Dra. Priscilla Martins

Dra. Priscilla Martins

Endocrinologista

Competência em: Diabetologia, Obesidade, Patologias da Tiróide, Endocrinologia Pediátrica

Número de Identificação Profissional: CRM 52812110

Consultório

1

Opiniões para Dra. Priscilla Martins

4,8

Baseado em 6 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dra. Priscilla Martins?

Opinar

O melhor: "Profissional top de linha !!!"

Paciente que marcou consulta com Dra. Priscilla Martins em Rua Moreira César, 160- Ed. Tiffany, sala 913, Icarai, Niteroi

Dra. Priscilla Martins respondeu a esta opinião

Obrigada.

O melhor: "A competência técnica e humana no trato com o paciente."

Poderia melhorar: "Continuar mantendo este nível de qualidade."

Paciente que marcou consulta com Dra. Priscilla Martins em Rua Moreira César, 160- Ed. Tiffany, sala 913, Icarai, Niteroi

Dra. Priscilla Martins respondeu a esta opinião

Obrigada

O melhor: "Atenciosa, super atualizada. Excelente profissional."

Motivo da visita: Sobrepeso

Patrícia A. marcou consulta com Dra. Priscilla Martins em Rua Moreira César, 160- Ed. Tiffany, sala 913, Icarai, Niteroi

Dra. Priscilla Martins respondeu a esta opinião

Obrigada

O melhor: "Profissional muito atenciosa!"

Motivo da visita: TIREÓIDE

Juliana R. marcou consulta com Dra. Priscilla Martins em Rua Moreira César, 160- Ed. Tiffany, sala 913, Icarai, Niteroi

Marcou consulta na Doctoralia

Dra. Priscilla Martins respondeu a esta opinião

Obrigada

Ver as 6 opiniões sobre Dra. Priscilla Martins

Experiência

Formação

  • Graduação em medicina UFRJ2006
  • Médica Endocrinologista especializada em gestantes de alto Hospital da mulher Heloneida Studart2009
  • ​Especialista em Endocrinologia e MetabologiaAMB/SBEM2010
  • Especialista em Endocrinologia e MetabologiaIEDE2010
  • Especialista em Endocrinologia e MetabologiaAMB2010
  • Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e MetabologiaSBEM2010
  • Mestranda em Endocrinologia.UFRJ2015

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: CRM 52812110

Na minha opinião, para ser médico, é fundamental ter empatia pelo outro. Se colocar no lugar das pessoas. Saber ouvir, olhar nos olhos, sorrir na hora certa, consolar e confortar.
Compreender que o cuidado vai muito além da prescrição de exames e remédios.
Sou Priscilla Martins,
Médica Endocrinologista e apaixonada pelo estudo da obesidade.

Experiência em

Idiomas

  • Português

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: janeiro 2018

Artigos escritos por Dra. Priscilla Martins

Bioimpedância

O exame de Bioimpedância é uma ferramenta super importante para o estudo da Composição Corporal.
O exame é feito através da passagem de uma corrente elétrica que mede a resistência dos tecidos. O resultado é um resumo que mostra a quantidade de massa magra, tecido adiposo e água corporal. É uma forma simples, segura, precisa e sem dor para avaliar a composição corporal (massa magra x massa de gordura). A avaliação do IMC (Índice de Massa Corporal) e do PESO são importantes mas não são os únicos parâmetros para avaliar a saúde metabólica. ⠀
A BIA é um método importante na elaboração de um programa de treinamento para atletas e no processo de emagrecimento, permitindo um diagnóstico prévio.

Remoção de Tatuagem a laser

Fatores importantes:
Idade da tatuagem: quanto mais antiga melhor. Mas há uma exceção: de 48 a 72 horas depois da tatuagem feita, as células do sistema imunológico ainda não envolveram os pigmentos de tinta. É como se a tinta ainda estivesse solta na pele. Nesse período uma única sessão costuma remover grande parte da tatuagem, mas não totalmente.
Cor: a cor preta é mais fácil de ser removida. Tatuagens coloridas muitas vezes necessitam de mais de dez sessões.
Localização: tatuagens localizadas em áreas de boa drenagem linfática são removidas com menos sessões.
Quantidade de tinta: tatuagens amadoras, falhadas, sombreadas, com traços finos e em pontilhismo possuem pouca tinta.

Veja os 3 artigos escritos por Dra. Priscilla Martins

Respostas de Dra. Priscilla Martins

13 Respostas

7 Especialistas de acordo

41 Pacientes agradecidos

Dra. Priscilla Martins está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Não está certa. O ideal é manter uma dieta regular e utilizar as medicações conforme orientação médica. Comer um doce e tomar meio comprimido de Glifage não vai evitar que a glicemia aumente. Se "cair em tentação", deve voltar a seguir uma alimentação regrada assim que possível e continuar usando os medicamentos nos horários prescritos.

Dra. Priscilla Martins

Dra. Priscilla Martins

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

Niterói

Depende do suplemento de Vitamina D e do nível de vitamina D do paciente. A maioria dos suplementos possuem de 200 a 250 UI de Vitamina D por gota, isso faz toda a diferença na hora de calcular o número de gotas diárias. Além disso, a quantidade é avaliada individualmente se a pessoa tem deficiencia, insuficiência ou se tem níveis normais de Vitamina D. Para saber a reposição ideal para o seu caso procure um endocrinologista.

  • Obrigado 8
  • 1 especialista está de acordo
Dra. Priscilla Martins

Dra. Priscilla Martins

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

Niterói

Indicamos punção para nódulos com 1cm (10mm) ou maiores. Nódulos menores são difíceis de puncionar e o material da punção, muitas vezes, não é suficiente para análise do nódulos. Em resumo, não vale a pena.

A USG é um excelente instrumento para a avaliação do nódulo. Quando há caractecteristicas na ultrassonografia muito sugestivas de malignidade podemos indicar a punção em nódulos menores que 1 cm (e maiores que 5mm).


É necessário fazer acompanhamento regular com um endocrinologista e muitas vezes há indicação de cirurgia. Estudos evidenciam que até 60% da população mundial pode ter nódulos de tireóide e aproximadamente 90% desses nódulos são benignos.

Fique tranquila, se seu médico sugeriu acompanhar com USG provavelmente não viu características de malignidade no nódulo.

  • Obrigado 5
  • 1 especialista está de acordo
Dra. Priscilla Martins

Dra. Priscilla Martins

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endocrinologista

Niterói

Ver as 13 perguntas respondidas por Dra. Priscilla Martins

Fotos

{0}{1}