Dr. Humberto Graner Moreira

Dr. Humberto Graner Moreira

Cardiologista

Competência em: Cardiopatia Isquêmica, Exames e Diagnósticos, Cardiologia Ambulatorial

Número de Identificação Profissional: 10960 GO

Consultório

1

Opiniões para Dr. Humberto Graner Moreira

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a avaliar Dr. Humberto Graner Moreira

Experiência

Formação

  • Graduação em MedicinaUniversidade Federal de Goiás - UFG2004
  • Especialização em Clínica Médica Universidade Federal de Goiás - UFG2007
  • Especialização em CardiologiaInstituto Dante Pazzanese de Cardiologia2010
  • Fellowship em Coronariopatias AgudasInstituto do Coração - InCor - HCFMUSP2012
  • Especialização em Medicina IntensivaEscola Superior de Educação do HCFMUSP2013
  • Doutorado em Ciências (Cardiologia)Universidade de São Paulo - USP2016
  • Professor Adjunto de Emergências ClínicasUniversidade Federal de Goiás - UFG2017

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 10960 GO

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Artigos escritos por Dr. Humberto Graner Moreira

Coronariopatia

Pacientes com obstruções das artérias coronárias, que já sofreram um infarto do miocárdio, ou aqueles que já foram submetidos a procedimentos de revascularização (implante de stent, cirurgia cardíaca) são chamados "coronariopatas". A coronariopatia é a principal causa de morte no Brasil, e seu tratamento necessita não só de dispositivos ou procedimentos que visam melhorar o fluxo nas artérias, mas de uma abordagem integral por especialistas no assunto.

Respostas de Dr. Humberto Graner Moreira

8 Respostas

7 Especialistas de acordo

5 Pacientes agradecidos

Dr. Humberto Graner Moreira está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Transplante é uma opção terapêutica em caso de doenças cardíacas avançadas e refratárias às medidas terapêuticas instituídas. Mas sua indicação é complexa e precisa ser feita por um cardiologista especialista. Ele analisará melhor seus dados clínicos e pessoais. O objetivo desta avaliação é determinar o estágio e a gravidade da miocardiopatia dilatada em questão, e se há outras alternativas terapêuticas antes de considerar o transplante cardíaco. Pois, muitas vezes, outros tratamentos são possíveis, incluindo medicações, dispositivos e cirurgias. Se realmente indicado, o transplante certamente será uma opção importante, associada a bons resultados a longo prazo, com importante melhora da qualidade de vida.
Espero ter ajudado!

Dr. Humberto Graner Moreira

Dr. Humberto Graner Moreira

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Goiânia

Com o infarto do miocárdio, parte do seu ventrículo esquerdo ficou comprometida, e isso se reflete na diminuição da sua fração de ejeção. Com a medicação e reabilitação cardíaca, você pode melhorar a sua fração de ejeção, mas dificilmente ela voltará a ser normal (em número absoluto). No entanto, isso não é necessariamente um problema: o tratamento e, principalmente, a reabilitação cardíaca visam condicionar o seu organismo a viver normalmente mesmo com a FE reduzida. Siga sempre as orientações do seu cardiologista, e atenda a todas as recomendações farmacológicas e não farmacológicas.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Humberto Graner Moreira

Dr. Humberto Graner Moreira

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Goiânia

Miocardiopatia dilatada de etiologia isquêmica é uma complicação cujo pilar do seu tratamento é clínico, e não cirúrgico. Sugiro um acompanhamento com o cardiologista clínico.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Humberto Graner Moreira

Dr. Humberto Graner Moreira

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Goiânia

Ver as 8 perguntas respondidas por Dr. Humberto Graner Moreira

Fotos

{0}{1}