Dra. Sibele Klitzke

Dra. Sibele Klitzke

Ginecologista

Competência em: Cirurgia Ginecológica, Endoscopia Ginecológica, Colposcopia, Patología Cervical

Número de Identificação Profissional: 35903 RS

Consultório

1

Opiniões para Dra. Sibele Klitzke

5

Baseado em 4 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dra. Sibele Klitzke?

Opinar

O melhor: "Profissional muito humana, compreendeu meus medos sem julgamentos."

Poderia melhorar: "Nada a comentar, tudo ótimo."

Motivo da visita: Lesão no colo do útero

Paciente que marcou consulta com Dra. Sibele Klitzke em Rua Félix da Cunha, n 737, salas 701 e 702

O melhor: "Extremamente atenciosa e tranquila. Nos passou segurança."

Motivo da visita: Consulta para procedimento cirurgico

Paciente que marcou consulta com Dra. Sibele Klitzke em Rua Félix da Cunha, n 737, salas 701 e 702

O melhor: "Muito atenciosa, e sanou todas as minhas dúvidas na consulta."

Motivo da visita: Consulta de rotina!

Katilsa . marcou consulta com Dra. Sibele Klitzke em Rua Félix da Cunha, n 737, salas 701 e 702

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Profissional atenciosa, simpática e humana.
Fui atendida no horário. A médica me examinou sem dor e solucionou as minhas dúvidas e angústias."

Motivo da visita: Alteração em exame preventivo

Paciente que marcou consulta com Dra. Sibele Klitzke em Rua Félix da Cunha, n 737, salas 701 e 702

Experiência

Formação

  • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre2015
  • Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia - TEGOFEBRASGO2015
  • Título de Especialista em Patologia do Trato Genital InferiorAssociação Brasileira de Patologia do Trato Genital Inferior - ABPTGI2015
  • Residência Médica em Ginecologia - ano adicional com ênfase em Ginecologia OncológicaUniversidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre2016
  • Mestre em Ginecologia e ObstetríciaUniversidade Federal do Rio Grande do Sul2016
  • Pós-graduação em Endoscopia GinecológicaWillian Kondo2017

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 35903 RS

A Dra. Sibele é especializada no diagnóstico e tratamento cirúrgico do câncer ginecológico. Dentre as doenças tratadas, temos o câncer do colo do útero, endométrio, sarcomas uterinos, ovário, vagina e vulva.

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs

Serviços

  • Bartolinectomia
  • Biopsia Da Vagina
  • Biopsia da vulva
  • Biopsia de endometrio
  • Cauterização de verrugas do HPV
  • Check up
  • Cirurgia do útero
  • Colpectomia Por Cancer
  • Colposcopia
  • Curetagem semiotica com ou sem dilatação do colo uterino
  • DIU Mirena
  • Drenagem De Abscesso Pelvico
  • Exame de Papanicolaou
  • Exame ginecológico
  • Exerese De Cisto Dermoide
  • Exerese De Cisto Vaginal
  • Extirpacao De Lesao Da Vulva E Perineo Por Eletrocoagulacao
  • Extirpacao De Polipo Uterino
  • Histerectomia
  • Histerectomia com anexectomia uni ou bilateral
  • Histerectomia com resseccao de orgao(S) contiguo(S)
  • Histerectomia total ampliada
  • Histerectomia total ampliada (Wertheim-Meigs)
  • Histerectomia Total Por Cancer
  • Histerectomia Vaginal
  • Histerectomia Videolaparoscopica
  • Incisao E Drenagem Glandula De Bartolini Ou Skene
  • Inserção do DIU de cobre
  • Inserção do DIU hormonal
  • Laqueadura Tubaria
  • Ligadura tubária
  • Linfadenectomia Radical Vulvar
  • Linfadenectomia Radical Vulvar Por Cancer
  • Marsupializacao De Glandula De Bartolini
  • Miomectomia
  • Ooforectomia Uni Ou Bilateral
  • Ooforectomia Uni Ou Bilateral Por Cancer
  • Retirada do DIU
  • Salpingectomia uni ou bilateral
  • Salpingectomia videolaparoscopica
  • Traquelectomia
  • Video histeroscopia
  • Vulvectomia Ampliada Com Linfadenectomia
  • Vulvectomia Simples
  • Vulvectomia Simples Por Cancer
  • Vulvoscopia

Artigos escritos por Dra. Sibele Klitzke

Video histeroscopia

A histeroscopia é uma endoscopia do útero. Ela é realizada via vaginal, sem corte. Com ela, evidencia-se o útero em sua face interna (endométrio). É usada para diagnóstico e tratamento de doenças como pólipos uterinos e miomas, assim como para diagnóstico de causas de sangramento uterino anormal, como hiperplasia e câncer de endométrio. É um procedimento ambulatorial (a paciente vai para casa no mesmo dia do procedimento) e geralmente feita com anestesia geral leve. A recuperação pós-operatória costuma ser tranquila, com cólicas e sangramento vaginal leves.

Histerectomia total ampliada

É o tipo de histerectomia realizada no tratamento do câncer de colo uterino. Nessa cirurgia, se retiram também os paramétrios (ligamentos ricos em gânglios linfáticos, que prendem o útero à parede pélvica). Para a retirada desses ligamentos, há que se descolar a bexiga do útero anteriormente e o intestino da vagina, posteriormente assim como isolar nervos importantes nas funções da pelve.
Pode ser realizada por via abdominal (aberta, com corte) ou laparoscópica (por videolaparoscopia).

Veja os 4 artigos escritos por Dra. Sibele Klitzke

Respostas de Dra. Sibele Klitzke

20 Respostas

24 Especialistas de acordo

23 Pacientes agradecidos

Dra. Sibele Klitzke está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

O cisto anexial, seja ovariano ou paraovariano, precisa ser avaliado com exames de imagem de qualidade para termos certeza da localização e características. Com as características descritas (contornos regulares, paredes minimamente espessadas) geralmente é uma alteração benigna e o tratamento, caso necessário, pode ser feito com a retirada do cisto por videolaparoscopia, mantendo-se o ovário e tuba uterina e preservando a fertilidade e função hormonal.
É interessante analisar mais alguns aspectos como a presença de septações e vegetações no cisto, assim como a história clínica (se há dor pélvica ou cólicas fortes durante a menstruação, se já houve história de doença inflamatória pélvica ou DST, etc). Diagnósticos diferenciais incluem hidrossalpinge (coleção de líquido na tuba uterina), endometrioma ovariano (cisto de endometriose) ou até aderências pélvicas.
É fundamental consultar com um ginecologista com especialização em laparoscopia ginecológica e cirurgia.

Dra. Sibele Klitzke

Dra. Sibele Klitzke

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Porto Alegre

Os fios mais comumente usados para fechamento da cúpula vaginal são Vicryl, Monocryl e PDS. O Vicryl é completamente absorvido em 60-90 dias, o Monocryl em 90-120 dias e o PDS em 180-240 dias.
O ideal é que converse com o seu médico para mais informações.

Dra. Sibele Klitzke

Dra. Sibele Klitzke

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Porto Alegre

Nesse caso, o ideal é realizar uma cirurgia -> Marsupialização da glândula de Bartholin. Trata-se de uma cirurgia simples e com boas taxas de prevenção de recaídas. O ginecologista geral faz esse procedimento, não é necessário ter uma especialização a mais. Sugiro que converse com a secretária do profissional antes de agendar a consulta para questionar se o médico opera ou não e você possa ter uma consulta resolutiva.

Dra. Sibele Klitzke

Dra. Sibele Klitzke

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Porto Alegre

Ver as 20 perguntas respondidas por Dra. Sibele Klitzke

Fotos

{0}{1}