Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Oftalmologista

Competência em: Cirurgia do Segmento Anterior, Cirurgia Refrativa, Glaucoma, Catarata

Número de Identificação Profissional: 5277304-2 / RQE23107

Marcação de consultas

Endereço do consultório

Rua Jardim Botânico, 674 (sala 107) 22461000 Jardim Botânico Rio de Janeiro

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1

Opiniões para Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

5

Baseado em 46 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva?

Opinar

O melhor: "Tudo. O Dr. Daniel atende a todos os requisitos que um bom médico deve ter."

Poderia melhorar: "Nada. Tudo perfeito."

Motivo da visita: Rotina - checagem de aumento de grau.

Paciente que marcou consulta com Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva em Rua Jardim Botânico, 674 (sala 107)

O melhor: "O Dr Daniel é um excelente profissional. Recomendo a todos que precisem fazer cirurgia de catarata."

Poderia melhorar: "Nada"

Motivo da visita: Avaliação para cirurgia de catarata

Sandra . marcou consulta com Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva em Rua Jardim Botânico, 674 (sala 107)

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Excelente profissional, atencioso e muito paciente."

Poderia melhorar: "Nada."

Motivo da visita: Exame oftalmológico

Paciente que marcou consulta com Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva em Rua Jardim Botânico, 674 (sala 107)

O melhor: "Adorei a atenção e o profissionalismo da secretária Debora e do dr Daniel - equipe maravilhosa!"

Poderia melhorar: "Manter esse profissionalismo sempre! Obrigada por tudo!"

Motivo da visita: Consulta

Maria C. marcou consulta com Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva em Rua Jardim Botânico, 674 (sala 107)

Marcou consulta na Doctoralia

Ver as 46 opiniões sobre Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Experiência

Formação

  • OftalmologiaUniversidade do Estado do Rio de Janeiro2007
  • OftalmologiaConselho de Oftalmologia (prova de Proficiência) 2008
  • Aprimoramento cirúrgico em CatarataUniversidade do Estado do Rio de Janeiro2008

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 5277304-2 / RQE23107


  • Residência Médica em Oftalmologia Pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) de mar/2005 a mar/2008- Hospital Pedro Ernesto.
  • Título de especialista em oftalmologia emitido pelo MEC / Faculdade de Ciências Médicas da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) RQE23107;
  • Título de especialista em oftalmologia emitido pelo CBO - Conselho Brasileiro de oftalmologia após prova de proficiência com conceito excelente (prova AMB - Associação Médica Brasileira e CBO),
  • Aprimoramento cirúrgico em catarata (facoemulsificação) em 2008 e 2009 no Hospital Universitário Pedro Ernesto (UERJ)
  • Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO)
  • Membro da Academia Americana de Oftalmologia (AAO)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO)
  • Membro da Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa BRASCRS-ABCCR

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: maio 2018

Artigos escritos por Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Catarata

É a opacificação do cristalino, a lente do nosso olho, que ajusta o foco. A causa mais comum é a senilidade, mas algumas doenças nos olhos ou sistêmicas, e traumas podem ser a causa. Seu tratamento é somente cirúrgico, mas é eficaz, seguro, indolor, geralmente com anestesia tópica. É a maior causa de cegueira reversível no mundo.
Com larga experiência, desde 2005, com uma média de 350 cataratas/ano, Dr Daniel opera nos melhores centros cirúrgicos, com resultados constantes, aprimorando a visão de seus pacientes, usando as melhores próteses oculares, corrigindo junto com a catarata a miopia/hipermetropia/astigmatismo/presbiopia, diminuindo ou até eliminando a dependência de óculos.

Facectomia Para Implante De Lente Intraocular

Com a cirurgia de remoção da catarata (facectomia) o médico oftalmologista deve implantar uma lente artificial.
No pré operatório o paciente é avaliado pelo Dr Daniel se é possível a correção da miopia/hipermetropia/astigmatismo/presbiopia. Caso seja interesse do paciente, poderemos optar por lentes premium, desde só visão simples com lentes asféricas, para evitar uma visão artificial, com uso de filtros para proteção da luz azul, ou lentes tóricas para correção do astigmatismo e multifocais (tórica ou não) para um resultado ampliado de longe/intermediário/perto com mínima dependência de óculos, ou como na maioria dos casos, a eliminação total deles.

Respostas de Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

51 Respostas

36 Especialistas de acordo

61 Pacientes agradecidos

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Boa tarde! No caso de catarata existe a cura, mas é cirúrgica, ou seja, a única solução para a catarata acaba sendo a sua remoção e o implante de uma lente artificial, que, quando não há outras patologias associadas, costuma cursar com excelentes resultados.
Quanto ao glaucoma e ressecamento ocular não há ainda um tratamento que leve a cura, mas sim o controle e tratamento contínuo, o que impacta na qualidade de vida e prognóstico visual. Falando especificamente do glaucoma, ele deve ser avaliado no pre operatório de catarata, pois pode ser necessário realizar uma cirurgia combinada de catarata e glaucoma, se assim houver indicação.
Apesar de importantes, nem o glaucoma, nem o ressecamento ocular serão contra indicação absoluta para a cirurgia de catarata, podendo esta trazer excelente resultado, mesmo com essas duas condições associadas.

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Para usar o grau anterior a cirurgia, assim não havendo a necessidade de trocar os óculos, na verdade teria que se usar uma lente intraocular com grau, para que mantivesse o grau. Porém é mais fácil (e racional) deixar o paciente sem óculos algum. Em outras palavras, o uso de lente intraocular serve para "anular" o grau do paciente.

A única possibilidade de, sem lente intraocular, permitir que o paciente fique sem grau algum no pós operatório é se ele possuir uma alta miopia que, na ausência de cristalino ou lente intraocular, o resultado seja zero grau. Mesmo assim, o implante de uma lente sem grau é indicado, pois sua ausência pode trazer complicações a médio e longo prazo.

Converse com seu oftalmologista sobre isso pois a médio e longo prazo o uso de uma lente intraocular de qualidade que consiga deixar o paciente o menos dependente possível de óculos (ou sem óculos algum), além do ganho em qualidade de vida, envolve um custo muito inferior (ou nenhum) com os óculos.

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Esses sintomas não tem correlação com glaucoma. Na verdade, esses sintomas, em sua maioria tem a ver com um problema refracional. Quando mesmo após o uso de correção (óculos, mas se houver necessidade do uso) o problema persiste, várias estruturas precisam ser analisadas, mas com paciente que apresenta acuidade visual normal, o local mais comum é a córnea, de apresentar uma aberração.
Outros locais, menos comuns dessa queixa seriam o cristalino e a própria retina.
Sugiro que procure um especialista em córnea e/ou segmento anterior para avaliar seu caso.

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Ver as 51 perguntas respondidas por Daniel Cezar de Andrade Gomes da Silva

Fotos

{0}{1}