínas e carboidratos.

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Sim, o diabetes diminue a sensibilidade à dor e favorece a infecção por germes diferenciados, sendo assim, as colecistites (inflamação da vesícula) podem ser mais graves.

  • Obrigado 14
  • 1 especialista está de acordo
Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Ver as 13 perguntas respondidas por Guilherme de Andrade Gagheggi Ravanini

Fotos

{0}{1}