Dr. Renato Ferreira Araujo

Dr. Renato Ferreira Araujo

Psiquiatra

Competência em: Psiquiatria Biológica, Neurociências, Psiquiatria Hospitalar

Número de Identificação Profissional: 43934

Consultório

1
2

Opiniões para Dr. Renato Ferreira Araujo

5

Baseado em 7 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. Renato Ferreira Araujo?

Opinar

O melhor: "Ótimo atencioso, profissional, dedicado,pontual. Não mede esforços para ajudar. Melhor médico de Belo Horizonte."

Motivo da visita: Transtorno bipolar depressão

Patrese F. marcou consulta com Dr. Renato Ferreira Araujo em Clínica Mangabeiras

O melhor: "Melhor psiquiatra q existe, super profissional,atencioso,dedicado melhor profissional q existe em BH sem duvidas. Super indico. Currículo invejável é super disposto a ajudar. Super confiável. Dps de muitos profissionais foi o único q conseguiu me ajudar. Super dedicado e dispOsto a ajudar."

Poderia melhorar: "Nada"

Motivo da visita: Depressão transtorno boder

Patrese F. marcou consulta com Dr. Renato Ferreira Araujo

O melhor: "Excelente profissional..atencioso.calmo.preparado..um currículo invejável..Tirou- me de uma crise profunda de depressão. Continua me acompanhando ! Sou muito grata por sua dedicação !"

Poderia melhorar: "Nada. Excelente !"

Motivo da visita: Depressão e ansiedade

Paciente que marcou consulta com Dr. Renato Ferreira Araujo em Rua Paracatú, 878, sl 702

Dr. Renato Ferreira Araujo respondeu a esta opinião

Muito obrigado pela mensagem!

O melhor: "Pontualidade, educação. Passou-me segurança."

Motivo da visita: Depressão

Paciente que marcou consulta com Dr. Renato Ferreira Araujo em Rua Paracatú, 878, sl 702

Ver as 7 opiniões sobre Dr. Renato Ferreira Araujo

Experiência

Formação

  • Graduação em Medicina UFMG2006
  • Residencia em PsiquiatriaIPSEMG2010
  • mestrado em NeuroscienciasUniversidade Federeal de Minas Geras2012
  • Fellow em EletroconvulsoterapiaColumbia University2014
  • Membro da International Society for ECT and NeurostimulationISEN2015
  • Fellow em Estimulação Magnética TranscranianaInstituo Berenson-Allen - Harvard University2017

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 43934

  •  Número de Identificação Profissional: 43934
  • Os atendimentos são realizados em consultório particular, não atendo convênios;
  • Para agendamento de procedimentos (eletroconvulsoterapia e Estimulação Magnética Transcraniana) agendar pelo telefone: 31- 3337-1663 ou 98608-1408 (tem whatsaap) 
  • Atendo adolescentes e adultos;
  • Urgências e internação em clínica de saúde mental (http://www.clinicamangabeirasbh.com.br)
  •  Sócio-diretor da Clínica Mangabeiras - Cuidados em Psiquiatria, referência em saúde mental em Minas Gerais no tratamento de dependência química e outros transtornos psiquiátricos.  
  • Professor da pós-Graduação em Psiquiatria da Faculdade IPEMED

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: janeiro 2018

Artigos escritos por Dr. Renato Ferreira Araujo

Eletroconvulsoterapia (ECT)

A Eletroconvulsoterapia (ECT) é uma técnica de estimulação cerebral que se baseia na indução controlada e assistida de uma convulsão, por meio de uma estimulação elétrica. Ela é indicada para o tratamento da Depressão Maior, transtorno bipolar, esquizofrenia e outras patologias psiquiátricas e ou médicas. Apesar do grande preconceito, a ECT é extremamente segura, e com os avanços atuais, diminuiu de forma expressiva as queixas de alterações cognitivas.

Estimulação Magnética Transcraniana

A Estimulação Magnética Transcraniana é um tratamento eficaz e inovador para o tratamento de diversos transtornos psiquiátricos e Neurologia. Apresenta baixo potencial de efeitos colaterais e não requer nenhum tipo de preparo prévio (ex: anestesia). Através de uma indução eletromagnética, o aparelho estimula ou inibi áreas que estão disfuncionais no cérebro em diversas patologias como na depressão Maior, TOC, alucinação auditiva.
A estimulação magnética também pode ser utilizada na reabilitação pós-AVC, afasia e outras condições neurológicas.

Respostas de Dr. Renato Ferreira Araujo

16 Respostas

5 Especialistas de acordo

13 Pacientes agradecidos

Dr. Renato Ferreira Araujo está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

A estimulação Magnética Transcraniana (EMT) é uma técnica de estimulação cerebral não invasiva que tem por objetivo estimular ou (inibir) áreas cerebrais potencialmente envolvidas na fisiopatologia dos transtornos psiquiátricos (ex.: depressão) e neurológico (ex.: doença de parkinson). Sua eficácia no tratamento da depressão está bem estabelecida, estando regulamentada pelo CFM para seu uso. Na doença de parkinson, há vários estudos com resultados promissores, porém a técnica ainda não foi aprovada por órgãos regulamentadores como o CFM. O procedimento é bastante seguro, não havendo relato de complicações a longo prazo. Pacientes com depressão associada a doença de Parkinson podem se beneficiar dessa técnica.

Dr. Renato Ferreira Araujo

Dr. Renato Ferreira Araujo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Belo Horizonte

Normalmente é uma associação bem segura. Caso você seja portador de algum tipo de arritmia é importante seu médico estar atento. O eletrocardiograma confirma ou não o aumento do intervalo QT e pode ser pedido. O lexapro tem pouca interação medicamentosa e baixo risco de efeitos colaterais, incluindo cardiovasculares. Sendo uma boa opção em pacientes com doenças cardiovasculares. O donaren está mais associado com hipotensão postural e sedação.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Renato Ferreira Araujo

Dr. Renato Ferreira Araujo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Belo Horizonte

O tratamento medicamentoso do autismo é sempre desafiador. O objetivo do tratamento medicamentosos é para o controle de sintomas como, por exemplo, a agitação, que pode não estar sendo controlada por medidas não farmacológicas. O neuleptil pode ser uma opção nesse sentido. Já comorbidade com Déficit de atenção, leva a possibilidade de tentar utilizar também outros fármacos como os psicoestimulantes. O importante é você conversar com seu médico sobre o assunto para tomarem a melhor decisão. Lembre sempre que as medidas não farmacológicas, como terapia ocupacional são as melhores e mais eficientes medidas do tratamento.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Renato Ferreira Araujo

Dr. Renato Ferreira Araujo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Belo Horizonte

Ver as 16 perguntas respondidas por Dr. Renato Ferreira Araujo

Fotos

{0}{1}